Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
  

Referências

1927

Vias brasileiras de comunicação. A Estrada de Ferro Central do Brasil. Linha do Centro e Ramais. Max Vasconcelos (vol. I, 3ª ed.), 1928.

Mapas ferroviários de 1927 | Ferrovias existentes
EFSLT | EF Central do Piauí | RVC | EF Central do Rio Grande do Norte | EF Petrolina - Teresina
Leopoldina Railway | EFOM | Rede Sul Mineira | EF Goiás | EF NoB | EF Tocantins
EFCB e ferrovias convergentes | Ramal de São Paulo - EFCB | Linhas e estações da EFCB
“Vias brasileiras de comunicação” | A obra de Max Vasconcelos | Gênese da obra de Max Vasconcelos
Relatório MVOP | n’A Manha...
1926: Plano Baptista | 1926: Plano Pandiá Calógeras | 1927: Plano Paulo de Frontin

1908

O Brasil, suas riquezas naturais, suas indústrias
Tomo III - Indústria de Transportes, Indústria Fabril
CIB, Rio de Janeiro, 1909
Reedição fac-similar:
IBGE / CNI, Rio de Janeiro, 1986
Ferrovias | Cronologia | A grande viagem
De 1835 a 1889 | Concessões de 1890 | Resgates e arrendamentos de 1897 a 1907

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

Mineradoras

“O manganês tornou-se rapidamente o principal produto mineral de
exportação do país, e já no início do século XX, nos arredores de
Conselheiro Lafaiete, operavam cinco importantes companhias: a
Sociedade Geral das Minas de Manganês Gonçalves Ramos, que
explorava as jazidas do Paiva, Colatino, Michaela e Piquiri; a empresa de
A. Thun; a Sociedade Anônima de Minas de Manganês de Ouro Preto
(jazida de São Gonçalo e Cocoruto); a Sociedade Brasileira de Mineração
(jazida de Água Preta), e a Companhia Morro da Mina, que explorava a
jazida do mesmo nome” [Companhia Vale do Rio Doce. A Mineração no Brasil e a Companhia Vale do Rio
Doce. Rio de Janeiro, 1992, p. 143; cf. Paulo Coelho Mesquita Santos. As discussões sobre os marcos regulatórios da mineração e as
propostas para o desenvolvimento da indústria do manganês e do ferro
em Minas Gerais: 1889 a 1912, p. 3]
.

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Ferreofotos

• Alco RSD8 Fepasa - 29 Fev. 2016

• G12 200 Acesita - 22 Fev. 2016

• “Híbrida” GE244 RVPSC - 21 Fev. 2016

• U23C modernizadas C30-7MP - 17 Fev. 2016

• C36ME MRS | em BH | Ferronorte - 14 Fev. 2016

• Carregamento de blocos de granito na SR6 RFFSA (1994) - 7 Fev. 2016

• G12 4103-6N SR6 RFFSA - 6 Fev. 2016

• Toshiba nº 14 DNPVN em Rio Grande - 25 Jan. 2016

• Encarrilamento dos trens do Metrô de Salvador (2010) - 14 Nov. 2015

• Incêndio de vagões tanque em Mogi Mirim (1991) - 9 Nov. 2015

• Trem Húngaro nas oficinas RFFSA Porto Alegre (~1976) - 21 Out. 2015

  

Ferreomodelismo

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

   
Estação ferroviária Lafaiete, cerca de 1928
Estação ferroviária Lafaiete, cerca de 1928

Estrada de Ferro Central do Brasil
Estação Lafaiete (Queluz, MG)
e Chave Cia. Santa Matilde - 1928


 
Flavio R. Cavalcanti - Jan. 2014
Pesquisa: Jorge A. Ferreira Jr.

A 3ª edição do livro de Max Vasconcelos, de 1928, registra algumas informações sobre os primeiros tempos da Companhia Santa Matilde; do pátio ferroviário do km 460; e diversos ramais férreos de empresas mineradoras instaladas na região de Conselheiro Lafaiete [p. 127-134].

São informações que, em boa parte, não podiam constar do levantamento realizado duas décadas antes, pelo Centro Industrial do Brasil, nem, por consequência, dos mapas e livros daquela época, como a “Memória histórica da Estrada de Ferro Central do Brasil”, de 1908.

A Santa Matilde, por exemplo, tinha inaugurado sua fábrica de laticínios em 1913; e sua mineração somente em 1916, — naquele ciclo de desenvolvimento muitas vezes descrito como de “substituição de importações”, impulsionado pela queda das correntes de comércio internacional durante a I Guerra Mundial [1914-1918], — e é possível que vários dos demais empreendimentos citados em 1928 também datassem daquele momento.

   
Estação km
Pedra do Sino 429,970
Cristiano Otoni 438,695
Buarque de Macedo 450,161
chave da Cia. Santa Matilde “360,…”
Lafaiete 462,583
chave Morro da Mina 463,862
Gagé 473,523

A parada do km 460 é citada por Max Vasconcelos como “Chave da Companhia Santa Matilde”, de modo bastante impreciso — e errado:

«No km 360,… [460!], passa o trem pela chave da Companhia Santa Matilde; grupos de casas operárias surgem à esquerda, como um prolongamento do populoso bairro em que fica a estação» [p. 129].

Essa “chave da Cia. Santa Matilde” ainda não constava da tabela oficial de estações [p. 221], sendo citada apenas no texto.

Não há referência a nome ou apelido de “Bananeiras” — exceto pela proximidade do rio Bananeiras, que a ferrovia margeia ao longo de 13 km, a partir de Buarque de Macedo, e atravessa cerca de 1 km depois da estação Lafaiete.

Ramais de manganês

Max Vasconcelos relata a existência de 4 ramais ferroviários e 1 “linha aérea”, em 1928, para trazer manganês das minas até a Linha do Centro da EFCB — somente no município de Queluz, atual Conselheiro Lafaiete:

  • Ramal da EFCB com 8 km, em bitola larga, do km 463,862 até a mina de manganês do Morro da Mina, à direita da ferrovia
  • Linha férrea de 45 km partindo de Cristiano Otoni até a mina de manganês de Cocuruto
  • Linha férrea da Cia. Santa Matilde partindo do km 460, com 7 km de extensão
  • Linha férrea da Cia. Santa Matilde partindo da estaçao de Gagé
  • Linha aérea das jazidas de Água Preta, com 6 km

Baldeação para o sertão

O texto de Max Vasconcelos parece indicar que, tendo a ferrovia seguido as curvas de nível próximas ao rio Bananeiras, a estação Lafaiete teve de ser localizada bem abaixo e fora da cidade original de Queluz — dando origem a um novo bairro, em torno da estação, cujo nome adotou:

«A estação Lafaiete serve à cidade de Queluz, em cuja parte baixa está situada, no amplo e movimentado bairro que lhe tomou o nome. O verdadeiro centro da cidade, invisível ao passageiro, fica à direita, em um planalto a que a importante rua Tavares de Melo proporciona fácil e rápido acesso».

A “quebra de bitola” já se havia deslocado para Burnier, cerca de 35 km adiante, porém mantinha-se em Lafaiete a baldeação para os trens de passageiros que faziam o “sertão”, talvez devido à infraestrutura já instalada, — como as “importantes oficinas” do 5º Distrito da Locomoção e sistema de reversão, — o que implicava em manter 35 km de bitola mista, até se julgar conveniente instalar novas infraestruturas em algum ponto mais além:

«Partem de Lafaiete os trens da bitola estreita (1,00 m) que, propriamente, só começa em Burnier, sendo portanto mista a linha até essa estação; a baldeação entretanto dos passageiros que se destinam ao sertão, é feita em Lafaiete».

«» ª … • — “”

Exibir mapa ampliado
Pátio km 460 em Conselheiro Lafaiete
1908 | 1928 | 1954 | 1969 | 1976 | 2013
Estação Conselheiro Lafaiete | Cia. Industrial Santa Matilde
Estações da Linha do Centro da EFCB
D. Pedro II | Palmeira da Serra | Barra do Piraí | Paraíba do Sul | Três Rios (Entre Rios) | Juiz de Fora
Chapéu d'Uvas | Ewbank da Câmara | Santos Dumont | Antônio Carlos (Sítio) | Pedra do Sino
Cristiano Otoni | Conselheiro Lafaiete | Miguel Burnier
Ramal de Lima Duarte: Orvalho | Penido | Ramal de Paraopeba: Moeda | Belo Vale
EFCB / SR-3 RFFSA
Carros Budd | Trem de Prata | Os carros de aço do Cruzeiro do Sul
Expresso Pai da Aviação | Trem Xangai | Expresso da Mantiqueira
Trem Húngaro | Rodotrem Rio-SP | As litorinas Fiat
Locomotivas SR-3 / EFCB | S1 | FA1 | AS616 | Cafona | U5B | SD18 | SD40-2 | U23C (Variações) | U23CA
Substituição de vagões pela MRS - 2011: Portaria nº 89 | Anexo I - Vagões substituídos | Anexo II - Vagões substitutos
Vídeo-documento: O último Trem do Sertão | Vídeo-evocação: Trem do Sertão | Trem de Pirapora
Estações em 1960 | Abertura dos trechos até 1944 | Mapas: 1984 | 1970 | 1965 | 1954 | 1927 | 1898
1907: EF Central do Brasil | EF de S. Paulo a Cachoeira | EF do Rio do Ouro | Linha Auxiliar | EF do Bananal
Subúrbios da Central: Belle Époque | Memória histórica - 1908 | Eletrificação | O Trem Barrinha | Supervia 2002
Prolongamento da Central do Brasil
1908: A ponte projetada | 1922: A ponte inaugurada | Dutra | 1955: Rumo a Brasília
Pátios e estações ferroviárias
Bauru | Porto Novo | Brasília | Ribeirão Preto | Uvaranas | Angra dos Reis | Calçada
Bananal | Ituanas | Contestado | Porto Velho | Alagoinhas | Queimadas | Aramari
Pau Lavrado | Fortaleza | Sobral | Sarzedo | Pires do Rio | São Carlos | Santa Maria
Lucélia | Inúbia Paulista | Adamantina | Osvaldo Cruz | São José dos Campos
Cachoeiro de Itapemirim | Triângulo | Itabaiana | Teresina | Rio Grande
   

Trens de passageiros

Vitória - Belo Horizonte
São Luís - Parauapebas

Antigos trens de passageiros

Xangai
Barrinha
Expresso da Mantiqueira
Barra Mansa a Lavras
Trem de Prata
Trem Húngaro
Automotrizes Budd
Litorinas Fiat
Cruzeiro do Sul
Trem Farroupilha
Trem de aço da Paulista

Plataforma de embarque: 1995

Trens turísticos e passeios ferroviários
Trens de passageiros
Museus ferroviários
Maquetes ferroviárias
Eventos

  

Trens turísticos

Trem do Corcovado
São João del Rei
Campos do Jordão
Ouro Preto - Mariana
Trem das Águas
Trem da Mantiqueira
Trem das Termas
Montanhas Capixabas
Barra do Rio Grande
Teleférico de Ubajara

Em projeto

Expresso Pai da Aviação
Trem ecoturístico da Mata Atlântica
Locomotiva Zezé Leone

Antigos trens turísticos

São Paulo - Santos
Cruzeiro - São Lourenço
Trem da Mata Atlântica
Trem dos Inconfidentes
Trem Curitiba - Lapa

Calendário 1987
VFCJ | Bitolinha | Lapa | Inconfidentes | Trem da Serra | Paranapiacaba
  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

  
  

Ferreofotos

• Alco RSD8 Fepasa - 29 Fev. 2016

• G12 200 Acesita - 22 Fev. 2016

• “Híbrida” GE244 RVPSC - 21 Fev. 2016

• U23C modernizadas C30-7MP - 17 Fev. 2016

• C36ME MRS | em BH | Ferronorte - 14 Fev. 2016

• Carregamento de blocos de granito na SR6 RFFSA (1994) - 7 Fev. 2016

• G12 4103-6N SR6 RFFSA - 6 Fev. 2016

• Toshiba nº 14 DNPVN em Rio Grande - 25 Jan. 2016

• Encarrilamento dos trens do Metrô de Salvador (2010) - 14 Nov. 2015

• Incêndio de vagões tanque em Mogi Mirim (1991) - 9 Nov. 2015

• Trem Húngaro nas oficinas RFFSA Porto Alegre (~1976) - 21 Out. 2015

Acompanhe no FB


Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade