Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
  

Ferreofotos

• Alco RSD8 Fepasa - 29 Fev. 2016

• G12 200 Acesita - 22 Fev. 2016

• “Híbrida” GE244 RVPSC - 21 Fev. 2016

• U23C modernizadas C30-7MP - 17 Fev. 2016

• C36ME MRS | em BH | Ferronorte - 14 Fev. 2016

• Carregamento de blocos de granito na SR6 RFFSA (1994) - 7 Fev. 2016

• G12 4103-6N SR6 RFFSA - 6 Fev. 2016

• Toshiba nº 14 DNPVN em Rio Grande - 25 Jan. 2016

• Encarrilamento dos trens do Metrô de Salvador (2010) - 14 Nov. 2015

• Incêndio de vagões tanque em Mogi Mirim (1991) - 9 Nov. 2015

• Trem Húngaro nas oficinas RFFSA Porto Alegre (~1976) - 21 Out. 2015

  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Ferreomodelismo

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• As locomotivas Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

• A maquete do Trem turístico Ouro Preto - Mariana (Trem da Vale) - 12 Out. 2013

  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

   
A locomotiva diesel-hidráulica GM DH-1 na pintura GM, ao ser entregue pela Sorocabana à RVPSC
A locomotiva diesel-hidráulica GMDH-1 na pintura GM, ao ser entregue pela Sorocabana à RVPSC

Locomotivas diesel-hidráulicas
O protótipo GM DH-1 no Brasil


 
Flavio R. Cavalcanti - 5 Jun. 2015
Pesquisa: Chris R.

Desenvolvido pela General Motors do Canadá (GMD) no final da década de 1950, o protótipo de locomotiva diesel-hidráulica modelo GMDH-1 (nº GMDD-600) percorreu o hemisfério americano de norte a sul, antes de se fixar no Rio Grande do Sul, onde “viveu” até 1973, pelo menos.

Na prosa retumbante do press-release da General Motors, o protótipo teria passado por “extensivas provas de funcionamento e operação nas mais adversas e variadas condições de serviço, com excelentes resultados”, no Canadá e na Colômbia, antes de chegar ao Brasil para “demonstração” nas ferrovias que se dispusessem a testá-lo.

Em Fev. 1960, a Revista Ferroviária registrava o início de um contrato de demonstração de 3 meses, entre a GM e a Estrada de Ferro Sorocabana, que receberia instrutores e peças de reposição, cabendo-lhe arcar apenas com o combustível e com a mão de obra de operação e manutenção.

A apresentação transcrita pela Revista Ferroviária dava conta de que o modelo GMDH-1, tipo B-B, de 700 HP, com 56 ton. de peso total, era equipado com dois motores diesel GM-110, superalimentados, cada um dos quais acoplado a um truque por uma transmissão hidráulica Torqmatic, do tipo conversor de conjugado, GM-Allison CRT-5634. Sua velocidade máxima era de 64 km/h.

Sob encomenda, o modelo GMDH-1 poderia ser equipado com dois motores diesel GM-71 de 8 cilindros ou com dois motores GM-71 de 12 cilindros, ficando então com a potência de 550 HP ou de 800 HP.

Com apenas 14 ton. de carga por eixo, a locomotiva se prestaria à tração de trens também em linhas subsidiárias ou em ramais cuja via permanente ainda não estivesse em condições de suportar maior peso.

Como “novidade”, o único posto de comando, ou controller, da locomotiva era fixado a um braço móvel que podia ser voltado para um lado ou para o outro, permitindo ao maquinista sentar-se de qualquer lado da cabina de comando para dirigir a locomotiva em qualquer sentido, já que a cabine tipo domo proporcionava ampla visibilidade em todas as direções [“Nova locomotiva diesel em domonstração na EF Sorocabana”. RF, Fev. 1960].

Anunciava-se ali que já havia negociações com a RFFSA para testá-la, mas tarde, em suas diversas ferrovias.

Em sintonia com o desenvolvimentismo do governo JK que terminava, a GM também acenava com a possibilidade de fabricar a locomotiva no Brasil.

Tenha a EFS gostado muito da experiência, ou demorado muito as negociações com a RFFSA — ou por outro motivo qualquer — o contrato de 3 meses prolongou-se por 7 meses, e só em 2 Set. 1960 o protótipo foi entregue à RVPSC em uma solenidade relizada na estação Júlio Prestes.

Até então, a locomotiva tinha sido empregada na linha de Mairinque a Santos; nos ramais de Campinas e de Juquiá; na linha tronco, desde Assis até Presidente Epitácio; e ainda em manobras nos pátios de Barra Funda, Mairinque, Samaritá e Assis [“Nova locomotiva diesel-hidráulica agora em demonstração na RV Paraná – Santa Catarina”. RF, Set. 1960].

De acordo com Eduardo Coelho, mais tarde o protótipo foi testado nas linhas da VFRGS, onde acabou ficando em definitivo, embora nenhum outro exemplar tenha sido encomendado [“A diesel hidráulica GM no Brasil”. Eduardo Coelho, RF, ????].

Ao que se depreende dos sites canadenses, os registros de fábrica situam a venda à RFFSA em Maio de 1962.

A planta da “Viação Férrea”, datada de 1969, confirma que pelo menos até essa data a locomotiva ainda operava no Rio Grande do Sul, com o nº 6031.

Elimar Campos, que trabalhava nas Oficinas de Pestana havia quase um ano, afirma que no início de 1973 a locomotiva, então apelidada “Robô”, deixou de funcionar e foi encostada em definitivo, vindo a ser sucateada em data posterior.

«» ª … •’ — “”
   

Trens de passageiros

Vitória - Belo Horizonte
São Luís - Parauapebas

Antigos trens de passageiros

Xangai
Barrinha
Expresso da Mantiqueira
Barra Mansa a Lavras
Trem de Prata
Trem Húngaro
Automotrizes Budd
Litorinas Fiat
Cruzeiro do Sul
Trem Farroupilha
Trem de aço da Paulista

Plataforma de embarque: 1995

Trens turísticos e passeios ferroviários
Trens de passageiros
Museus ferroviários
Maquetes ferroviárias
Eventos

  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

  

Legislação

• Estrutura da Valec - Decreto 8.134, de 28 Out. 2013

• “Open access” e atuação da Valec - Decreto 8.129, de 23 Out. 2013

• Sistema Nacional de Viação - Lei 12.379, de 6 Jan. 2011

• Aviso RFFSA - Trens turísticos - 7 Out. 1992

Moedas | Medidas

Acompanhe no FB

 

Desenho, medidas e especificações da locomotiva diesel-hidráulica GM DH-1 na planta da “Viação Férrea” / RFFSA
Desenho, medidas e especificações da locomotiva diesel-hidráulica GMDH-1 na planta da “Viação Férrea” / RFFSA
GM DH-1 no Brasil
Canadá | O fim da “Robô” | Fontes & fotos | Ferreomodelo
Locomotivas: desenhos, especificações, numeração
ALL (2002) | SR-6 | SR-5 | SR-2 | SR-3 | RFFSA | Fepasa | Elétricas CPEF
GE-Brasil | GM | Alco | Codificação brasileira | As novas...
Estrada de Ferro Sorocabana
Minissaia | AS616 | DH Krupp | Ouro Branco | GMDH1 | Henschel 0-8-0 nº 71 a 78
Vagão prancha rebaixado | Guindaste GF-104L | Guindaste GF-110L | Grua | Desmontado
Restaurante série 800
Mapas: 1995 | 1984 | 1970 | 1954 || 1907: Ituana | Sorocabana || 1898
Estações:
1986: Pai Matias | Samaritá | São Vicente | Ana Costa | Estuário
Pedro Taques | Mongaguá | Vila Atlântica | Camburiú | Peruíbe
1982 | 1960 || Ituanas | Piquerobi | Presidente Epitácio
Ferreomodelismo:
Locomotiva "Minissaia" | Trem Toshiba | Vagão prancha rebaixado (I)
Vagão prancha rebaixado (II) | Vagão-cegonha
VFRGS : SR-6 RFFSA : ALL
Os carros de aço do trem Farroupilha | Trem Húngaro | Estação de Santa Maria
DH Esslingen | GMDH1 | Estrada de Ferro e Minas de São Jerônimo
Locomotivas Henschel 2-8-0 | Locomotivas Henschel 2-6-0 + 0-6-2
Estação da Barra de Rio Grande | Trilhos nos molhes da barra
Pintura diesel da VFRGS | Locomotivas da SR-6 | Locomotivas da ALL
Estações em 1930 | Estações em 1960 | Trilhos em 1942 | Trilhos até 1944
1907: EF Porto Alegre a Nova Hamburgo | EF Porto Alegre a Uruguaiana
EF Rio Grande a Bagé | EF Santa Maria ao Uruguai
Mapas: 1984 | 1970 | 1965 | 1954 | 1950 | 1898
RVPSC : SR-5 RFFSA : ALL
EF São Paulo - Rio Grande | Da Argentina a São Paulo | EF Mate Laranjeira | O trem "Bananeiro"
Pátio de Uvaranas | Descendo a serra em uma avalanche
Locomotivas RVPSC 1935 | GMDH1 | Locomotivas da SR-5 | Locomotivas da ALL
Vagões
Gôndolas | Graneleiros F | Graneleiros G, H, Q | Plataformas | Tanques
CNB-341.568-6 | CBC-609.604| Caboose da EFSPRG
Mapas
1991 | 1984 | 1974 | 1970 (Tronco Sul Novo) | 1965 | 1952 | 1898
Estações em 1960 | 1907| Abertura dos trilhos até 1944

Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade