Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Ferreomodelismo

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• As locomotivas Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

• A maquete do Trem turístico Ouro Preto - Mariana (Trem da Vale) - 12 Out. 2013

  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• Metrô DF direciona 2/3 dos trens para a Ceilândia - 27 Ago. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

Programação de Corpus Christi nos trens turísticos da ABPF Sul de Minas - 25 Mai. 2015

Passagens do trem para Vitória esgotam-se 15 dias antes do feriado - 22 Mar. 2015

   

Maquetes de ferreomodelismo
Maquete no beliche


 
Flavio R. Cavalcanti - Centro-Oeste nº 69 ()

Ainda não tenho maquete, mas já estou preparando meu quarto para uma. Vou fazer uma cama tipo beliche, onde a plataforma com a maquete ficará embaixo, e a cama em cima. O projeto que vou montar é o conjunto das caixas Frateschi A+B+B+C, que consta do manual de maquetes do fabricante. Eu não sei se é correto, por isso, peço sua avaliação sobre o meu empreendimento (Jefferson Heim).

Já planejei montar uma maquete-beliche para o Marcelinho, quando ele tinha 8 a 10 anos, e na época detectei 2 problemas.

O primeiro, é que ele se mexia demais, a noite toda, e pareceu muito provável que algumas locomotivas e vagões acabassem despencando no chão. A idéia era fazer a maquete na parte de cima — que, por sinal, balança muito mais do que a parte de baixo.

O outro problema que percebi na época, é que a parte de baixo de um beliche recebe grande quantidade de fiapos, devido à movimentação de colchas, lençóis, cobertores etc. Esses fiapos tendem a ser atraídos pelas rodas e engrenagens das locomotivas, exigindo revisões constantes. Daí porque me parecia mais adequado construir a mini-ferrovia na parte de cima.

Ultimamente, a Frateschi passou a fabricar locomotivas com a caixa de engrenagens fechada por baixo, o que reduziu bastante a entrada de fiapos e cabelos nessa área sensível da máquina. A solidez do beliche também pode reduzir bastante o balanço da maquete. Se você mesmo vai construir o beliche, terá a oportunidade de reforçá-lo. O balanço pode criar problemas de mau-contato nos trilhos, falhas nos AMVs etc.

Um aspecto que deve ser considerado, ao projetar qualquer tipo de maquete, é a permanência das locomotivas e vagões nos trilhos. É muito chato ter que guardá-los nas caixinhas, após cada sessão. Mas, isso é uma questão de temperamento de cada um. Se não for problema para você...

Maquete-estante com dobradiças para abaixar sobre uma cama

Estante

Em 1983, vi em Brasília uma solução interessante — um "móvel" de parede cuja porta (basculante) era a maquete.

Ficava acima e ao lado de uma cama de solteiro. A cama tinha 4 colunas de igual altura, sobre as quais a maquete se apoiava ao ser descida.

O chumbamento de tal armário (pesado) à parede é uma coisa séria, devido ao risco de desastre.

Pessoalmente, eu jamais faria dessa forma — quando é tão fácil estender as laterais do "móvel" até o chão, obtendo uma sustentação muito mais firme e segura.

Então, o chumbamento à parede permanecerá apenas como uma segurança extra, contra o risco do móvel desequilibrar e tombar para frente — e não, para sustentar todo o seu peso.

Há anos, também adotei a prática de calçar estantes na parte da frente, fazendo com que "tombem" ligeiramente para trás, para a parede, onde então são chumbadas. Na parte de baixo das estantes, concentro a tralha mais pesada. Com essas 3 medidas, sinto-me mais seguro.

Outra medida de segurança, no "armário maquete" do colega aqui de Brasília, é que a mesa-porta era fechada com cadeado, evitando que os filhos do modelista tentassem baixá-la sozinhos (FRC).

Maquetes & idéias
AMF | CMMF | SBF | EF Nova Neuffer | EF Vale do Aço | Opções & desafios
Maquete no teto | Ferreo Clube do ABC | Terceira dimensão
Maquete O / On30 para trens Lionel | EF Pireneus-Paranã | EF Paranaíba-Aragarças
Diorama | Diorama quadro a quadro
Dicas técnicas
Gabarito lateral em curva | Curvas e material rodante | AMVs e material rodante | Limpeza dos trilhos
Dicas para decoração
Relevo em gesso ou papel | Lastro para os trilhos | Construções em papel cartão | Material decorativo
Como fazer árvores | Túnel para maquete | Portal de túnel em resina
Mineração de ferro | Galpão para locomotivas
Dicas básicas
7 dicas importantes | Decálogo do ferreomodelista | Uma injeção de realismo em sua mini-ferrovia
Dicas de ferreomodelismo e maquete
Dicas e truques | Peças planas em Araldite | Criando material decorativo numa cidade do interior
Copiando rochas da natureza | O que é e como usar borracha de silicone | Moldes de latex
Fazendo e plantando capim | Fazendo árvores de arame ou fio elétrico
Engenhocas e utensílios para a decoração da maquete | Lojas úteis para ferreomodelistas | Mais lojas úteis
   
  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014

  
Agenda do Samba e Choro
  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

Acompanhe no FB


Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade