Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
 

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

  
  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

   

Classificação de locomotivas a vapor
Tentugal nº 50 versus F. M. Whyte


 
Flavio R. Cavalcanti
Centro-Oeste n° 95 — 1° Mai. 1995

A locomotiva nº 50 citada no CO-94/28 — "Anhumas" — é uma Ten-Wheeler (0-10-0) manobreira (switcher) — e não Decapod (2-10-0).

Ignoro que ela tenha pertencido à Viação Férrea Federal Leste Brasileiro (VFFLB). Conforme comentei no CO-91/24, baseado em informações do Eduardo Coelho, ela pertenceu à Usina Santo Amaro, em Baixada Grande, Campos, RJ; e antes disso, à Usina Barreiros, do Recife, PE.

O fabricante é Henschel — somente um "L" no final (Kelso Médici, S. José dos Campos, SP).

Agradeço a correção na grafia da Henschel & Sohn AG. Como não sei alemão, às vezes exagero na quantidade de LL.

As informações acrescentadas à sua nota pela Redação do CO foram extraídas do "Boletim ABPF" de Fev. 1995 (sem número); e confirmadas pelo convite avulso da ABPF, que o acompanhou — enviados em cima da hora, quando já não havia condições de alterar as páginas do CO-94.

Antes disso, já o material informativo emitido pela ABPF-RJ afirmava tratar-se de uma "Decapod 0-10-0" (CO-92/23).

De fato, nenhum livro consultado atribui essa denominação à rodagem 0-10-0. "Decapod" costuma indicar uma 2-10-0.

Esses nomes são uma selva, e macacos me mordam se vejo alguma lógica no assunto.

A denominação "Six-Wheel" (seis-rodas), por exemplo, foi atribuída à rodagem 0-6-0 — referindo-se, portanto, a seis rodas motrizes, e nenhuma de guia ou de arrasto.

O mesmo ocorre com a denominação "Eight-Wheel" (oito-rodas) atribuída à 0-8-0 — todas, portanto, rodas motrizes, e nenhuma de guia ou de arrasto.

Nesse último caso, porém, também se usava a denominação "Eight-Coupled" (oito-acopladas), bem mais lógica, ao deixar claro que não foram contadas as de guia ou de arrasto.

A coisa começa a perder consistência, quando vemos que a denominação "Twelve-Wheel" (doze-rodas) era atribuída às locomotivas 4-8-0 — ou seja, a soma das rodas de guia com as motrizes.

Agora, a coisa complica, mesmo, é quando chegamos na chamada "Ten-Wheel" (dez-rodas) — denominação atribuída outrora a 2 tipos de rodagem inteiramente diversos:

Alguns atribuíam a denominação "Ten-Wheeler" (dez-rodas) à rodagem 4-6-0 — novamente, somando as rodas de guia com as motrizes.

Este é o uso mais popular dessa denominação, e o novo lançamento da Frateschi com certeza irá consolidá-lo ainda mais, entre os modelistas brasileiros.

Posso estar enganado, mas parece que já há casos, nos EUA, de gente atribuindo a denominação "Casey Jones", genericamente, à rodagem 4-6-0. É uma homenagem ao maquinista John Luther Jones, popularizado como herói ferroviário, após sua morte, em "A Balada de Casey Jones" (narrada por Délio Araújo no CO-75/23).

Outros, atribuíram a mesma denominação "Ten-Wheel" (dez-rodas) à rodagem 0-10-0 — ou seja, 10 rodas motrizes, e nenhuma de guia ou de arrasto.

Felizmente, alguém também teve a idéia de chamar as 0-10-0 pela denominação que me parece mais coerente, de "Ten-Coupled" (dez-acopladas).

Certos, mesmo, estavam os antigos ferroviários brasileiros que deram à locomotiva nº 50, de rodagem 0-10-0, o apelido de "Tentugal" — desbastando assim o matagal de "Ten" para cá, "Ten" para lá etc.

  • O quadro resume as colaborações, em diversas épocas, de Gilberto Coutinho (Brasília), Luiz Octávio (Rio), Sérgio Pinho (Niterói), Marcos Ahorn (SP/SP) e... Kelso Médici — entre outros.
  • Ver "Classificação Whyte de locomotivas a vapor", CO-78/9.

Portanto, até onde pude verificar na biblioteca do Centro-Oeste, de fato a denominação "Decapod", era utilizada para indicar a rodagem 2-10-0.

Mas já estou começando a acreditar que deve ter havido (ou ainda há de haver) gente bastante para aplicá-la a qualquer outra rodagem, inclusive somando as rodas de guia, de arrasto e de freio, para dar quorum (FRC).

Locomotiva “Tentugal”
Mistérios da “Tentugal” | “Tentugal” vs. F. M. Whyte
Uma odisseia silenciosa
Locomotivas a vapor
Como funciona a locomotiva a vapor | Detalhamento de uma Mikado
Classificação de locomotivas a vapor | Classificação Whyte | Classificação Whyte, França, Alemanha | Tentugal nº 50 vs. F.M.Whyte
As locomotivas Garrat no Brasil | Um apito para cada situação | A balada de Casey Jones | Fornalha Wootten
Pacific 4-6-2 nº 339 e 340 RMV | Locomotivas da EF Perus-Pirapora | Jung da Usina Monte Alegre (PB)
Miniatura Mikado realmente a vapor | Vídeo da locomotiva Mikado 165 EFVM
   

Ferreomodelismo

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• As locomotivas Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

• A maquete do Trem turístico Ouro Preto - Mariana (Trem da Vale) - 12 Out. 2013

  

Ferreoclipping

• Livro sobre a GWBR em João Pessoa e Recife - 12 Mai. 2016

• Museu Ferroviário de Natal - 25 Abr. 2016

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• Metrô DF direciona 2/3 dos trens para a Ceilândia - 27 Ago. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

Programação de Corpus Christi nos trens turísticos da ABPF Sul de Minas - 25 Mai. 2015

Passagens do trem para Vitória esgotam-se 15 dias antes do feriado - 22 Mar. 2015

  

Acompanhe no FB


Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade