Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
Locomotiva MLW RS3 nº 7125 Flumitrens nas cores da antiga EF Central do Brasil
Locomotiva MLW RS3 nº 7125 Flumitrens nas cores da antiga EF Central do Brasil

Ferrovias

• Estrada de Ferro Goiás - 30 Jul. 2018

• Locomotiva GE U23C nº 3902 RFFSA - 8 Out. 2017

• Trem Vitória - Belo Horizonte - pontos de venda - 2 Out. 2017

• Horários do Trem Vitória - Belo Horizonte - 28 Set. 2017

• Litorinas Budd RDC no Brasil - 27 Set. 2017

• Trem das Águas - ABPF Sul de Minas - 15 Set. 2017

• Fases de pintura das locomotivas English Electric EFSJ / RFFSA - 2 Mai. 2017

• A Velha Senhora no trem da Luz a Paranapiacaba (1985) - 22 Fev. 2017

• Horários do Trem turístico S. João del Rei - 6 Dez. 2016

• Trens especiais Curitiba - Pinhais (1991) - 29 Nov. 2016

• Trem turístico a vapor Curitiba - Lapa (1986) - 26 Nov. 2016

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

  

Ferrovias

• Estrada de Ferro Goiás - 30 Jul. 2018

• Locomotiva GE U23C nº 3902 RFFSA - 8 Out. 2017

• Trem Vitória - Belo Horizonte - pontos de venda - 2 Out. 2017

• Horários do Trem Vitória - Belo Horizonte - 28 Set. 2017

• Litorinas Budd RDC no Brasil - 27 Set. 2017

• Trem das Águas - ABPF Sul de Minas - 15 Set. 2017

• Fases de pintura das locomotivas English Electric EFSJ / RFFSA - 2 Mai. 2017

• A Velha Senhora no trem da Luz a Paranapiacaba (1985) - 22 Fev. 2017

• Horários do Trem turístico S. João del Rei - 6 Dez. 2016

• Trens especiais Curitiba - Pinhais (1991) - 29 Nov. 2016

• Trem turístico a vapor Curitiba - Lapa (1986) - 26 Nov. 2016

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• Metrô DF direciona 2/3 dos trens para a Ceilândia - 27 Ago. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

Programação de Corpus Christi nos trens turísticos da ABPF Sul de Minas - 25 Mai. 2015

Passagens do trem para Vitória esgotam-se 15 dias antes do feriado - 22 Mar. 2015

   

Locomotivas a diesel
Locomotivas Alco RS no Brasil (1)


 
Antônio César Sacco
Informativo Frateschi n° 4 — 1979
Centro-Oeste n° 78 — 1°-Mai-1993

As locomotivas diesel da série RS, da American Locomotive Company (Alco), sem dúvida foram as ancestrais da maioria das locomotivas diesel atuais.

Por volta de 1941, quando a Alco construiu a sua primeira manobreira diesel, a maioria das ferrovias americanas tinha em vista que as locomotivas desse tipo deveriam ser usadas em pátios de manobra.

Durante a 2ª Guerra Mundial, as locomotivas a vapor tracionavam quase todos os trens de carga. Por volta de 1949, a GM projetou e lançou a sua primeira GP7 e — em apenas uma década — as locomotivas a vapor foram sendo retiradas das linhas principais das ferrovias americanas. A versatilidade das Alco RS1, RS3 e RS11, juntamente com as SD e GP da EMD (GM), tornaram obsoletas as máquinas a vapor.

As extremidades arredondadas das RS2 e RS3 são facilmente identificáveis. Estas locomotivas de 4 eixos foram construídas entre Out. 1946 e Ago. 1956, quando foram produzidas cerca de 1.753 unidades. A esse número, podemos acrescentar cerca de 329 locomotivas de 6 eixos, das séries RSC e RSD.

Atualmente, a Montréal Locomotive Works, sucessora da Alco, no Canadá, possui cerca de 5% do mercado de manobreiras, contrastando com os 33% de vendas obtidas pela Alco na década de 50. A GM possui, hoje, a quase totalidade dos restantes 95%.

No Brasil, foram das primeiras diesel a entrar em serviço, apesar de que, aqui, são utilizadas como locomotivas de percurso, e não como manobreiras.

Na Companhia Paulista, os maquinistas as apelidavam de Jaburu. A maioria era da série RSD5, hoje desativadas ou em reforma. Já na RFFSA, são chamadas de canadenses e, na maioria, pertencem às séries RS2 e RS3, operando na 9ª Divisão, no trajeto entre São Paulo e Rio de Janeiro.

Locomotivas
Alco RS no Brasil (2)

Sérgio Mártyre
Informativo Frateschi nº6 — 1980
Centro-Oeste n° 78 — 1°-Mai-1993
Série Modelo Fabr. Fabricante Ferrovia
3100 3101 a 3134 RS1 1945 Alco Central / RFFSA
3135 a 3138 RS1 1948 Alco Central / RFFSA
3300 3301 a 3348 RS3 1953 Montréal Central / RFFSA
500 500 a 503 RSC1 1946 Alco EFSJ / RFFSA
504 a 507 RS1 1948 Alco EFSJ / RFFSA
508 a 509 RS1 1945 Alco EFSJ / RFFSA
510 a 511 RS1 1956 Alco EFSJ / RFFSA
6550 6551 a 6562 RSC3 1951 Alco CPEF / Fepasa

Como surgiu a Alco

Jairo A. O. Mello
Centro-Oeste “dc-20” — 30 Out. 1991

Lendo os últimos Centro-Oeste DC, resolvi preparar estas informações, para que os companheiros tenham uma idéia do que foi a Alco — American Locomotive Company.

Em 1901 / Jun / 24, as seguintes firmas se coligaram para formar a American Locomotive Company:

Em 1904, a Alco assume o controle da Locomotive & Machine Co., de Montreal, Canada, e que teve seu nome modificado para Montreal Locomotive Works (MLW). Foi fundada em 1902.

Em 1905, a Alco compra a Rogers Locomotive Works, de Patterson, NJ — uma das pioneiras, de 1837.

Em 1929, compra a McIntosh & Seymor Diesel Engine Co., de Auburn, NY — fundada em 1886.

Em 1955, a Alco passa a denominar-se Alco Products, Inc., com a divisão de locomotivas em Schenectady, e a de motores em Auburn.

Nome Cidade Funcionou
de
Brooks Dunkirk, NY 1869 a 1931
Danforth-Cooke Peterson, NJ 1882 a 1926
Dickson Scranton, PA 1862 a 1909
Manchester Manchester, NH 1856 a 1913
Pittsburgh Pittsburgh, PA 1867 a 1919
Rhode Island Providence, RI 1866 a 1907
Richmond Richmond, VA 1886 a 1927
Schenectady Schenectady, NY 1851 a 1968
Locomotivas: desenhos, especificações, numeração
ALL (2002) | SR-6 | SR-5 | SR-2 | SR-3 | RFFSA | Fepasa | Elétricas CPEF
GE-Brasil | GM | Alco | Codificação brasileira | As novas...
   

Ferreomodelismo

• Backlight em maquetes de ferreomodelismo - 5 Nov. 2017

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

  
  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014


Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade