Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
Reportagem de “O Carreteiro” sobre o Rodotrem Rio de Janeiro - São Paulo, no início de 1993
A reportagem de “O Carreteiro” sobre o Rodotrem Rio de Janeiro - São Paulo, do início de 1993, é uma referência fundamental para pesquisa

Ferreofotos

• Alco RSD8 Fepasa - 29 Fev. 2016

• G12 200 Acesita - 22 Fev. 2016

• “Híbrida” GE244 RVPSC - 21 Fev. 2016

• U23C modernizadas C30-7MP - 17 Fev. 2016

• C36ME MRS | em BH | Ferronorte - 14 Fev. 2016

• Carregamento de blocos de granito na SR6 RFFSA (1994) - 7 Fev. 2016

• G12 4103-6N SR6 RFFSA - 6 Fev. 2016

• Toshiba nº 14 DNPVN em Rio Grande - 25 Jan. 2016

• Encarrilamento dos trens do Metrô de Salvador (2010) - 14 Nov. 2015

• Incêndio de vagões tanque em Mogi Mirim (1991) - 9 Nov. 2015

• Trem Húngaro nas oficinas RFFSA Porto Alegre (~1976) - 21 Out. 2015

  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014

  

Legislação

• Estrutura da Valec - Decreto 8.134, de 28 Out. 2013

• “Open access” e atuação da Valec - Decreto 8.129, de 23 Out. 2013

• Sistema Nacional de Viação - Lei 12.379, de 6 Jan. 2011

• Aviso RFFSA - Trens turísticos - 7 Out. 1992

Moedas | Medidas
   

“Piggy-back” RFFSA - 1992-1994
O Rodotrem Rio - São Paulo


 
Flavio R. Cavalcanti - 5 Jul. 2015

O Rodotrem Rio de Janeiro - São Paulo foi parte da breve tomada de fôlego da RFFSA após o choque inicial do governo Collor [1990-1992].

Negócios e parcerias tinham de ser buscados por seus técnicos e administradores, para tentar insuflar um pouco de vida na empresa. E as soluções tinham de ser simples, pois não havia recursos para investimento.

Chapas de aço elevadiças, adaptadas na extremidade dos vagões-prancha, permitiam que os caminhões subissem por uma rampa, em fila, no vagão da ponta do trem, e passassem de um para outro, até completar a carga.

Trilhos perfurados foram fixados às laterais dos vagões-prancha para firmar os calços dos pneus.

De acordo com Kelso Médici, de início o embarque do lado paulista foi testado no pátio ferroviário Engenheiro São Paulo, em curva, o que não teria dado bons resultados. Transferiu-se, então, o embarque dos caminhões para o pátio do Pari. No Rio de Janeiro, embarque e desembarque faziam-se no pátio do Arará.

Segundo a reportagem de João Geraldo publicada em “O Carreteiro”, a divulgação do Rodotrem pela RFFSA foi feita por simples pafletos, distribuídos na região cerealista do bairro do Pari, e por telefonemas às transportadoras. Naturalmente, sem dispor de “call-center”, nem serviços de “tele-marketing”, muito menos chamadas automáticas em série com gravações de voz. Com sorte, talvez o velho telefone movido a “disco” já tivesse dado lugar ao telefone com teclas. Sabe lá.

Colchonetes protegiam os vidros dos caminhões contra eventuais pedradas, e a RFFSA já estudava um sistema que envolvesse por completo as cabines.

Os camioneiros seguiam em um carro-leito de aço inox, com direito a 2 bandejas de lanche, refrigerante e água à vontade, já incluídos no frete ferroviário.

Piggy-back

A proximidade do repórter de “O Carreteiro” com a realidade vivida pelos camioneiros rendeu um quadro bastante nítido deste serviço “piggy-back” — como é conhecido no mundo inteiro. Significa, literalmente, um modal de transporte viajar “nas costas” de outro.

Abstraindo valores em dinheiro, — que andavam pela casa dos “milhões”, na moeda inflacionada da época, e com direito ao inevitável reajuste todo santo mês, — os camioneiros ouvidos pela revista concordavam, em geral, que o preço equivalente a 100 litros de diesel era bastante atrativo, para um percurso de cerca de 400 km.

Afinal, além do combustível, economizavam o desgaste dos freios, mecânica e motor, além do descanso proporcionado por uma noite de sono.

Outros camioneiros consideravam o Rodotrem atrativo, mesmo 20% acima do custo de 100 litros de diesel, — e apesar de demora de 12 horas, bem maior que a duração da viagem pela estrada, considerando também a segurança proporcionada pelo trem.

Outros, ainda, consideravam o trem atrativo até 50% acima do custo de 100 litros de diesel, — em especial na viagem de volta, do Rio de Janeiro para São Paulo, com drástico aumento no consumo de combustível ao enfrentar a serra das Araras.

Início e fim

A reportagem afirma que a RFFSA teria começado a operar o serviço “piggy-back” em 12 Jan. 1993. O informe do Kelso Médici, porém, indica que a operação começou em 1º Dez. 1992, de graça, em caráter experimental, e a partir de 19 Dez. passou a ser cobrado. “No início, o trem corria lotado; com a cobrança, o movimento caiu durante alguns dias; e atualmente [Fev. 1993] voltou à lotação completa”.

A queda da ponte sobre o rio Paraíba do Sul em São José dos Campos, em 7 Fev. 1994, levou à suspensão do “Sula Miranda” — como era apelidado o trem pelos ferroviários — e, depois disso, ele não voltou mais a circular. No início do ano seguinte, em 5 Mar. 1995, o novo governo já realizava o primeiro leilão de privatização. Não havia mais perspectiva, para os técnicos e administradores da RFFSA continuarem tentando levantar a empresa.

«» ª … •’ — “”
Rodotrem Rio - São Paulo
Queda da ponte | Em S. José dos Campos | Pátio em 1993 | Pátio em 2007
Estações ferroviárias do Ramal de São Paulo - EFCB
Barra do Piraí | Pinheiral | Barra Mansa | Saudade | Agulhas Negras
Queluz | Cruzeiro | Cachoeira Paulista | Aparecida | Roseira
Pindamonhangaba | Taubaté | São José dos Campos
Mapa do Ramal de São Paulo - EFCB - 1927
Rio de Janeiro - Barra do Piraí | Barra do Piraí - Guaratinguetá
Barra Mansa - Taubaté | Queluz - Mogi das Cruzes | Taubaté - São Paulo
EFCB e ferrovias convergentes | Linhas e estações da EFCB
EFCB / SR-3 RFFSA
Carros Budd | Trem de Prata | Os carros de aço do Cruzeiro do Sul
Expresso Pai da Aviação | Trem Xangai | Expresso da Mantiqueira
Trem Húngaro | Rodotrem Rio-SP | As litorinas Fiat
Locomotivas SR-3 / EFCB | S1 | FA1 | AS616 | Cafona | U5B | SD18 | SD40-2 | U23C (Variações) | U23CA
Substituição de vagões pela MRS - 2011: Portaria nº 89 | Anexo I - Vagões substituídos | Anexo II - Vagões substitutos
Vídeo-documento: O último Trem do Sertão | Vídeo-evocação: Trem do Sertão | Trem de Pirapora
Estações em 1960 | Abertura dos trechos até 1944 | Mapas: 1984 | 1970 | 1965 | 1954 | 1927 | 1898
1907: EF Central do Brasil | EF de S. Paulo a Cachoeira | EF do Rio do Ouro | Linha Auxiliar | EF do Bananal
Subúrbios da Central: Belle Époque | Memória histórica - 1908 | Eletrificação | O Trem Barrinha | Supervia 2002
Prolongamento da Central do Brasil
1908: A ponte projetada | 1922: A ponte inaugurada | Dutra | 1955: Rumo a Brasília
   

Trens de passageiros

Vitória - Belo Horizonte
São Luís - Parauapebas

Antigos trens de passageiros

Xangai
Barrinha
Expresso da Mantiqueira
Barra Mansa a Lavras
Trem de Prata
Trem Húngaro
Automotrizes Budd
Litorinas Fiat
Cruzeiro do Sul
Trem Farroupilha
Trem de aço da Paulista

Plataforma de embarque: 1995

Trens turísticos e passeios ferroviários
Trens de passageiros
Museus ferroviários
Maquetes ferroviárias
Eventos

  

Trens turísticos

Trem do Corcovado
São João del Rei
Campos do Jordão
Ouro Preto - Mariana
Trem das Águas
Trem da Mantiqueira
Trem das Termas
Montanhas Capixabas
Barra do Rio Grande
Teleférico de Ubajara

Em projeto

Expresso Pai da Aviação
Trem ecoturístico da Mata Atlântica
Locomotiva Zezé Leone

Antigos trens turísticos

São Paulo - Santos
Cruzeiro - São Lourenço
Trem da Mata Atlântica
Trem dos Inconfidentes
Trem Curitiba - Lapa

Calendário 1987
VFCJ | Bitolinha | Lapa | Inconfidentes | Trem da Serra | Paranapiacaba
  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

Acompanhe no FB

  

Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade