Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
 

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Ferreomodelismo

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• As locomotivas Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

• A maquete do Trem turístico Ouro Preto - Mariana (Trem da Vale) - 12 Out. 2013

  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014

   

Maquetes de ferreomodelismo
Mais lojas e materiais úteis
para o hobby


 
Antônio Marcello da Silva – Centro-Oeste n° 80 – 1°-Jul-1993

Como venho fazendo há anos, fichei tudo o que me interessa na coleção do Centro-Oeste. Por exemplo, o artigo Como localizar lojas úteis em sua cidade, CO-78, na ficha de Dicas e Assuntos Diversos – Silicone e Acrílico Dentários, Parafusos de óculos etc.

Nesse artigo, que muito me agradou – como, aliás, ocorreu com todos os saídos de sua pena – , observo que o amigo, dirigindo-se muito mais aos modelistas do que aos maquetistas, deixou de mencionar as:

  • Marcenarias, onde os aficcionados podem suprir-se de pó de serra; e retalhos de casquinha – nome vulgar da madeira faqueada, madeira folheada ou laminado de madeira.
  • Colchoarias, onde é possível adquirir pedaços de espuma.
  • E os estabelecimentos especializados em Refrigeração, ou Isolamento Térmico, que lidam com o styrophoam da Dow Chemical – espuma de estireno que conhecemos pela marca Isopor.

O pó de serra, todos sabem, é matéria prima de suma importância para os maquetistas, que o utilizam nas áreas verdes, inclusive árvores. Para tanto, o melhor é o de madeiras claras (pinho, pinus, pau marfim, canela branca, acácia, jequitibá), geralmente tingido com corantes para tecidos (Tingecor ou Vivacor da Guarany, p. ex.), muito embora alguns – como eu – prefiram as anilinas solúveis em álcool, de mais fácil aplicação e secagem.

Em qualquer caso, porém, o tingimento deve preceder a peneira, pois o pó fino tem tendência para formar grumos quando imerso em qualquer espécie de líquido.

Já a serragem de madeiras avermelhadas, acastanhadas ou quase pretas (cedro, peroba, mogno, imbuia, cabreúva, jacarandá) pode ser utilizada ao natura, depois de peneirada, para representar várias tonalidades de terra existentes na zona rural.

O laminado de madeira – em especial o de pau marfim, pinho, pinus – , de veios paralelos e espessura média de 1 mm, substitui com vantagem a balsa, nos casos em que se precisa de material mais rijo, para folhas de portas e janelas, paus de cerca escala N etc. Também serve para reforçar o isopor comum e a própria balsa, aos quais pode ser aplicado com cola branca.

O laminado de pinho é tão firme que, na falta de pau marfim, uso-o para fazer cilindros de 1 mm de diâmetro, ou menos, e até 15 cm de comprimento.

A espuma usada em colchões, travesseiros e esponjas de limpeza – de preferência branca – pode ser tingida tanto com corantes para tecidos, quanto com anilinas solúveis em álcool.

Mas primeiro corte-a em pedaços pequenos e passe na máquina de moer carne, usando a placa de orifícios menores. Não use moedor elétrico, que como comprovei – para felicidade de minha mulher, que ganhou um novo – queima com muita facilidade.

O resultado da moagem, passa-se por peneira média – e o que passar por esta, vai à peneira fina. O pó fino substitui o pó de serra, tanto nos gramados quanto no arvoredo. Os grumos maiores podem-se aglomerar para formar os núcleos de folhagem, sendo depois pulverizados com o pó mais grosso, ou o mais fino, conforme a espécie representada. Para colar o pó nos núcleos, a melhor técnica é vaporizá-los com cola branca diluída em água (1:1, no máximo), pulverizando-os em seguida.

O isopor da Dow Chemical – de cor azul – é muito menos poroso e muito mais resistente do que o comum. Tão resistente, que utilizei-o em minha maquete N, como suporte do topo (compensado 1 cm) de um morro de 30 cm de altura; e de um Cristo em zamac.

No interior do morro, utilizei o mesmo isopor como suporte de uma engenhoca que construí, para encher vagões de carvão. Ela é composta de 2 tremonhas em poliestireno, cujas aberturas são controladas remotamente mediante uma chapa de alpaca fixada a um eletro-ímã móvel. O carvão para as tremonhas chega por 2 tubos de plástico, cujas extremidades livres coloquei sob o pedestal (removível) do Cristo.

  • Enfim, vale lembrar que nas casas de material cirúrgico e nas "dentais", podem ser adquiridas lâminas descartáveis de bisturi, bem como os respectivos suportes de metal (mais caro) ou de plástico. As mais adequadas ao hobby são a n° 11, de ponta aguçada; e a n° 15, de ponta curva.
Lojas úteis para o hobby | Mais lojas úteis
Estrada de Ferro Nova Neuffer
Fazendo e plantando capim | Fazendo árvores de arame ou fio elétrico | Fresando cilindros de pequeno diâmetro
Moldes de latex para copiar rochas da natureza | Molde de borracha de silicone para peças complexas em resina
Engenhocas e utensílios para a decoração da maquete | Mais lojas e materiais úteis para o hobby | Blog do Marcello
Dicas de ferreomodelismo e maquete
Dicas e truques | Peças planas em Araldite | Criando material decorativo numa cidade do interior
Copiando rochas da natureza | O que é e como usar borracha de silicone | Moldes de latex
Fazendo e plantando capim | Fazendo árvores de arame ou fio elétrico
Engenhocas e utensílios para a decoração da maquete | Lojas úteis para ferreomodelistas | Mais lojas úteis
Ferramentas e técnicas de construção de ferreomodelos
Materiais & ferramentas para o trabalho com modelos | Material & ferramentas para modelos em plástico
Fixação de truques em modelos de fabricação própria | Fresando cilindros de balsa e estireno | Fresa de isqueiro
   
  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• Metrô DF direciona 2/3 dos trens para a Ceilândia - 27 Ago. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

Programação de Corpus Christi nos trens turísticos da ABPF Sul de Minas - 25 Mai. 2015

Passagens do trem para Vitória esgotam-se 15 dias antes do feriado - 22 Mar. 2015

Acompanhe no FB

  

Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade