Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
Diferentes formatos para uma maquete de ferreomodelismo ocpando o mesmo espaço

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Ferreomodelismo

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• As locomotivas Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

• A maquete do Trem turístico Ouro Preto - Mariana (Trem da Vale) - 12 Out. 2013

  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• Metrô DF direciona 2/3 dos trens para a Ceilândia - 27 Ago. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

Programação de Corpus Christi nos trens turísticos da ABPF Sul de Minas - 25 Mai. 2015

Passagens do trem para Vitória esgotam-se 15 dias antes do feriado - 22 Mar. 2015

   

Maquetes de ferreomodelismo
Quebrando a cabeça no projeto


 
Centro-Oeste nº 69 – 1º-Ago-1992

A última vez que escrevi ao CO foi para encomendar todos os números disponíveis da coleção. Esse material tem sido minha leitura de cabeceira, desde que o recebi.

Na época, eu morava em apartamento e tinha uma maquete de 2,1 x 1,2 metros, com 2 linhas independentes, sendo um oval externo e um "8" interno — qualquer semelhança com algum traçado do Manual da Frateschi não é mera coincidência.

Agora, morando em casa térrea, tenho mais espaço e pretendo construir outra mini-ferrovia, em "L", com 1,2 m de largura, 2,7 m numa extensão e 2,5 m na outra extensão.

Estou quebrando a cabeça há 3 meses e ainda não decidi. Minha preferência é pela linha dupla, com rebaixo em um dos lados do "L", para testar minha paciência construindo uma ponte de madeira em treliça, a partir das dicas do DC-1. Ainda está só na cabeça. Pode ser que adapte o circuito oval mais completo do Manual Frateschi, ou opte pelo formato em "L" (Adalberto Manholeti).

Há 2 aspectos a considerar : (A) O acesso a todos os pontos da maquete, para construção e posterior manutenção; e (B) O melhor aproveitamento do espaço comprometido — maior do que a "mesa".

A experiência recomenda não fazer maquetes com mais de 80 cm de profundidade (largura), a menos que haja acesso por trás, ou em seu interior. Mesmo o acesso interior — um buraco no meio da maquete — já é terrivelmente chato, se você tiver que se abaixar para chegar lá.

A dificuldade para evitar essa largura é que um circuito circular — o popular "oval" — precisa de um "retorno" (curva de 180°), para melhor circulação dos trens nos 2 sentidos. Há várias alternativas — ver Figuras 5 a 7 (acima).

(1) O formato de "ilha", com acesso por todos os lados da maquete (Fig. 5), desperdiçando 40 ou 60 cm do cômodo em todas as direções, ao redor da mini-ferrovia. Você andará muitos quilômetros, ao redor desse "L", esbarrando frequentemente nas quinas na maquete. Será melhor "arredondá-las"

Outro inconveniente, é que o olhar abrange tudo num golpe, dando a impressão de maquete pequena.

(2) O formato "Telefone", estreito no centro (Fig. 2). A dificuldade de acesso só ocorre nas cabeceiras, onde deve ser deixado espaço para acesso lateral.

Um modo de "afinar" a parte central do circuito é a passagem da linha da frente para trás, em plano elevado (Fig. 2).

Diferentes desenhos para o trajeto dos trilhos na maquete de ferreomodelismo

(3) O traçado "Ida e Volta", semelhante a uma ferrovia real, podendo cada ponta dispor de girador, triângulo ou laço de reversão, para a loco a vapor inverter sua frente — ou simples desvios para a loco diesel-elétrica se posicionar na outra ponta da composição, sem inverter a frente.

No exemplo da Fig. 4, o traçado ida-e-volta pouco difere do "oval" em telefone. Sua melhor aplicação é em maquetes extensas, ao longo das paredes, rodeando colunas etc.

Note que o formato "Telefone" (Fig. 2, 3 e 4) resolve o problema do acesso, mas não aproveita muito bem o espaço ao redor — comparado ao "L em Ilha" (Fig. 5), só economiza o corredor junto à parede.

O traçado ao longo das paredes pode fechar ou não o circuito. Em suma, poderá ser um "oval" ao redor do cômodo — ou um "oval" em forma de um longo "telefone" — ou um traçado de ida-e-volta (ponto-a-ponto, ponto-a-laço etc.).

Maquete de ferreomodelismo com espaço de acesso central

A grande vantagem do traçado ao longo das paredes é que o olhar precisa "viajar" 360°, para perceber todas as "regiões" percorridas pela ferrovia, uma de cada vez. Isso pode ser feito até mesmo num cômodo de 1,85 x 2,20 metros — pouco maior que uma folha de compensado —, como no projeto da VF Santa Rita do Despejo (CT-3/7).

Aliás, não precisa ocupar o cômodo todo — nem acompanhar todas as paredes. O princípio que o torna interessante é liberar o "miolo", de difícil aproveitamento e acesso.

Ocupando a área externa, ganha-se um espaço muito melhor, onde as linhas e pátios atingem maior extensão e liberdade, sem alargar demais a "mesa". O acesso é fácil.

Ficando no centro, o modelista também economiza muitos quilômetros de caminhada em zig-zag, que faria ao redor de um "L em ilha".

Nas Fig. 5 e 6 (no alto), note que a maquete só se expande para os "corredores" junto à parede. O acesso ao redor das cabeceiras fica liberado. Também há menos ângulos para se esbarrar e machucar (FRC).

Dicas de projeto e desenho da maquete
Como traçar o centro dos trilhos na maquete | Compasso de cintel | Quebrando a cabeça no projeto
Ponha uma ferrovia em sua maquete | Dicas de geometria em maquetes | Projeto total de maquete: 7 dicas importantes
A antiga geometria Frateschi
Geometria dos trilhos
Raios de curva e material rodante | AMVs e material rodante | Afastamento adicional em curvas
Rodas RP-25 | Trilhos Code 100 | Gabarito Mark III | Gabaritos EBCB e VFRGS
Maquetes & idéias
AMF | CMMF | SBF | EF Nova Neuffer | EF Vale do Aço | Opções & desafios
Maquete no teto | Ferreo Clube do ABC | Terceira dimensão
Maquete O / On30 para trens Lionel | EF Pireneus-Paranã | EF Paranaíba-Aragarças
Diorama | Diorama quadro a quadro
Dicas técnicas
Gabarito lateral em curva | Curvas e material rodante | AMVs e material rodante | Limpeza dos trilhos
Dicas para decoração
Relevo em gesso ou papel | Lastro para os trilhos | Construções em papel cartão | Material decorativo
Como fazer árvores | Túnel para maquete | Portal de túnel em resina
Mineração de ferro | Galpão para locomotivas
Dicas básicas
7 dicas importantes | Decálogo do ferreomodelista | Uma injeção de realismo em sua mini-ferrovia
Dicas de ferreomodelismo e maquete
Dicas e truques | Peças planas em Araldite | Criando material decorativo numa cidade do interior
Copiando rochas da natureza | O que é e como usar borracha de silicone | Moldes de latex
Fazendo e plantando capim | Fazendo árvores de arame ou fio elétrico
Engenhocas e utensílios para a decoração da maquete | Lojas úteis para ferreomodelistas | Mais lojas úteis
   
  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014

  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Ferreomodelismo

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• As locomotivas Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

• A maquete do Trem turístico Ouro Preto - Mariana (Trem da Vale) - 12 Out. 2013


Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade