Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Ferreomodelismo

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• As locomotivas Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

• A maquete do Trem turístico Ouro Preto - Mariana (Trem da Vale) - 12 Out. 2013

  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• Metrô DF direciona 2/3 dos trens para a Ceilândia - 27 Ago. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

Programação de Corpus Christi nos trens turísticos da ABPF Sul de Minas - 25 Mai. 2015

Passagens do trem para Vitória esgotam-se 15 dias antes do feriado - 22 Mar. 2015

  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

   

Bitolas & Escalas no Ferreomodelismo
A escala OO britânica


 
Jorge Hereth— Centro-Oeste nº 85 (1ºfev-1994)

Para responder à pergunta do companheiro Alexandre Santurian feita no CO-62/11, quero observar que parte da resposta do CO é errada.

A escala OO foi lançada em 1923 pelos fabricantes Basset-Lowke (Inglaterra) e Bing (Alemanha; hoje Trix). A escala da OO lançada por estes 2 pioneiros era de 1:87. A idéia tinha sido oferecer miniaturas para ferreomodelistas que não dispunham de muito espaço e que não tinham como montar ferrovias nas escalas III, II, I e O, habituais na época.

Assim cortou-se pela metade a escala O — 1:43,5 pelas normas do British Railway Modelling Standards Bureau (BRMSB) — e obteve-se 1:87 como resultado.

  Morop NMRA BRMSB
1ª correlação HO
Escala 1:87
Bitola 16,5 mm
HO
Escala 1:87,1
Bitola 16,5 mm
OO
Escala 1:76
Bitola 16,5 mm
2ª correlação - OO
Escala 1:76,2
Bitola 19,0 mm
P4
Escala 1:76
Bitola 18,83 mm

Teria estado tudo perfeito se, devido aos gabaritos mais rígidos, o material rodante britânico (protótipo) não fosse bem menor que o do continente europeu. Esta divergência se representou também nos modelos e assim surgiu o seguinte problema: — Os motores industriais comercialmente disponíveis na época não couberam em modelos 1:87 de locos britânicas, ou os que couberam não tiveram a força de tração necessária.

Transferida para medidas britânicas, 1:87 significa "escala de 3,5 mm", ou seja cada pé (304,8 mm) do protótipo é representado por 3,5 mm no modelo. A solução encontrada para o problema foi, então, aumentar a representação para 4 mm no modelo por cada pé (304,8 mm) no protótipo, obtendo-se a escala de 1:76.

Apesar dessa diferença, durante mais de 30 anos as escalas 1:76 e 1:87 foram vendidas como OO. Apenas a partir de 1954, quando da fundação do Morop — Model Railway Organization of Europ — começou-se a diferenciar entre OO (1:76) e HO (1:87).

Porém as normas do BRMSB mal consideram a escala HO, nem as do Morop a escala OO. Até hoje isso não causou problemas significativos pois OO é simplesmente considerada a versão britânica de HO — principalmente porque a bitola de 16,5 mm foi mantida para as duas escalas, com os mesmos padrões para os trilhos.

As normas da National Model Railroad Association dos EUA (NMRA) também consideram a escala OO, porém de outra forma. A escala OO americana tem bitola de 19 mm. Correspondendo à OO americana, existe na Grã-Bretanha a escala P4 (Protofour), também conhecida por EEM, de 1:76 com bitola 18,83 mm. Assim, temos duas correlações, conforme a tabela a seguir.

Vale salientar que no início dos anos 70 se desenvolveram motores que possibilitaram o lançamento de modelos britânicos em HO. Logo em seguida, fabricantes como Lima, Fleischmann e Rivarossi acabaram inundando a Grã-Bretanha com modelos britânicos em HO. Porém quase não houve aceitação no mercado britânico. Hoje, Fleischmann e Rivarossi vendem modelos britânicos em HO no continente europeu, enquanto a Lima participa da liderança no mercado britânico com modelos em OO.

Chegamos, agora, ao caso do material rodante britânico OO em maquetes HO.

1 — Tamanho — É claro que, devido à escala diferente, se repara certa discrepância de tamanho entre material OO e HO. Porém essa discrepância não é maior do que a existente entre uma FA-1 e uma G-22U da Frateschi. Lembre que a FA-1 está na escala HO, enquanto a G-22U está em escala de aproximadamente 1:76.

2 — Engates — Na Grã-Bretanha existe um tipo próprio de engates. Não há como trocá-los pois são montados no material. Encaixes diretos (Morop) ou parafusados (NMRA) são desconhecidos na Grã-Bretanha. Trata-se de engates de gancho, parecidos com os antigos engates Fleischmann, mas incompatíveis até mesmo com estes.

3 — Trilhos & Rodeiros — As normas BRMSB para trilhos e rodeiros correspondem às da Morop e da NMRA. Assim, material rodante britânico em OO roda perfeitamente em grades Frateschi. Por falar em trilhos mais afinados, o fabricante Peco faz grades e AMVs com trilhos Code 75, assim como os rodeiros apropriados.

4 — Corrente elétrica — O padrão britânico para OO corresponde ao padrão internacional para HO: — Corrente contínua de 0 a 12 Volts.

5 — Gabaritos — Apesar do tamanho algo maior do material rodante OO, seus gabaritos não causam problema em maquetes HO. Os trens britânicos aceitam qualquer raio de curva!

6 — Compatibilidade — Os modelos britânicos rodam perfeitamente em maquetes HO. Apenas não é possível misturar material rodante britânico OO com europeu HO no mesmo trem.

Para quem se interessa pela escala OO britânica recomendo o livro Complete Guide do Model Railways, de Michael Andress, ed. Patrick Stephens, Wellingborough, England, considerado a bíblia do ferreomodelismo britânico. Foi publicado inicialmente em 8 fascículos entre 1979 e 1982 sob o título "PSL Model Railways Guide". A partir de 1985 foi publicado em forma de livro, num só volume, com o título atual. É importante fonte de pesquisa, e não só para os adeptos do ferreomodelismo britânico. Pode ser adquirido no Brasil, nas livrarias Laselva.

Leituras de importância são:

— Railway Modeller
Peco Publications and Publicity Ltd.
Beer, Seaton, Devon Ex 12 3NA
Tel.: 0297-20-580
Fax: 0297-20-229

— Railway Magazine
IPC Magazines Ltd.
Kings Reach Tower, Stamford St.
London SE 1 9LS
Tel.: (071)-261-500

— Railway World
— Modern Railways
— Steam Today

Ian Allan Ltd.
Terminal House,
Shepperton, TW17. 8AS
Tel.: 0932-228-950
Fax: 0932-232-366
Telex: 929806 Iallan G

Para Fax e DDI o prefixo da Grã-Bretanha é 0044.

As linhas OO de marcas como Triang, Graham Farish, Basset-Lowke etc., antigamente bem populares na Grã-Bretanha, parece que não existem mais. Porém não tenho informações concretas a respeito.

A quem quiser iniciar-se na escala OO britânica recomendo começar com a marca Hornby.

As seguintes marcas são importantes para a escala OO britânica:

  • Hornby Hobbies Ltd.
    Westwood, Margate, Kent CT9 4JX
    England

  • Lima S.p.A.
    Via Capiterlina 66
    I-36033 Vicentina — Vicenza
    Italia

  • Dapol Model Railways Ltd.
    Overmill, Well Street
    Winsford, Cheshire CW7 1HW
    England

  • Replica Railways
    Unit 2, Station Yard, Station Road
    Lambourn, Berks
    England

  • Peco — Pritchard Patent Product Co. Ltd.
    Beer, Seaton, Devon, Ex 12 3NA
    England
    Tel.: 0297-21-542
    Fax: 0297-20-229

  • Bachmann Ind. Inc.
    Philadelphia, PA 19124
    Estados Unidos

  • Wrenn
    (não consta o endereço)

Bitolas e escalas no ferreomodelismo
As escalas da Frateschi | História das bitolas no ferreomodelismo | As bitolas e o nosso ferreomodelismo
As escalas e suas bitolas no ferreomodelismo (I) | As escalas e suas bitolas no ferreomodelismo (II)
A escala OO britânica | Sobre a escala G | As escalas da Lionel | Levando o hobby muito a sério
Escalas & medidas no ferreomodelismo
Paquímetro (digital) | Escalímetro | Conversão de medidas | Pés, polegadas & cia.
Escalímetro HO / N para imprimir | Escalímetro de peso para vagões | Tabela de pesos em escala
Rodas RP-25 | Códigos dos trilhos | Gabarito Mark III | O efeito escala sobre as cores
Bitolas no ferreomodelismo | Bitolas e escalas | As escalas e suas bitolas (I)
   
  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014

  

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  

Ferreomodelismo

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• As locomotivas Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

• A maquete do Trem turístico Ouro Preto - Mariana (Trem da Vale) - 12 Out. 2013

Acompanhe no FB


Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade