Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
  
CO-1 12 1984
CO-2 01 1985
CO-3 02 1985
CO-4 03 1985
CO-5 04 1985
CO-6 05 1985
CO-7 06 1985
CO-8 07 1985
CO-9 08 1985
CO-10 09 1985
CO-11 11 1985
CO-12 12 1985
CO-13 02 1986
CO-14 7 03 1986
CO-15 04-05 1986
CO-16 06 1986
CO-17 07-08 1986
CO-18 09 1986
CO-19 10-11 1986
CO-20 03 1987
CO-21 05 1987
CO-22 08 1987
CO-23 12 1987
CO-24 04 1988
CT-1 s/d
CT-2 3 07 1988
CT-3 1º 08 1988
CT-4 5 09 1988
CO-25 11 1988
CT-5 11 01 1989
CT-6 9 02 1989
CT-7 9 03 1989
CT-8 7 04 1989
CT-9 8 05 1989
CO-26 25 06 1989
CT-10 1º 08 1989
CT-11 25 08 1989
CT-12 25 09 1989
CT-13 15 11 1989
CT-14 13 12 1989
DC-1 28 02 1990
DC-2 20 04 1990
DC-3 20 05 1990
DC-4 26 06 1990
DC-5 7 08 1990
DC-6 12 09 1990
DC-7 25 10 1990
DC-8 10 12 1990
DC-9-10 31 01 1991
DC-11-12 6 04 1991
DC-13 6 06 1991
DC-14-15 30 06 1991
DC-16-17 31 07 1991
DC-18 5 10 1991
DC-19
DC-20 30 10 1991
DC-21 30 11 1991
CO-62 30 12 1991
CO-63 1º 02 1992
CO-64 10 03 1992
CO-65 10 04 1992
CO-66 1º 05 1992
CO-67 1º 06 1992
CO-68 1º 07 1992
CO-69 1º 08 1992
CO-70 1º 09 1992
CO-71 1º 10 1992
CO-72 1º 11 1992
CO-73 1º 12 1992
CO-74 1º 01 1993
CO-75 1º 02 1993
CO-76 1º 03 1993
CO-77 1º 04 1993
CO-78 1º 05 1993
CO-79 1º 06 1993
CO-80 1º 07 1993
CO-81 1º 08 1993
CO-82 1º 09 1993
CO-83 1º 10 1993
CO-84 1º 11 1993
CO-85 1º 12 1993
CO-86 1º 01 1994
CO-87 1º 02 1994
CO-88 1º 03 1994
CO-89 1º 04 1994
CO-90 1º 07 1994
CO-91 1º 10 1994
CO-92 1º 12 1994
CO-93 1º 02 1995
CO-94 1º 03 1995
CO-95 1º 05 1995
CO-96 1º 09 1995
CO-97 1º 11 1995
CO-98 1º 12 1995
   

Para uma história do ferreomodelismo
Centro-Oeste nº 96
1º de Setembro de 1995


 
Flavio R. Cavalcanti - Set. 2013

dkfsdjkd

 

 

Fotos

   

Artigos

  • “Trens & Modelismo” já está no número 3
  • “Em Escala” se especializa em plastimodelismo
  • Fontes de pesquisa sobre a Ituana e a Sorocabana
  • Vagão para captar energia
  • Locomotiva U20C com falha no AMV
  • Preços e catálogo de ferreomodelismo
  • Divulgação de eventos da ABPF
  • Caixas para guardar ferreomodelos e revistas
  • Painel com indicação de direção das locomotivas
  • Modificações nos AMVs
  • Glossário dos termos usados pelo Centro-Oeste
  • As locomotivas Krupp diesel-hidráulicas da EFVM e da NoB
  • Fepasa põe à venda trens abandonados
    • Cronograma do desperdício
  • Consórcio quer parte da RFFSA
  • Privatização vapt-vupt da “Malha Oeste” da RFFSA
  • Desativação isola 15 mil no Pantanal
    • Cachorro é o último habitante
    • As comunidades afetadas
  • Locomotivas GM no Brasil
  • Governo estuda trem-bala entre Rio de Janeiro e São Paulo
  • Apelidos ferroviários (II)
  • A viagem da “Baratinha” n° 502
  • O destino das locomotivas RSC3 da Paulista (CPEF)
  • A Cia. Paulista no Museu de Jundiaí (CPEF)
  • Ferreo-pintor expõe no Engenho de Dentro

Quadro de Avisos

Elétricas - A Fepasa desativou, em definitivo, as locomotivas elétricas das linhas das antigas Paulista e Araraquara. Em Bauru, em Agosto, todas as V-8 aguardavam em fila o destino final (Evaldo Alves, Jaú, SP).

Arrego - As G-12 que substituíram as elétricas nos trens de passageiros pela antiga Paulista não conseguem cumprir o horário.

Elas são lentas nas subidas e estão se avariando com facilidade. Num único final-de-semana, entre Dois Córregos e Jaú, avariaram-se 4 locos G-12 e 1 loco U20C (Evaldo Alves, Jaú, SP).

Hitachi - Por medida de segurança, a SR-4 / RFFSA reduziu de 800 para 500 toneladas a carga máxima a ser suportado pelas locomotivas Hitachi que fazem a cremalheira no trecho Paranapiacaba-Cubatão.

Os 2 únicos pares - mais as 2 de reserva - que sobraram das 12 iniciais (incluindo as diesel que chegaram a partir de 1974) já estão no fim de sua vida útil.

Ao se procurar pelos motores sobressalentes que vieram junto com as locomotivas, a RFFSA descobriu que eles, simplesmente, haviam sumido (Marcus A. Luiz, SP/SP).

Gargalo - A Fepasa não estava dando conta de escoar a safra de açúcar, por falta de locomotivas - e a SR-4 estava pior - segundo noticiário das emissoras de Santos, SP, das redes Globo, Manchete e SBT.

Cerca de 2/3 da safra tiveram que ser escoados pela via Anchieta (Joel G. Pires, SP/SP).

Caravelas - Um dos últimos trechos do ramal de Coutinho, de 1887 - o que restou da EF Caravelas, a primeira do Espírito Santo - foi retirado pela RFFSA durante o mês de Janeiro e o início de Fevereiro pp.

Resta apenas um trecho de 5,5 km entre a estação Morro Grande e o terminal intermodal da Marsal, onde se faz embarque e desembarque de blocos de mármore e granito.

A estação Coutinho - a mais antiga ainda existente no Estado - será desativada com a construção da nova estação Cachoeiro, para onde serão transferidos os terminais existentes no ramal.

E pensar que bastaria uma carta das autoridades para que o ramal tivesse sido mantido e para trazer as 5 locomotivas da Usina Victor Sense para Cachoeiro de Itapemirim... (Paulo Thiengo, informativo "Pino & Manilha", 94/Dez~95/Fev, n° 8).

Araraquara - O passeio com a Borsig alemã funciona em Domingos alternados. Reformamos novamente a máquina (4-8-0), que estava com 9 tubos vazando, quando a recebemos.

Estamos implantando na cidade de Borborema um trecho de 8 km com uma Baldwin 4-6-0 e carros de passageiros.

Estamos organizando um grupo na cidade de São Carlos, para formar nova Regional da ABPF e pôr em funcionamento uma 4-4-0 Baldwin da antiga EF Douradense.

Está difícil a ativação da loco 0-6-0T inglesa da bitola larga (Marcus Toledo, ABPF-Araraquara).

Pintura - Em Março/17 pp., flagrei a loco U20C n° 2656-8J com o novo padrão de pintura da RFFSA, seguindo para Bauru. Foi batizada com o nome de "Corumbá" (João Souza F., Castilho, SP).

Rondônia - Nossa luta já deu algum resultado, pois o passeio turístico da estação de Porto Velho até Santo Antônio (8 km), aos Domingos e feriados, já foi restabelecido - assim como o museu ferroviário voltou a abrir, inclusive aos Sábados e Domingos.

Neste mês de Junho, nossa Associação está dando apoio logístico a uma equipe de cinema da Dinamarca, que está fazendo tomadas em Porto Velho e Guajará-Mirim para um filme sobre a saga da EF Madeira-Mamoré, a ser exibido nos países escandinavos em Janeiro próximo (Luiz Leite de Oliveira, presidente da Associação de Amigos da Madeira Mamoré, Porto Velho, RO).

Troca - Comenta-se que a Fepasa poderia trocar suas locomotivas elétricas pelas U23C da SR-4 / RFFSA (Marcus A. Luiz, SP/SP).

Rondônia - Um trecho de 16 km na outra ponta da EF Madeira-Mamoré, de Guajará-Mirim até Bananeiras, foi reinaugurado em Abril/10 pp., com uma pequena litorina recuperada, para 15 passageiros.

A recuperação foi feita pela prefeitura de Guajará-Mirim, que espera inaugurar em Setembro os 26 km até Iata (Rosendo Vericat, Aracaju, SE).

Carência - Os trens de passageiros da Fepasa estão partindo sempre com atraso, no trajeto de São Paulo a Jundiaí. A RFFSA não tem locomotiva para rebocar os trens.

Os passageiros são obrigados a esperar até que outros trens cheguem, para que haja uma locomotiva disponível (Evaldo Alves, Jaú, SP).

Corrimão - Dois bebuns sem rumo deram com a via férrea e seguiram por ela. Tempos depois, o diálogo:

- <202>ta, escada comprida!

- E o corrimão é lá embaixo... (Joel G. Pires, SP/SP).

Tentugal - Com relação à locomotiva Tentugal n° 50, rodagem 0-10-0, da ABPF (CO-95/14), que a ABPF diz ter pertencido à Viação Férrea Federal Leste Brasileiro (VFFLB): - Na época, o Kelso me pediu confirmação de que tivesse pertencido à Leste.

Não encontrei nada a respeito dela nas cópias das relações de locomotivas da Leste de 1943 e 1944, que possuo. Tenho a impressão de que essa máquina não operou na Bahia.

Pode até ser que ela tenha andado por aqui, antes ou depois da década de 40 - ou em outra ferrovia baiana anterior à formação da Leste, em 1935 - mas acho que as afirmações de Eduardo Coelho e Kelso Médici é que são as mais corretas e merecem credibilidade (Alexandre Santurian, Salvador, BA).

Decapod - Também eu já havia questionado a classificação da loco n° 50 da ABPF, tal como fez Kelso Médici no CO-95/14.

Achei estranho que ninguém se pronunciasse a respeito, pois o erro foi visto por todos, já que estava no convite da festa. Valeu, Kelso! (Pedro P. Rezende, Teresópolis, RJ).

Ten-Wheeler - A locomotiva n° 233 - cuja foto foi publicada no CO-95/2 - pertenceu inicialmente à antiga EF Oeste de Minas, onde tinha o n° 128 e era destacada no depósito de Ribeirão Vermelho, MG.

Com a criação da Rede Mineira de Viação, recebeu o n° 233 e passou a pertencer ao depósito de Três Corações, MG.

Tracionava trens de carga e passageiros nos trechos de Três Corações para Passa-Quatro e para Ribeirão Vermelho.

Há alguns anos, encontra-se nas oficinas de Lavras, MG, aguardando reparação (Flávio Lage, BH/MG).

Cigarros - A Fábrica de Cigarros Luiz Szczerbowski foi fundada na cidade de Três Barras, PR, por volta de 1910.

Após a Guerra do Contestado, entre os Estados do Paraná e Santa Catarina, no período de 1912 a 1915, Três Barras passou para o território catarinense, conforme a demarcação realizada ao fim do conflito.

Esta é apenas uma parte do que se pode descobrir, quando há dedicação ao estudo do que se coleciona - no caso, embalagens de cigarros.

Há notícias não-confirmadas de que esta fábrica produziu 4 marcas, mas apenas 2 eu conheço - "Três Barras" e "Rio Tigre", a mim presenteadas por Estanislau Ienzura, um antigo amigo e colega de trabalho, que não era colecionador, mas mesmo assim conservou estes exemplares com muito carinho.

Nessas 2 embalagens, o tema da ilustração são aspectos da estrada de ferro que atendia à fábrica inglesa em Três Barras, PR, no ano de 1910 (Ariel Schneider, A&M n° 39).

Treliça - A Universidade de São Paulo (USP) em São Carlos está fazendo pontes em treliça de madeira de eucalipto para uso em rodovias e ferrovias, segundo o telejornal Bom-Dia SP, 95/Maio/03 (Joel G. Pires, SP/SP).

Cartão - O pátio da EF Madeira-Mamoré em Porto Velho, RO, com a loco a vapor pronta para partir e o rio Madeira ao fundo, foi o tema fotográfico de um dos cartões telefônicos de 50 ligações lançados, este ano, pela Telebrás (José E. Buzelin, BH/MG).

Dash-9 - Saíram da Gevisa (General Electric + Villares), em Campinas, 95/Maio, duas locomotivas diesel-elétricas Dash-9, de última geração e alta potência de tração, encomendadas pela EF Vitória a Minas, da Cia. Vale do Rio Doce.

As Dash-9, n° 1101 e 1102, passaram por Campinas rebocadas por uma U20C da Fepasa e estavam apoiadas em truques falsos de bitola larga. Seus truques verdadeiros, de bitola métrica, vieram em cima de pranchas, cobertos com lona. Seguiram para Jundiaí, onde a RFFSA daria prosseguimento à entrega em seu destino (Vanderlei Zago, Campinas, SP).

Americanos - Obtive a informação de que os 3 trens-unidade norte-americanos da Sorocabana - 4, segundo a lista de material rodante da EFS em 1961 - foram baixados no mesmo ano que os 2 trens-unidade diesel Ouro Branco, na década de 60.

Os funcionários da Fepasa que me deram a informação de que os Toshiba faziam viagens de longo percurso juraram que não eram as triplex americanas.

Disseram também que, após a destruição dos bancos de curvim pelos usuários, foram substituídos por bancos de palhinha e de madeira, até sua reforma em 1985.

Agora, também fiquei em dúvida, pois são informações de terceiros, sendo que um dos informantes trabalhou na reforma desses trens (Lourenço Paz, SP/SP).

Baratinhas - Pelo que sei, as "Baratinhas" não foram desativadas - mas já dá para perceber que há poucas.

As chamadas "Cascudinhas" desapareceram (Evaldo Alves, Jaú, SP).

Sugestão - Quem for ao Beto Carrero World, em Penha, SC, por favor escreva no livro de sugestões para eles comprarem e usarem uma locomotiva a vapor de Tubarão, ex-EF Dona Teresa Cristina, ao invés da "vaporosa" atual, movida a motor diesel (Maria Schneider, Lages, SC).

Mista - Entre Bauru e Airosa Galvão, região de Jaú, vai ser colocado o terceiro trilho, possibilitando que os trens das antigas Noroeste e Sorocabana cheguem ao porto de Pederneiras (Evaldo Alves, Jaú, SP).

Classes - Os carros de passageiros da Fepasa estão sendo reclassificados como de Primeira e Segunda - em substituição a Classe Econômica e Expresso (Evaldo Alves, Jaú, SP).

Barra Bonita - A situação do trem de Barra Bonita (CO-95/36) é mesmo lamentável. Não me conformo. Reclamei na ABPF e soube que pelo menos a locomotiva será levada de volta para Campinas (Evaldo Alves, Jaú, SP).

Tijolada - A Fepasa tirou de circulação o terrível trem de passageiros da linha Marília - Panorama - Marília (CO-90/24), que era formado por 10 gôndolas carregadas de tijolos e apenas 2 carros de passageiros.

Em seu lugar, a Fepasa prolongou o percurso do trem PP-7 até Panorama. Antes, o PP-7 ia só até Marília, com saída de São Paulo às 23h.

Com isso, o trem da ex-Paulista ficou com 3 horários para Panorama; e mais o trem PP-3, de São Paulo a Bauru.

Esses trens estão circulando com uma média de 4 a 6 carros, mais o restaurante (Evaldo Alves, Jaú, SP).

Carga - O empresário Olacir de Moraes vive afirmando que na sua Ferronorte não haverá trens de passageiros (Joel G. Pires, SP/SP).

Bondes - O Museu da CMTC (Av. Cruzeiro do Sul, 780) está "privatizado", nas mãos do Serviço Nacional de Aprendizado nos Transportes (Senat), e o atendimento está ótimo. Dá para pensar.

O Ismael foi ótimo, só que eu já conheço tudo por lá. Só tinha dúvidas quanto à bitola dos bondes de São Paulo, SP - é mesmo a bitola padrão, 1,435 m (Joel G. Pires, SP/SP).

Relento - A estação de Brotas, na linha da ex-Cia. Paulista, foi fechada. Agora, os passageiros precisam adquirir as passagens no próprio trem.

O pior é que os candidatos a passageiros não têm mais como saber se o trem está ou não circulando no horário (Evaldo Alves, Jaú, SP).

Brazil - Tornei-me o correspondente brasileiro da revista alemã Dampf & Reise, que só trata de ferrovias de fora da Alemanha.

Encomendaram-me uma matéria um tanto complexa sobre a história e atualidade das nossas ferrovias, com mapas, fotos, listas de locos, dicas turísticas etc.

Já faz mais de 1 anos que estou trabalhando nisso, pois o assunto é realmente de se escrever bastante. Será publicado em 2 ou 3 capítulos.

É extremamente positivo ter encontrado essa oportunidade de poder divulgar notícias do Brasil. Quem sabe, elas acabem despertando interesse, afinal, D&F tem muitos leitores fora da Alemanha, em especial na Itália, Holanda, Dinamarca, Suíça, África do Sul, Namíbia, Japão, República Tcheca e Polônia, entre outros.

Um artigo sobre o Vietnã teve tanta repercussão, que acabaram criando promoções turísticas para europeus descobrirem o Vietnã de trem. Quem sabe, o Brasil acaba se tornando outro alvo para safáris fotográficos (Guntram Hereth, SP/SP).

«» ª • — “”
Centro-Oeste
CO-1 | CO-2 | CO-3 | CO-4 | CO-5 | CO-6 | CO-7 | CO-8 | CO-9 | CO-10 | CO-11 | CO-12 | CO-13
CO-14 | CO-15 | CO-16 | CO-17 | CO-18 | CO-19 | CO-20 | CO-21 | CO-22 | CO-23 | CO-24
CT-1 | CT-2 | CT-3 | CT-4 | CO-25 | CT-5 | CT-6 | CT-7 | CT-8 | CT-9 | CO-26 | CT-10 | CT-11
CT-12 | CT-13 | CT-14 | DC-1 | DC-2 | DC-3 | DC-4 | DC-5 | DC-6 | DC-7 | DC-8 | DC-9-10
DC-11-12 | DC-13 | DC-14-15 | DC-16-17 | DC-18 | DC-19 | DC-20 | DC-21 | CO-62 | CO-63
CO-64 | CO-65 | CO-66 | CO-67 | CO-68 | CO-69 | CO-70 | CO-71 | CO-72 | CO-73 | CO-74 | CO-75
CO-76 | CO-77 | CO-78 | CO-79 | CO-80 | CO-81 | CO-82 | CO-83 | CO-84 | CO-85 | CO-86 | CO-87
CO-88 | CO-89 | CO-90 | CO-91 | CO-92 | CO-93 | CO-94 | CO-95 | CO-96 | CO-97 | CO-98
Catálogo 1987 | Catálogo 1988 | Catálogo 1990 | Catálogo 1991/1992
Índice | Folheto
   

Ferreofotos

• Estação Aimorés - Trem Vitória a Minas - 27 Set. 2017

• EFSPRG - A ferrovia na guerra do Contestado - 25 Set. 2017

• Toshiba DNPVN - Porto do Rio Grande - 11 Jul. 2017

• A volta da locomotiva "Velha Senhora" (1981) - 18 Fev. 2017

• Reconstrução da Rotunda de São João del Rei (1983-1984) - 8 Dez. 2016

• Trem do centenário do cerco da Lapa (1993) - 2 Dez. 2016

• Embarque de blindados em vagões Fepasa (1994) - 27 Nov. 2016

• Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 23 Nov. 2016

• G12 canadenses “espartanas” nº 4103-4196 na ALL - 7 Set. 2016

• Locomotivas “Loba” GE 1-C+C-1 nº 2001 a 2025 Fepasa - 5 Set.. 2016

  

Ferreomodelismo

• Backlight em maquetes de ferreomodelismo - 5 Nov. 2017

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

  
 
Centro-Oeste
CO-1 | CO-2 | CO-3 | CO-4 | CO-5 | CO-6 | CO-7 | CO-8 | CO-9 | CO-10 | CO-11 | CO-12 | CO-13
CO-14 | CO-15 | CO-16 | CO-17 | CO-18 | CO-19 | CO-20 | CO-21 | CO-22 | CO-23 | CO-24
CT-1 | CT-2 | CT-3 | CT-4 | CO-25 | CT-5 | CT-6 | CT-7 | CT-8 | CT-9 | CO-26 | CT-10 | CT-11
CT-12 | CT-13 | CT-14 | DC-1 | DC-2 | DC-3 | DC-4 | DC-5 | DC-6 | DC-7 | DC-8 | DC-9-10
DC-11-12 | DC-13 | DC-14-15 | DC-16-17 | DC-18 | DC-19 | DC-20 | DC-21 | CO-62 | CO-63
CO-64 | CO-65 | CO-66 | CO-67 | CO-68 | CO-69 | CO-70 | CO-71 | CO-72 | CO-73 | CO-74 | CO-75
CO-76 | CO-77 | CO-78 | CO-79 | CO-80 | CO-81 | CO-82 | CO-83 | CO-84 | CO-85 | CO-86 | CO-87
CO-88 | CO-89 | CO-90 | CO-91 | CO-92 | CO-93 | CO-94 | CO-95 | CO-96 | CO-97 | CO-98
Catálogo 1987 | Catálogo 1988 | Catálogo 1990 | Catálogo 1991/1992
Índice | Folheto
Publicações da história do ferreomodelismo brasileiro
Manual Atma CA | Manual Atma CC | Sport Modelismo | EFOM | Informativo Frateschi | Apontamentos
Ferrovias para você construir | Estatutos da SBF | Catálogos Frateschi | Esporte Modelismo | Centro-Oeste
Catálogo Miniaturas Artesanais | Catálogo Model / Hobbylândia | Catálogo History | Ferrovia | Revista Ferroviária
Revista Brasileira de Ferreomodelismo | Informativo AFRJ | Escala Dupla | Escala UMM | Composição
Dormente de Ferro | Taipin | Dormente de Ferro | Trem de Ferro | SD40-2 | Jornal do Ferreomodelista
Guindastes ferroviários no Brasil | ABC do Ferreomodelismo | Como divulgar o hobby?
Publicações marcam períodos de expansão | Centro-Oeste inaugura sua tipografia eletrônica | Publicações listadas até 1991

Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade