Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
Fixação da bobina dos desvios embaixo da base dos trilhos da maquete

Arco da velha

Este projeto tem 30 anos: - Saiu na Model Railroader em abril/1964.

A MR republicou-o na seção de consultas, em junho/1972, há 20 anos. Foi este exemplar que, em 1988, recebi do amigo Agenor (FRC).

  

Ferreomodelismo

• Backlight em maquetes de ferreomodelismo - 5 Nov. 2017

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

  

Ferreofotos

• Estação Aimorés - Trem Vitória a Minas - 27 Set. 2017

• EFSPRG - A ferrovia na guerra do Contestado - 25 Set. 2017

• Toshiba DNPVN - Porto do Rio Grande - 11 Jul. 2017

• A volta da locomotiva "Velha Senhora" (1981) - 18 Fev. 2017

• Reconstrução da Rotunda de São João del Rei (1983-1984) - 8 Dez. 2016

• Trem do centenário do cerco da Lapa (1993) - 2 Dez. 2016

• Embarque de blindados em vagões Fepasa (1994) - 27 Nov. 2016

• Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 23 Nov. 2016

• G12 canadenses “espartanas” nº 4103-4196 na ALL - 7 Set. 2016

• Locomotivas “Loba” GE 1-C+C-1 nº 2001 a 2025 Fepasa - 5 Set.. 2016

  

Ferrovias

• Locomotiva GE U23C nº 3902 RFFSA - 8 Out. 2017

• Trem Vitória - Belo Horizonte - pontos de venda - 2 Out. 2017

• Horários do Trem Vitória - Belo Horizonte - 28 Set. 2017

• Litorinas Budd RDC no Brasil - 27 Set. 2017

• Trem das Águas - ABPF Sul de Minas - 15 Set. 2017

• Fases de pintura das locomotivas English Electric EFSJ / RFFSA - 2 Mai. 2017

• A Velha Senhora no trem da Luz a Paranapiacaba (1985) - 22 Fev. 2017

• Horários do Trem turístico S. João del Rei - 6 Dez. 2016

• Trens especiais Curitiba - Pinhais (1991) - 29 Nov. 2016

• Trem turístico a vapor Curitiba - Lapa (1986) - 26 Nov. 2016

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

  

Trens turísticos

Trem do Corcovado
São João del Rei
Campos do Jordão
Ouro Preto - Mariana
Trem das Águas
Trem da Mantiqueira
Trem das Termas
Montanhas Capixabas
Barra do Rio Grande
Teleférico de Ubajara

Em projeto

Expresso Pai da Aviação
Trem ecoturístico da Mata Atlântica
Locomotiva Zezé Leone

Antigos trens turísticos

São Paulo - Santos
Cruzeiro - São Lourenço
Trem da Mata Atlântica
Trem dos Inconfidentes
Trem Curitiba - Lapa

Calendário 1987
VFCJ | Bitolinha | Lapa | Inconfidentes | Trem da Serra | Paranapiacaba
  

Trens de passageiros

Vitória - Belo Horizonte
São Luís - Parauapebas

Antigos trens de passageiros

Xangai
Barrinha
Expresso da Mantiqueira
Barra Mansa a Lavras
Trem de Prata
Trem Húngaro
Automotrizes Budd
Litorinas Fiat
Cruzeiro do Sul
Trem Farroupilha
Trem de aço da Paulista

Plataforma de embarque: 1995

Trens turísticos e passeios ferroviários
Trens de passageiros
Museus ferroviários
Maquetes ferroviárias
Eventos

  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014

  

Ferreomodelismo

• Backlight em maquetes de ferreomodelismo - 5 Nov. 2017

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

   

Maquete de ferreomodelismo
Um diorama, se não há espaço! (VI)


 
Flávio R. Cavalcanti – Centro-Oeste n° 64 (10-Mar-1992)

Esconder a caixa de bobinas dos Aparelhos de Mudança de Via (AMVs) é uma entre várias exigências que estabeleci para mim mesmo. Não me parece aceitável, uma mini-ferrovia com aquelas monstruosidades por toda parte, ao lado de cada AMV.

A caixa de bobinas é um mecanismo usado por fabricantes dos melhores países. Muitos também oferecem a opção econômica, da caixa manual, sem mecanismo elétrico. No Brasil, a Atma oferecia as 2 opções.

Alguns fabricantes oferecem uma terceira opção, mais sofisticada: um mecanismo elétrico pronto para ser instalado debaixo da linha. A sofisticação pode ir ao ponto do AMV ser acionado vagarosamente, como ocorre em muitas ferrovias-protótipo.

Para um diorama com apenas 3 AMVs, não seria difícil, nem caro, obter o mecanismo mais sofisticado, pronto para instalar debaixo da via, com direito a um acionamento suave e lento.

Mas sou aficcionado das soluções próprias. O desafio de "fazer" é muito mais interessante do que comprar pronto. Optei por usar AMVs Frateschi, escondendo a caixa de bobinas.

    Detalhe do desvio dos trilhos

Definições

Vamos acertar alguns termos, que serão usados sempre com o mesmo significado:

Agulhas - Os trechos de trilho que se movem para a esquerda ou para a direita (Fig. 2).

Trave - O "dormente móvel" que leva as agulhas para a esquerda e para a direita (Fig. 2).

Lingüeta - Os 2 dormentes que cercam a trave são unidos por 1 lingüeta, por baixo da trave, exatamente no centro da linha (Fig. 1).

Haste - A haste que sai da caixa de bobinas, movimentando a trave das agulhas. Nos antigos AMVs Frateschi, era um arame de aço; nos atuais, um filete de plástico (Fig. 6).

    Detalhe de funcionamento de desvio dos trilhos

Resumo

A Figura 6 resume o funcionamento do projeto: um ponteiro vertical, girando em torno de um pivô situado a meia-altura, transmite o movimento da caixa de bobinas para as agulhas.

O ponteiro deve ter um rasgo na extremidade inferior, para encaixar a haste da caixa de bobinas. Quando a haste vira para a direita, a ponta superior do ponteiro move as agulhas para a esquerda. E vice-versa (Fig. 4).

    Detalhe do acionamento do desvio dos trilhos

A caixa de bobinas fica embaixo da linha, de cabeça para baixo. É necessário um calço de 4 mm, para firmar a caixa do AMV antigo, aparafusada nesta posição.

Preparação

O primeiro passo é assentar as linhas provisoriamente, inclusive o leito de cortiça, sobre a base de compensado.

Desenhe no compensado o contorno da cortiça. Isso ajuda a recolocar tudo do mesmo jeito, mais tarde.

Marque no compensado a localização exata da trave de cada AMV. Debaixo de cada trave, será preciso abrir um rasgo no compensado (Fig. 5).

Uma forma simples de abrir esse rasgo, é fazer 2 furos. Comece com uma broca pequena; depois, alargue os furos com uma broca de 3/8'' (10 mm). Por um desses furos, passe a lâmina da serra elétrica, e corte até o outro furo.

O passo seguinte é assentar e fixar o leito (cortiça) e a linha. Nesta fase, faz-se o rasgo correspondente na cortiça, com faca Olfa. Procure fazê-lo o menor possível, tanto na largura como no comprimento.

A largura ideal, para o rasgo na cortiça, é de menos de 10 mm - o espaço dos 2 dormentes que cercam a trave das agulhas. O comprimento ideal, é um pouco menos de 25 mm.

    Funcionamento do acionador do desvio dos trilhos

Com essas medidas, o rasgo na cortiça ficará completamente escondido, exatamente onde não precisa haver lastro (empedramento da linha).

Tenha cuidado, para que o rasgo na cortiça não fique pequeno demais. Uma boa precaução é já preparar e colar - nesta fase - o "arco quadrado" que irá debaixo de cada trave.

Arco quadrado

A ponta do ponteiro não deve ser encaixada no prolongamento lateral da trave das agulhas. O prolongamento da trave pode ser empurrado para cima, e emperrar.

    Fixação da bobina de desvio dos trilhos da maquete

O ideal era o ponteiro encaixar diretamente no centro da trave, onde seria feito um furo vertical. Porém, exatamente no centro, existe uma lingüeta por baixo da trave, unindo os 2 dormentes vizinhos (Fig. 1).

Resisti à tentação de cortar fora a lingüeta pois, sem ela, a trave pode perder o prumo e emperrar.

A solução é colar um "arco" sob a trave. Esse "arco" contorna a lingüeta por baixo, podendo então receber livremente a ponta do ponteiro (Fig. 3).

O "arco quadrado" é cortado dos dormentes de uma grade rígida Frateschi, geralmente a grade ref. 4045 ou 4055 (Fig. 2, Detalhe). Pode ter 4 a 5 mm de altura total; e deve ser atravessado por um furo vertical, no centro, para receber a ponta do ponteiro, sem ser forçado para cima.

    Funcionamento do desvio dos trilhos da maquete

Use Super-Bonder (ou similar) para colar o arco embaixo da trave das agulhas. Uma vantagem adicional, é que confere maior rigidez à trave - a meu ver, muito flexível.

Retoques

Antes de fixar o AMV na maquete, pode-se dar alguns retoques, a critério de cada um.

O primeiro, é cortar fora aqueles 2 retângulos de plástico na lateral reta do AMV, para a fixação original da caixa de bobinas. Com algum trabalho extra, pode-se deixar o equivalente a 2 pontas de dormente.

    Mecanismo de acionamento dos desvios da maquete

Outra questão, é o que fazer do prolongamento lateral da trave. Pode-se cortá-lo, ou aproveitá-lo para instalar um mecanismo copiado das ferrovias-protótipo - como o "queijo".

Bloco

É melhor fixar a caixa de bobinas num bloco de madeira, do que diretamente no compensado. Como usei caixa de bobinas do antigo AMV, os blocos medem apenas 60 mm.

Bastam 2 parafusos para fixar cada bloquinho ao compensado. Fiz 2 furos em cantos opostos (diagonal).

A fixação do bloquinho embaixo do compensado, já com a caixa de bobinas e o ponteiro, é o último passo. A posição deve ser verificada com cuidado, para certificar-se de que o sistema funciona bem.

    Posição da bobina de desvio dos trilhos na maquete

Essa parte foi feita com toda comodidade, numa escrivaninha. A base das linhas - recortada em compensado - ainda estava solta do resto da estrutura.

Mesmo numa grande maquete, onde a base das linhas tenha de permanecer fixada, o ajuste e fixação do bloquinho embaixo do compensado não é tão difícil. Segura-se o bloquinho firmemente, faz-se alguns testes preliminares, e vai-se marcando o local com lápis. Depois, marca-se o local dos parafusos sob o compensado, passando um grafite pelos 2 furos do bloquinho.

Caixa de bobinas

Não perdi muito tempo pensando na caixa de bobinas do atual AMV Frateschi - a qual tem 91 mm de comprimento, e nenhum furo para fixação com parafusos. Parti diretamente para a caixa do antigo AMV, com apenas 57 mm de comprimento, e 2 furos muito convenientes.

Só tive que improvisar um calço com cerca de 4 mm de espessura, para dar firmeza à fixação com parafusos.

A "frente" da caixa de bobinas - o lado por onde sai a haste - deve ficar bem rente à borda do bloco de madeira.

Note que o conjunto (bloco + bobinas + ponteiro) não precisa ficar embaixo do AMV, apontando na mesma direção que as agulhas. Pode ficar adiante do AMV, vindo em direção a ele - desde que mantenha o alinhamento com a reta.

Isso é necessário, quando uma coluna (da infra-estrutura da maquete) não permite a localização convencional.

Ponteiro

O ideal para o corpo do ponteiro é uma peça de estireno com cerca de 1,25 mm de espessura. Apresenta rigidez suficiente e é muito melhor - para trabalhar - do que o material do "arco quadrado" (dormente de grade rígida).

Com uma lima chata, rapidamente se abrem 2 sulcos longitudinais, nas extremidades do ponteiro: um, para encaixar a ponta de alfinete; e outro, vasado, que será a fenda para encaixar a haste da caixa de bobinas.

A ponta é um alfinete sem cabeça, cortada fora com um alicate comum. Encaixe o alfinete na fenda, com a ponta para fora, e cole com Super-Bonder.

    Agulha que irá acionar o desvio dos trilhos na maquete

O pivô de giro do ponteiro é outro alfinete. Deve ficar uma folga, para a cabeça do alfinete não entravar o movimento do ponteiro. O furo no ponteiro também deve ter folga.

Medidas do ponteiro

Resta definir as medidas do ponteiro: o comprimento da fenda para encaixe da haste; o comprimento da ponta de alfinete; e a localização do furo central, para o pivô.

Lembre, também, que o centro de giro tem 2 localizações: uma no corpo do ponteiro (furo); e outra no bloco de madeira (alfinete). É preciso calcular as 2 com igual atenção.

No diorama, de um modo geral, encontrei uma distância de cerca de 35 mm, do arco até a haste da caixa de bobinas. Portanto, comecei cortando o ponteiro (corpo plástico) com 35 mm.

Embaixo, fiz a fenda com 5 a 7 mm. No alto, fixei a ponta do alfinete com 5 a 7 mm para fora do plástico (Fig. 9).

    xxxxxxx

O centro exato do ponteiro seria 17,5 mm abaixo da ponta de alfinete. Portanto, fiz o furo do pivô cerca de 2 mm abaixo desse centro. Assim, a ponta de alfinete penetraria uns 2 mm no arco; e a haste da caixa de bobinas ficaria a uns 2 mm do limite da fenda.

Tudo isso varia de uma para outra maquete, conforme o material usado: a espessura do compensado; a espessura da cortiça; a espessura do bloco de madeira; e a altura real do "arco quadrado" (subtrair 1 mm da lingüeta!).

E, por mais perfeitas que sejam as medidas, a única coisa certa é contar com certa margem de erro.

Duas coisas compensam a margem de erro: (a) A fenda na extremidade inferior do ponteiro, deixando uma boa faixa de alturas para encaixe da haste; e (b) O espaço para a ponta do ponteiro, que tanto pode terminar dentro do plástico do arco, como pode ultrapassá-lo um pouco.

«» ª … •’ — “”
Escondendo a caixa de bobinas dos AMVs | Alternativas & considerações | Vídeo do funcionamento
Um diorama, se não há espaço!
Estrutura | Dicas | Escondendo as bobinas | Relevo | Situação atual
Maquetes & idéias
AMF | CMMF | SBF | EF Nova Neuffer | EF Vale do Aço | Opções & desafios
Maquete no teto | Ferreo Clube do ABC | Terceira dimensão
Maquete O / On30 para trens Lionel | EF Pireneus-Paranã | EF Paranaíba-Aragarças
Diorama | Diorama quadro a quadro
Dicas técnicas
Gabarito lateral em curva | Curvas e material rodante | AMVs e material rodante | Limpeza dos trilhos
Dicas para decoração
Relevo em gesso ou papel | Lastro para os trilhos | Construções em papel cartão | Material decorativo
Como fazer árvores | Túnel para maquete | Portal de túnel em resina
Mineração de ferro | Galpão para locomotivas
Dicas básicas
7 dicas importantes | Decálogo do ferreomodelista | Uma injeção de realismo em sua mini-ferrovia
   

Trens turísticos

Trem do Corcovado
São João del Rei
Campos do Jordão
Ouro Preto - Mariana
Trem das Águas
Trem da Mantiqueira
Trem das Termas
Montanhas Capixabas
Barra do Rio Grande
Teleférico de Ubajara

Em projeto

Expresso Pai da Aviação
Trem ecoturístico da Mata Atlântica
Locomotiva Zezé Leone

Antigos trens turísticos

São Paulo - Santos
Cruzeiro - São Lourenço
Trem da Mata Atlântica
Trem dos Inconfidentes
Trem Curitiba - Lapa

Calendário 1987
VFCJ | Bitolinha | Lapa | Inconfidentes | Trem da Serra | Paranapiacaba
  

Trens de passageiros

Vitória - Belo Horizonte
São Luís - Parauapebas

Antigos trens de passageiros

Xangai
Barrinha
Expresso da Mantiqueira
Barra Mansa a Lavras
Trem de Prata
Trem Húngaro
Automotrizes Budd
Litorinas Fiat
Cruzeiro do Sul
Trem Farroupilha
Trem de aço da Paulista

Plataforma de embarque: 1995

Trens turísticos e passeios ferroviários
Trens de passageiros
Museus ferroviários
Maquetes ferroviárias
Eventos

  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014

  

Ferreomodelismo

• Backlight em maquetes de ferreomodelismo - 5 Nov. 2017

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

  

Ferreofotos

• Estação Aimorés - Trem Vitória a Minas - 27 Set. 2017

• EFSPRG - A ferrovia na guerra do Contestado - 25 Set. 2017

• Toshiba DNPVN - Porto do Rio Grande - 11 Jul. 2017

• A volta da locomotiva "Velha Senhora" (1981) - 18 Fev. 2017

• Reconstrução da Rotunda de São João del Rei (1983-1984) - 8 Dez. 2016

• Trem do centenário do cerco da Lapa (1993) - 2 Dez. 2016

• Embarque de blindados em vagões Fepasa (1994) - 27 Nov. 2016

• Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 23 Nov. 2016

• G12 canadenses “espartanas” nº 4103-4196 na ALL - 7 Set. 2016

• Locomotivas “Loba” GE 1-C+C-1 nº 2001 a 2025 Fepasa - 5 Set.. 2016

  

Ferrovias

• Locomotiva GE U23C nº 3902 RFFSA - 8 Out. 2017

• Trem Vitória - Belo Horizonte - pontos de venda - 2 Out. 2017

• Horários do Trem Vitória - Belo Horizonte - 28 Set. 2017

• Litorinas Budd RDC no Brasil - 27 Set. 2017

• Trem das Águas - ABPF Sul de Minas - 15 Set. 2017

• Fases de pintura das locomotivas English Electric EFSJ / RFFSA - 2 Mai. 2017

• A Velha Senhora no trem da Luz a Paranapiacaba (1985) - 22 Fev. 2017

• Horários do Trem turístico S. João del Rei - 6 Dez. 2016

• Trens especiais Curitiba - Pinhais (1991) - 29 Nov. 2016

• Trem turístico a vapor Curitiba - Lapa (1986) - 26 Nov. 2016

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

  

Byteria

Acompanhe no FB

Aparelho de Mudança de Via - AMV - trilhos de "desvio"
Evite problemas no AMV | Alimentação de trilhos no AMV | As ligações do AMV | Vagão limpa-trilhos | AMVs e material rodante
Protetor de "desvios" da Associação Mineira de Ferreomodelismo (1986) | Esconda as bobinas dos AMVs

Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade