Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
Mapa do trecho de Araguari a Tavares (Vianópolis) da Estrada de Ferro Goiás - EFG em 1927
Mapa do trecho de Araguari a Tavares (Vianópolis) da Estrada de Ferro Goiás - EFG em 1927

  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

   

Mapas ferroviários de 1927
Estrada de Ferro Goiás - EFG


 
Ministério da Viação e Obras Públicas - 1927
Imprensa Nacional, 1930
apresentação: Flavio R. Cavalcanti

O mapa da Estrada de Ferro de Goiás em 1927 apresenta-se rotacionado. Veja na miniatura (abaixo) a orientação correta do Norte.

EFG - Estrada de Ferro de Goiás
Extensão em tráfego até 31 de Dezembro de 1927
Linha Trecho Extensão
(km)
Linha principal de Araguari a Tavares 303,602
Ramal de Goiandira linha de Catalão, de Goiandira a Ouvidor 46,020
Total 349,622
Linhas de serviço e desvios 15,812
Mapa geral da Estrada de Ferro Goiás em 1927

« Declarado caduco o contrato da antiga Companhia Estrada de Ferro de Goiás pelo decreto nº 13.963, de 6 de Janeiro de 1920, passaram as linhas exploradas e em construção por aquela companhia a fazer parte da Estrada de Ferro Oeste de Minas, com exceção do Ramal de Araguari, que ficou sendo uma linha distinta administrada diretamente pelo governo, com a denominação de Estrada de Ferro Goiás, tendo a extensão de 207,2 quilômetros nessa época.

« Os primeiros trechos desta estrada foram abertos ao tráfego em 1911 (15 km entre Araguari e Amanhece); em 1913 e 1914, 188 km entre Amanhece e Roncador. O ramal de Goiandira a Ouvidor, já em tráfego entre Goiandira e Catalão desde 1913, teve o último trecho inaugurado em 1921. A linha tronco estende-se até Vianópolis (Tavares), no quilômetro 303 + 500 metros, estação esta inaugurada em 1924.

« A estrada se destina à capital de Goiás (a 302 km de Vianópolis) e a servir, com um ramal de aproximadamente 200 km a partir das proximidades de Anápolis, à zona demarcada para a futura capital da República.

« O ramal para Ouvidor deve prolongar-se em direção a Monte Carmelo, estabelecendo ligação com a linha tronco da Estrada de Ferro Oeste de Minas.

« Construídos esses trechos, ficará realizada a velha aspiração do Governo Provisório de ligar aos portos de Santos e Rio de Janeiro o imenso planalto central do país.

« As condições de estabelecimento de algumas destas linhas da antiga Companhia Estrada de Ferro de Goiás patenteiam os inconvenientes do regime de empreitada ou garantia de juros na base do quilômetro de linhas estudadas e projetadas pela própria companhia cessionária ou empreiteira.

« Assim, vemos essas linhas seguindo pelos estéreis divisores de águas, com a maior dificuldade para o acesso rodoviário, ou desenvolvendo-se inutilmente para contornar cabeceiras em regiões onde traçados muito mais curtos e melhores eram possíveis.

« É disso exemplo patente o contraste que apresenta a Estrada de Ferro Goiás no trecho construído por aquele regime (entre Araguari e Roncador) e nos que foram feitos pela administração do governo entre Roncador e Tavares. »

   
  

Mapa de 1927 do prolongamento previsto da Estrada de Ferro Goiás, de Tavares (Vianópolis) a Anápolis e Goiás velho
Mapa de 1927 do prolongamento previsto da Estrada de Ferro Goiás, de Tavares (Vianópolis) a Anápolis e Goiás velho
EFG - Estrada de Ferro Goiás
Locomotiva Henschel 2-8-8-4 | Locomotiva a vapor Rio Negro nº 1 do Batalhão Mauá
Histórico oficial até 1908 | Contrato de 1907 | Transferência do trecho Formiga-Arcos
Estações: 1960 | 1982 | Mapas: 1991 | 1984 | 1970 | 1965 | 1954 | 1927
Mapas ferroviários de 1927 | Ferrovias existentes
EFSLT | EF Central do Piauí | RVC | EF Central do Rio Grande do Norte | EF Petrolina - Teresina
Leopoldina Railway | EFOM | Rede Sul Mineira | EF Goiás | EF NoB | EF Tocantins
EFCB e ferrovias convergentes | Ramal de São Paulo - EFCB | Linhas e estações da EFCB
“Vias brasileiras de comunicação” | A obra de Max Vasconcelos | Gênese da obra de Max Vasconcelos
Relatório MVOP | n’A Manha...
1926: Plano Baptista | 1926: Plano Pandiá Calógeras | 1927: Plano Paulo de Frontin
Estações ferroviárias
2015 | 1986 | 1982 | 1960 | 1930
Mapas ferroviários
1991 | 1984 (RFFSA) | 1974 | 1970 | 1965 | 1954 | 1927 | 1898
Quadros das ferrovias
1960 (Nomes) | 1956 | 1954 | 1952 | 1945 | 1940-1945 | 1937 | 1927 | 1907
Planos ferroviários | Legislação

Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade