Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
Trem Barrinha em Barra do Piraí em 1988. Foto: Eliezer Magliano
Trem Barrinha em Barra do Piraí em 1988. Foto: Eliezer Magliano

Trens de passageiros

Vitória - Belo Horizonte
São Luís - Parauapebas

Antigos trens de passageiros

Xangai
Barrinha
Expresso da Mantiqueira
Barra Mansa a Lavras
Trem de Prata
Trem Húngaro
Automotrizes Budd
Litorinas Fiat
Cruzeiro do Sul
Trem Farroupilha
Trem de aço da Paulista

Plataforma de embarque: 1995

Trens turísticos e passeios ferroviários
Trens de passageiros
Museus ferroviários
Maquetes ferroviárias
Eventos

  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• Metrô DF direciona 2/3 dos trens para a Ceilândia - 27 Ago. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

Programação de Corpus Christi nos trens turísticos da ABPF Sul de Minas - 25 Mai. 2015

Passagens do trem para Vitória esgotam-se 15 dias antes do feriado - 22 Mar. 2015

  

Trens turísticos

Trem do Corcovado
São João del Rei
Campos do Jordão
Ouro Preto - Mariana
Trem das Águas
Trem da Mantiqueira
Trem das Termas
Montanhas Capixabas
Barra do Rio Grande
Teleférico de Ubajara

Em projeto

Expresso Pai da Aviação
Trem ecoturístico da Mata Atlântica
Locomotiva Zezé Leone

Antigos trens turísticos

São Paulo - Santos
Cruzeiro - São Lourenço
Trem da Mata Atlântica
Trem dos Inconfidentes
Trem Curitiba - Lapa

Calendário 1987
VFCJ | Bitolinha | Lapa | Inconfidentes | Trem da Serra | Paranapiacaba
  

Ferreofotos

• Alco RSD8 Fepasa - 29 Fev. 2016

• G12 200 Acesita - 22 Fev. 2016

• “Híbrida” GE244 RVPSC - 21 Fev. 2016

• U23C modernizadas C30-7MP - 17 Fev. 2016

• C36ME MRS | em BH | Ferronorte - 14 Fev. 2016

• Carregamento de blocos de granito na SR6 RFFSA (1994) - 7 Fev. 2016

• G12 4103-6N SR6 RFFSA - 6 Fev. 2016

• Toshiba nº 14 DNPVN em Rio Grande - 25 Jan. 2016

• Encarrilamento dos trens do Metrô de Salvador (2010) - 14 Nov. 2015

• Incêndio de vagões tanque em Mogi Mirim (1991) - 9 Nov. 2015

• Trem Húngaro nas oficinas RFFSA Porto Alegre (~1976) - 21 Out. 2015

  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014

  

Ferreomodelismo

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• As locomotivas Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

• A maquete do Trem turístico Ouro Preto - Mariana (Trem da Vale) - 12 Out. 2013

  

Ferreosfera

   

Trem “Barrinha”
Para uma história do trem parador
Japeri - Barra do Piraí


 
Flavio R. Cavalcanti — 30 Mar. 2015

Sendo “Barrinha” um apelido popular, não existem definições “oficiais”, exatas, de percurso, data inicial, significado, — e isso restringe as possibilidades de se chegar a uma “história” simples, ou a uma descrição única do material rodante.

Sua característica fundamental é a de trem parador no percurso entre Japeri e Barra do Piraí, — daí o apelido, — e só se conhece a data de encerramento: deixou de rodar após o acidente de 18 Set. 1996, às vésperas da privatização da RFFSA.

Esta configuração teria começado a “aparecer”, segundo Ralph Giesbrecht, “na primeira metade dos anos 1970”. Concretamente, cita que “em 1976, os guias já mostram dois horários, um saindo de madrugada de Barra [do Piraí] e outro próximo ao meio-dia, para um trem que ia e voltava nesse percurso”. O horário que apresenta, porém, é do Guia Levi de 1978 [Giesbrecht, Trens de passageiros do Brasil. 30 Mar. 2015].

Dentro desse período de cerca de duas décadas, o trem “Barrinha” rodou com as mais diversas formações, incluindo diferentes TUEs e também carros de aço carbono tracionados por diferentes locomotivas, com ou sem vagões de carga ou carro correio-bagagem, possivelmente com prefixos e horários diferentes ao longo do tempo.

Isso resume o que se encontra em inúmeros blogs e sites, que beberam dessa fonte, — em alguns casos acrescentando maior ou menor volume de informação visual, lembranças pessoais ou de família, ou de conversas com antigos ferroviários e moradores da região.

Em busca da lógica

Sem querer provar nada, Jorge A. Ferreira Jr. acredita que o trem parador entre Japeri e Barra do Piraí, — independente de apelido, prefixo ou material rodante, — foi criado com a eletrificação da Central do Brasil, em conexão com os trens de subúrbios da gare D. Pedro II até Japeri.

“Tem lógica, mas a EFCB não era muito lógica” [Jorge A. Ferreira Jr.].

A eletrificação chegou a Japeri em 10 Nov. 1943, e a Barra do Piraí em 29 Mar. 1949.

Portanto, mesmo desconfiando da lógica, faz sentido estender as pesquisas a esse período e, — por que não?, — dar uma olhada também no que houve antes.

Isso, quanto ao surgimento do trem parador elétrico, — porque, na verdade, existem outras “lógicas” a examinar, além da eletrificação:

1) Trata-se da “Serra”, — subida / descida íngreme, entre a planície litorânea e o elevado vale do Paraíba do Sul, — um “gargalo” geográfico, tratado como trecho absolutamente específico, desde os primórdios da antiga EFDPII — sem alteração fundamental até os dias de hoje.

2) Começa e termina em duas “fronteiras” (por assim dizer) organizacionais: Japeri é o limite dos trens de subúrbios com a “Serra”; e Barra do Piraí é o limite da Linha do Centro com o Ramal de São Paulo.

Em termos organizacionais, um trem direto ou expresso entre duas capitais, — como Rio-SP, ou Rio-BH, — extrapola essas “pequenas fronteiras” dentro da ferrovia. Mas é natural procurar compartimentar os trens locais, paradores, por “jurisdições”, para reduzir a confusão de interdependências entre as chefias e simplificar a tarefa de supervisão pelas instâncias hierárquicas.

Em termos operacionais, tampouco faz sentido estender um trem local, parador, através de dois ou mais trechos de características técnicas tão diferenciadas entre si.

Em termos sócio-econômicos, as ferrovias sempre hierarquizaram seu público, entre os que “voam” e os que fazem baldeação, com ou sem algumas nuances intermediárias.

Alguns momentos da década de 1950, — flagrados pelas pesquisas de Hugo Caramuru e Jorge A. Ferreira Jr. em antigos jornais, — parecem confirmar que, de fato, sempre houve um parador bastante compartimentado, entre Japeri e Barra do Piraí, às vezes com extensão direta até a gare D. Pedro II, outras vezes em conexão com um “direto”.

Servem como lembrete de que ainda há muito a pesquisar.

    Trem de Barra do Piraí a Japeri em 1953, no Correio da Manhã
Fonte: Correio da Manhã, 12 Abr. 1953.
Pesquisa: Jorge A. Ferreira Jr.

O trem “paradouro” em 1953

Um “apelo dos passageiros”, publicado no Correio da Manhã, flagra a existência de um trem parador no exato percurso de Barra do Piraí a Japeri, em pleno ano de 1953, quando ainda nem existia RFFSA.

A nota do jornal não dá indicação sobre sua formação, tipo de tração, nem sobre qualquer eventual apelido popular que pudesse ter na época.

Por motivos ignorados”, o trem “paradouro”… “deixa de chegar” até a estação D. Pedro II.

Esse “deixa de chegar” — apesar do verbo no tempo presente — pode deixar uma impressão de que, antes, chegava.

Não faz muito sentido complicar a operação de subúrbio com a injeção de trens externos, — exceto os que não se possam evitar, — mas, se de fato acontecia antes, 1953 bem poderia ser o ano azado para mudar:

“O desgaste da frota rodante, que recebia uma manutenção precária, aliado a outras deficiências de sinalização, da rede aérea, da via permanente, além da administração falha, contribuíram para um somatório de causas que desembocaram no quase colapso do serviço de subúrbios em 1953” [“1937-1987: os 50 anos da eletrificação dos trens de subúrbios do Rio de Janeiro”. Benício Guimarães. CBTU, Rio de Janeiro, 1987].

De acordo com a nota no jornal, um “elétrico” deveria aguardar seus passageiros em Japeri para levá-los diretamente à estação Central porém, “como os trens elétricos nunca chegam à hora marcada”, os passageiros do interior sofriam atrasos garantidos de uma hora, conseguindo chegar à D. Pedro II somente às 19h, quando precisavam disputar espaço nos trens de subúrbio com a multidão que voltava para casa após o trabalho. Por isso, pediam — ou algum conhecido do jornalista pedia? — uma paradinha em Cascadura, “onde desceriam os interessados”.

    Aviso de trens extraordinários da Central do Brasil no Carnaval de 1956
Fonte: Aviso da EFCB publicado em 10 Fev. 1956.
Pesquisa: Jorge A. Ferreira Jr.

Um trem parador extra em 1956

Pelo menos em caráter extraordinário, “para atender ao acúmulo de passageiros” durante o carnaval de 1956, houve um “parador” especial de Barra do Piraí “parando em todas até Japeri” e daí seguindo “direto a D. Pedro II”.

O “trem elétrico” especial extraordinário SEE-22 foi programado para a Quarta-feira de Cinzas, com partida às 7h10 e chegada às 9h45.

Sem conhecimento das práticas ferroviárias da época, me pergunto até que ponto esses trens “especiais extraordinários” não correspondiam às linhas regulares — apenas acrescentando um horário a mais, ou deslocando-as para horários diferenciados.

Vale considerar que, após o “quase colapso” dos trens de subúrbios em 1953, a Central do Brasil recebeu novos trens-unidade elétricos (TUEs) a partir de 1954. Por isso, é possível que o trem parador tenha voltado a chegar à gare de D. Pedro II.

    Aviso de horários dos trens da Central do Brasil em 1957
Fonte: Aviso da EFCB publicado em 23 Jan. 1957.
Pesquisa: Jorge A. Ferreira Jr.

Dois trens paradores em 1957

Um aviso da EFCB sobre novos horários de trens do interior no início de 1957 registra a coexistência de pelo menos dois trens no percurso de Barra a Japeri, ou até D. Pedro II:

  • S-24 — que partia de Barra de Piraí às 11:30 e chegava a D. Pedro II às 14:05, teve sua partida alterada para as 11:10 e chegada às 13:35; e

  • S-38 — que passaria a fazer o percurso de Barra do Piraí a Japeri, com partida às 13:35 e chegada às 14:40, de Segunda a Sexta-feira.

O aviso trata apenas das alterações de horários, mas deixa entrever o papel da estação de Barra do Piraí na rede de trens e conexões.

Os passageiros do N-1, para Três Rios, que desejassem chegar às localidades menores do percurso deveriam tomar o parador S-17 de Barra do Piraí para Três Rios.

De resto, a multidão de siglas devia dar nó na cabeça até dos controladores de tráfego.

Não é de espantar que os usuários criassem apelidos para facilitar a vida.

Infelizmente, o aviso oficial não entrava nesta seara.

    Acidente com o Trem Bacurau em Japeri, 1960
Fonte: Última Hora, Dez. 1960
Pesquisa: Hugo Caramuru

O trem apelidado “Bacurau” em 1960

O registro de um triste acidente em Japeri, no final de 1960, abre outra janela sobre o trem parador entre Japeri e Barra do Piraí.

Era popularmente conhecido, porém, como trem “Bacurau”, que sob o prefixo SP-II (ou SP-11?) pernoitava em Japeri para fazer o trajeto até Barra do Piraí.

Apenas o outro trem, proveniente de D. Pedro II com o prefixo UM-9, é chamado de “elétrico”.

Mas, isso não quer dizer nada.

É prática comum alternar dois nomes para evitar repetição excessiva na redação de qualquer texto.

Não exclui, por princípio, que o “Bacurau” também fosse um TUE.

Trem Barrinha
História | Vídeo
Japeri | Paulo de Frontin | Santana da Barra | Barra do Piraí
Planta série 200 | Planta série 400
Serra do Mar | Auxílio de cauda
Palmeira da Serra
Caixa d'água | Trens 2005 | Reconstrução | Barrinha
Os trens de subúrbios do Rio de Janeiro
Belle Époque | Os 50 anos da eletrificação 1937-1987 | Exposição de Motivos 1934 | SuperVia 2002
Mapas: 1987 | 1984 | 1970 | 1965 | Eletrificação | Trem Barrinha | Trem-ônibus
CBTU - Companhia Brasileira de Trens Urbanos
Barrinha | Supervia | Demetrô | Salvador | Maceió | Recife | João Pessoa | Natal | Fortaleza | Teresina
   

Ferreofotos

• Alco RSD8 Fepasa - 29 Fev. 2016

• G12 200 Acesita - 22 Fev. 2016

• “Híbrida” GE244 RVPSC - 21 Fev. 2016

• U23C modernizadas C30-7MP - 17 Fev. 2016

• C36ME MRS | em BH | Ferronorte - 14 Fev. 2016

• Carregamento de blocos de granito na SR6 RFFSA (1994) - 7 Fev. 2016

• G12 4103-6N SR6 RFFSA - 6 Fev. 2016

• Toshiba nº 14 DNPVN em Rio Grande - 25 Jan. 2016

• Encarrilamento dos trens do Metrô de Salvador (2010) - 14 Nov. 2015

• Incêndio de vagões tanque em Mogi Mirim (1991) - 9 Nov. 2015

• Trem Húngaro nas oficinas RFFSA Porto Alegre (~1976) - 21 Out. 2015

  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014

  

Ferreomodelismo

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• As locomotivas Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

• A maquete do Trem turístico Ouro Preto - Mariana (Trem da Vale) - 12 Out. 2013

  

Trens de passageiros

Vitória - Belo Horizonte
São Luís - Parauapebas

Antigos trens de passageiros

Xangai
Barrinha
Expresso da Mantiqueira
Barra Mansa a Lavras
Trem de Prata
Trem Húngaro
Automotrizes Budd
Litorinas Fiat
Cruzeiro do Sul
Trem Farroupilha
Trem de aço da Paulista

Plataforma de embarque: 1995

Trens turísticos e passeios ferroviários
Trens de passageiros
Museus ferroviários
Maquetes ferroviárias
Eventos

  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• Metrô DF direciona 2/3 dos trens para a Ceilândia - 27 Ago. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

Programação de Corpus Christi nos trens turísticos da ABPF Sul de Minas - 25 Mai. 2015

Passagens do trem para Vitória esgotam-se 15 dias antes do feriado - 22 Mar. 2015

  

Trens turísticos

Trem do Corcovado
São João del Rei
Campos do Jordão
Ouro Preto - Mariana
Trem das Águas
Trem da Mantiqueira
Trem das Termas
Montanhas Capixabas
Barra do Rio Grande
Teleférico de Ubajara

Em projeto

Expresso Pai da Aviação
Trem ecoturístico da Mata Atlântica
Locomotiva Zezé Leone

Antigos trens turísticos

São Paulo - Santos
Cruzeiro - São Lourenço
Trem da Mata Atlântica
Trem dos Inconfidentes
Trem Curitiba - Lapa

Calendário 1987
VFCJ | Bitolinha | Lapa | Inconfidentes | Trem da Serra | Paranapiacaba

Acompanhe no FB

  

Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade