Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
  

  

Ferrovias

• Locomotiva GE U23C nº 3902 RFFSA - 8 Out. 2017

• Trem Vitória - Belo Horizonte - pontos de venda - 2 Out. 2017

• Horários do Trem Vitória - Belo Horizonte - 28 Set. 2017

• Litorinas Budd RDC no Brasil - 27 Set. 2017

• Trem das Águas - ABPF Sul de Minas - 15 Set. 2017

• Fases de pintura das locomotivas English Electric EFSJ / RFFSA - 2 Mai. 2017

• A Velha Senhora no trem da Luz a Paranapiacaba (1985) - 22 Fev. 2017

• Horários do Trem turístico S. João del Rei - 6 Dez. 2016

• Trens especiais Curitiba - Pinhais (1991) - 29 Nov. 2016

• Trem turístico a vapor Curitiba - Lapa (1986) - 26 Nov. 2016

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

  

  
  

Ferreofotos

• Estação Aimorés - Trem Vitória a Minas - 27 Set. 2017

• EFSPRG - A ferrovia na guerra do Contestado - 25 Set. 2017

• Toshiba DNPVN - Porto do Rio Grande - 11 Jul. 2017

• A volta da locomotiva "Velha Senhora" (1981) - 18 Fev. 2017

• Reconstrução da Rotunda de São João del Rei (1983-1984) - 8 Dez. 2016

• Trem do centenário do cerco da Lapa (1993) - 2 Dez. 2016

• Embarque de blindados em vagões Fepasa (1994) - 27 Nov. 2016

• Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 23 Nov. 2016

• G12 canadenses “espartanas” nº 4103-4196 na ALL - 7 Set. 2016

• Locomotivas “Loba” GE 1-C+C-1 nº 2001 a 2025 Fepasa - 5 Set.. 2016

  

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014

  

Ferreofotos

• Estação Aimorés - Trem Vitória a Minas - 27 Set. 2017

• EFSPRG - A ferrovia na guerra do Contestado - 25 Set. 2017

• Toshiba DNPVN - Porto do Rio Grande - 11 Jul. 2017

• A volta da locomotiva "Velha Senhora" (1981) - 18 Fev. 2017

• Reconstrução da Rotunda de São João del Rei (1983-1984) - 8 Dez. 2016

• Trem do centenário do cerco da Lapa (1993) - 2 Dez. 2016

• Embarque de blindados em vagões Fepasa (1994) - 27 Nov. 2016

• Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 23 Nov. 2016

• G12 canadenses “espartanas” nº 4103-4196 na ALL - 7 Set. 2016

• Locomotivas “Loba” GE 1-C+C-1 nº 2001 a 2025 Fepasa - 5 Set.. 2016

  

Ferreomodelismo

• Backlight em maquetes de ferreomodelismo - 5 Nov. 2017

• Luzes de 0,5 mm (fibra ótica) - 2 Jun. 2016

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

• GMDH-1 impressa em 3D - 8 Jun. 2015

• Decais para G12 e C22-7i MRN - 7 Jun. 2015

• Cabine de sinalização em estireno - 19 Dez. 2014

• Cabine de sinalização em palito de fósforo - 17 Dez. 2014

• O vagão Frima Frateschi de 1970 - 3 Jun. 2014

• Decais Trem Rio Doce | Decais Trem Vitória-Belo Horizonte - 28 Jan. 2014

• Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

  

Ferreofotos

• Estação Aimorés - Trem Vitória a Minas - 27 Set. 2017

• EFSPRG - A ferrovia na guerra do Contestado - 25 Set. 2017

• Toshiba DNPVN - Porto do Rio Grande - 11 Jul. 2017

• A volta da locomotiva "Velha Senhora" (1981) - 18 Fev. 2017

• Reconstrução da Rotunda de São João del Rei (1983-1984) - 8 Dez. 2016

• Trem do centenário do cerco da Lapa (1993) - 2 Dez. 2016

• Embarque de blindados em vagões Fepasa (1994) - 27 Nov. 2016

• Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 23 Nov. 2016

• G12 canadenses “espartanas” nº 4103-4196 na ALL - 7 Set. 2016

• Locomotivas “Loba” GE 1-C+C-1 nº 2001 a 2025 Fepasa - 5 Set.. 2016

Estrada de Ferro Madeira-Mamoré - EFMM
Cronologia | Tratado de Petrópolis | Fotos da construção | Panorâmica de Porto Velho
A Ferrovia do Diabo | Álbum do MIS | Documentação X destruição | Fotos de 1983
Mapas: 1970 | 1969 | 1965 | 1954 | Estações em 1960 | Abertura dos trilhos | 1910 | 1907
Acervo do Museu | Ferrovias da Amazônia
   

EFMM - Estrada de Ferro Madeira Mamoré
Inventário de peças do Museu da
Estrada de Ferro Madeira-Mamoré


 
Fonte: Fundação Iaripuna - Jun. 2009

Denúncias de furto de peças pertencentes ao acervo do Museu da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré motivaram a divulgação do inventário pela Fundação Iaripuna, em meados de 2009.

Trata-se de um documento fundamental para a vigilância dos rondonienses e preservacionistas em geral sobre a integridade do acervo.

Mas também é uma fonte de informações preciosas para o estudo e a pesquisa da história de Rondônia e das ferrovias no Brasil.

Item  Ref.   Acervo - Descrição
001 001    Locomotiva Coronel Church - Primeira locomotiva trazida para Amazônia no ano de 1878, pela companhia norte-americana P. & T. Collins. Em ferro e aço. Comprimento de 13,30 m, com largura de 2,30m e altura de 3,50m. Tipo Baldwin. Classificação 4.2.0. Fabricada pela empresa Baldwin Locomote Works, Filadélfia. E.U.A. Teve também as seguintes denominações: “velha Collins” e   “a baronesa”.
002 002 Velocípede de linha (triciclo) - Triciclo ferroviário em ferro e madeira, com duas catracas (engrenagem), com assento em madeira, movido por uma pessoal. Utilizado para o serviço do pessoal da via permanente como: assistência as linhas telefônicas ferroviárias e bombeamento de água para os tanques ao longo das linhas. Comprimento de 1,94m, largura de 1,25m e altura de 1,0m.
003 003 Cegonha - Veículo de quatro rodas, fabricado em ferro e madeira. Comprimento de 1,69m, largura de 2,52m e altura de 1,45m. Movida por duas pessoas e utilizada para serviços diversos ao longo da linha.
004 004 Macaco de linha ou agulha de linha - Modelo Stand, nº 17, fabricado pela firma Ramapo Iron Works, na cidade de Hillburn, N.Y. E.U.A. Confeccionado em ferro maciço. Servia na averiguação e correção das linhas.
005 004 A Macaco de linha ou agulha de linha - Modelo Stand, nº 17, fabricado pela firma Ramapo Iron Works, na cidade de Hillburn, N.Y. E.U.A. Confeccionado em ferro maciço. Servia na averiguação e correção das linhas.
006 005 Agulha de manobra - Modelo C-194, peça inglesa, fabricada pela firma Manf By The Weir Frog. Co. Utilizada para sinalização das manobras dos trens. Peça em ferro maciço.
007 006 Agulha de manobra - Modelo: C-196, fabricação americana. Cincinnati – E.U.A. Utilizada para sinalização das manobras dos trens. Peça em ferro maciço.
008 007 Bomba d’água a vapor - Peça em ferro maciço. Modelo BTA 35558-F – Fessimbra (Fressimbra), fabricada por Tancye B. Ham, cidade de Northington – Inglaterra. Utilizada para alimentar as caixas d’água ao longo da linha.
009 008 Peso do calibrador de monômetro - Pesos utilizados no calibrador de monômetro das locomotivas.
010 009 Empilhadeira manual (elevador de carga) - Peça em ferro maciço, com plataforma em madeira. Altura com 4,50m, largura com 1,10m. Utilizada para embarque e desembarque de produtos diversos nos armazéns do complexo ferroviário.
011 010 Cofre - Peça em aço maciço, com altura de 2,00m, largura de 0,82cm, com 0,64cm de fundo. Modelo Bernardine (Bernardini). Fabricado em São Paulo-Brasil. Utilizado no escritório central da E.F.M.M.
012 011 Caixa forte - Peça em aço maciço com rodas, com altura de 1,68m, largura de 0,92cm e 0,59cm de fundo. Fabricada pela The Globe Wernicke Co. – Cincinnati – E.U.A. Utilizada para guardar documentos referentes ao movimento de entrada e saída de mercadorias, como também o montante monetário das transações comerciais da E.F.M.M.
013 012 Cofre - Com altura de 1,05m, largura de 0,69cm e 0,60cm de fundo. Em aço maciço com rodas. Fabricado por Herring Hall – Marvin Safe Co. – Yale – Estados Unidos. Utilizado no escritório da E.F.M.M.
014 013 Cofre - Em ferro maciço. Utilizado no escritório central da E.F.M.M. Altura de 0,60 cm, largura de 0,43cm e 0,40cm de fundo.
015 014 Balança - Em ferro maciço e madeira. Sendo das marcas Filizola (uma) e Tee Standard (duas). Utilizadas para pesagem de mercadorias.
016 014 A Balança:  
017 014 B Balança:  
018 015 Carrinho de estiva - Fabricado em madeira e ferro, com duas rodas, tração humana. Utilizado para serviços diversos, como por exemplo: o transporte de cargas de um galpão para outro, no complexo da E.F.M.M.
019 015 A Carrinho de estiva - Fabricado em madeira e ferro, com duas rodas, tração humana. Utilizado para serviços diversos, como por exemplo: o transporte de cargas de um galpão para outro, no complexo da E.F.M.M.
020 016 Guincho a vapor - Peça em ferro maciço, composta por três cilindros catracados, com alavanca de comando manual. Fabricado pela Lambert Holsting Engime Co New York - E.U.A. Utilizada no plano inclinado da E.F.M.M., para retirar as mercadorias dos vapores.
021 017 Farol da locomotiva 18 - Feito em ferro e zinco. Fixado na frente da caldeira; U utilizado nas viagens noturnas.
022 018 Painel de temperatura da caldeira ou manômetro da locomotiva - Feito em aço e vidro. Utilizado para medição da pressão da água, a pressão do ar comprimido e a temperatura das caldeiras da planta elétrica.
023 019 Painel de temperatura da caldeira ou manômetro da locomotiva - Media a temperatura, pressão e ar comprimido das caldeiras.
024 020 Gerador Elétrico - Capacidade e características: Cem KVA, com 2.400 W, 24 amperes- AMPS, três fases, 60 ciclos e 900 RPM. Peça em ferro e cobre. Marca Westinghouse. Fabricado por Elétric & MFG. Co. Utilizado para fornecimento de energia elétrica da planta baixa da E.F.M.M.
025 021 Mola elicoidal de vagões e de tender de locomotiva (helicoidal?) - Fabricação americana, em aço. Utilizado nos vagões e tender.
026 021 A Mola helicoidal de vagões e de tender de locomotiva (helicoidal?)Descrição: Fabricação americana, em aço. Utilizado nos vagões e tender.
0267 021 B Mola helicoidal de vagões e de tender de locomotiva (helicoidal?) - Fabricação americana, em aço. Utilizado nos vagões e tender.
028 021 C Mola helicoidal de vagões e de tender de locomotiva (helicoidal) - Fabricação americana, em aço. Utilizado nos vagões e tender.
029 021 D Mola helicoidal de vagões e de tender de locomotiva (helicoidal?) - Fabricação americana, em aço. Utilizado nos vagões e tender.
030 021 E Mola helicoidal de vagões e de tender de locomotiva (helicoidal?) - Fabricação americana, em aço. Utilizado nos vagões e tender.
031 022 Patesca do plano inclinado - Utilizada para remanejar vagões tombados da ferrovia. Puxava apenas um trole.
032 022 A Patesca do plano inclinado - Utilizada para remanejar vagões tombados da ferrovia. Puxava apenas um trole.
034 023 Carretel de talha - Utilizado em todo serviço pesado da E.F.M.M. Em aço forjado.
035 024 Cilindro de solda ou gerador de oxigênio - Utilizado para serviço de socorro de solda nas linhas ferroviárias. Assentada no vagão de carga do carro de solda. Marca Gerox. Indústria brasileira.
036 025 Cilindro de solda ou gerador de oxigênio - Utilizado para serviço de socorro de solda nas linhas ferroviárias. Assentada no vagão de carga do carro de solda. Marca Gerox. Indústria brasileira.
037 026 Chave de boca em aço forjado (conjunto de médias e pequenas) - Tipo americano. Utilizada para manutenção das linhas.
038 026 A Chave de boca em aço forjado (conjunto de médias e pequenas) - Tipo americano. Utilizada para manutenção das linhas.
039 026 B Chave de boca em aço forjado (conjunto de médias e pequenas) - Tipo americano. Utilizada para manutenção das linhas.
040 026 C Chave de boca em aço forjado (conjunto de médias e pequenas) - Tipo americano. Utilizada para manutenção das linhas.
041 026 D Chave de boca em aço forjado (conjunto de médias e pequenas) - Tipo americano. Utilizada para manutenção das linhas.
042 026 E Chave de boca em aço forjado (conjunto de médias e pequenas) - Tipo americano. Utilizada para manutenção das linhas.
043  026 F Chave de boca em aço forjado (conjunto de médias e pequenas) - Tipo americano. Utilizada para manutenção das linhas.
044 026 G Chave de boca em aço forjado (conjunto de médias e pequenas) - Tipo americano. Utilizada para manutenção das linhas.
045 027 Macaco de curva ou braço nº 02 - Confeccionado em ferro maciço. Utilizado para desempenar os trilhos nas curvas das linhas. Indústria brasileira.
046 028 Cama - Fabricada em ferro tubular com estrado em aço. Tipo PA Way 22 – 1000. Utilizada nas enfermarias do Hospital da Candelária.
047 028 A Cama - Fabricada em ferro tubular com estrado em aço. Tipo PA Way 22 – 1000. Utilizada nas enfermarias do Hospital da Candelária.
048 029 Penteadeira - Altura 1,62m, largura 0,95cm e fundo 0,53cm. Confeccionada em madeira de lei, composta por cinco gavetas, com puxadores em bronze, espelho frontal e base em granito. Provavelmente utilizada nas residências dos funcionários graduados da E.F.M.M.
049 030 Cristaleira em madeira e vidro - Altura 1,44m, largura 1,51m e fundo de 46cm. Confeccionada em madeira de lei trabalhada, composta de duas portas com vidro e puxadores em bronze. Utilizada nas residências dos funcionários graduados da E.F.M.M.
050 031 Conjunto de varanda - Confeccionado em madeira e couro. Mesa de centro em formato redondo, com três cadeiras, sendo duas cadeiras simples, duas com suporte para os braços. Os pés das pesas tem entalho de leão. Fabricada pela A Brasileira do Cattete. Fábrica de propriedade do senhor Américo Martins Cardoso.
051 032 Conjunto de mesa - Mesa em madeirite, com estrutura em madeira, com 3,0m de comprimento por 1,20m de largura, com oito cadeiras em madeira, com assento e encosto em couro trabalhado e rebites em bronze. Utilizado nas residências dos funcionários graduados da E.F.M.M.
052 033 Armário - Confeccionado em madeira simples, com uma porta, com detalhe na borda superior. Altura 2,10m, largura 0,88cm e fundo 0,47cm. Utilizado no serviço de vigilância da guarda civil ferroviária.
053 034 Caixa de correio - Fabricado pela Fundição Americana-RJ. Marca Privilegiada. Feita em ferro maciço. Cobria o serviço postal de todo complexo da E.F.M.M.
054 035 Extintor de incêndio - Capacidade para 350 libras. Medindo 0,61 cm. Feito em cobre. Fabricado por Johus-Manville & MC. Milwaukee-NY. Utilizado nos vagões.
055 036 Extintor de incêndio - Modelo Nacional. Capacidade 360 libras, feito em aço. Medindo 0,71 cm. Fabricado por Walter Kidde. AS – SP. Utilizado nos vagões.
056 037 Relógio cronômetro - Fabricado por Waterbury Clok. Co. Relógio de parede. Painel marcador de hora em algarismo arábico, com moldura em madeira entalhada e vidro.
057 038 Relógio de parede - Utilizado na divisão de engenharia. Com dois painéis, sendo um marcador de hora em algarismo romano, e outro marcador de mês e dia, em algarismo arábico. Com moldura em madeira entalhada e vidro. Fabricado por Waterbury Clok. Co.
058 039 Abajur de teto - Confeccionado em latão. Com três bocais para lâmpadas (sem lâmpadas, e sem refletor, ou seja, contendo apenas a base)
059 040 Relógio de parede - De parede. Com moldura em madeira. Com painel marcador de horas em algarismo romano, utilizado na Estação de Abunã. (com o vidro, e uma parte externa quebrada).
060 041 Bússola - Sendo duas fabricadas por John Bruce & Sons. Liverpool-Inglaterra. São bússolas de caixas. Uma fabricada por H. Hughs & Sons Ltda, Londres. Eram usadas pelos engenheiros na construção e demarcação dos rumos e limites da E.F.M.M. Data de fabricação: 1886. Três exemplares.
061 042 Abajur - Confeccionados em bronze, estilo inglês, utilizado na iluminação dos vagões de passageiros. Com refrator da iluminaria, branco: 04 de louça e um sintético/(plástico).    
062 042 A Abajur - Confeccionados em bronze, estilo inglês, utilizado na iluminação dos vagões de passageiros.
063 043 Quepe (Boné) - Em cor branca. Confeccionado em brim, com abas pretas plastificadas. Trazem insígnias da E.F.M.M. Provavelmente utilizado pelo chefe da Estação de Vila Murtinho, Senhor Osvaldo Souza.         Obs: dentro da vitrine nº 04
064 043 A Quepe (Boné) - Em cor bege. Confeccionado em brim, com abas pretas plastificadas. Trazem insígnias da E.F.M.M. Provavelmente utilizado pelo chefe da Estação de Vila Murtinho, senhor Osvaldo Souza.
065 044 Furadeira vertical - Confeccionada em aço forjado. Fabricada pela firma Wandyck Churchill Co. - New York, Philadelphia, U.S.A. Dimensões de: 2,0m de altura, com largura de 2,0m. Foi muito utilizada nas oficinas da E.F.M.M.
066 045 Gerador de energia elétrica - Fabricante Elétric Westinghouse Co. Fabricado em aço forjado, de forma cilíndrica. Tamanho: 1,06m, com largura de 51cm.
067 046 Motor elétrico (um gerador) - Utilizado nas correias de transmissão dos tornos e plainas da oficina da E.F.M.M. Feito em aço forjado. De tamanho de 1,35 m, largura de 0,56cm, com 135 Volts. Marca Drehstr Mot. (typi – SVZ – 40/8). Bitter Motorenwerker. Fabricação alemã.
068 047 Mini torno horizontal - Em aço forjado. Tipo Bitter Motorenwerker. Comprimento 1,15m, altura 1,10m, largura 0,60cm. Utilizado para fabricar pequenas peças na oficina da E.F.M.M.
069 048 Torno revolvel - Utilizado na oficina, para fabricação de parafusos, porcas, pregos e outros utensílios. Marca AM. Tool & M.Acoimb.Co. Fabricado por Bitter Motorenwerker. Em aço forjado. Tamanho 2,05m, largura de 1,08m, altura de 1,42m.
070 049  Esquadrilhadora - Utilizada nos serviços de carpintaria da E.F.M.M. Marca Universal Trimmer W.R for Patents. Fabricado por The Fox Machine Co. Gran Rapids. Michigam U.S.A. Em aço forjado. Altura 1,30m, comprimento 1,04m, largua 0,70 cm.
071 050 Torno abridor de rosca - Utilizado para abrir rosca interna nos canos de diversas polegadas. Fabricado por Williams Tool Co. Manufacturs, Ere Pensilvânia U.S.A. Altura 1,26 m, comprimento 1,60m, largura
072 051 Serra de fita elétrica - Utilizada nos cortes de vidro. Em aço forjado. Marca Mössner Rekord. Fabricado por Theodor Wille – Hamburgo – Alemanha
073 052 Furadeira vertical média - Utilizada nas oficinas para fazer furo em peças de até 1 e 1/5”. Em aço forjado. Marca New Century. Nova York U.S.A. Altura 1,83m, largura 0,92cm, peso aproximado de 300 kg.
074 053 Máquinas para esmeril e rebolos - Utilizada para amolar as ferramentas dos torneiros. Em aço forjado. Fabricado por Sturtevant Engineering Co. Ltd - Londres. Altura 1,10m, largura 0,63 cm, comprimento 1,0m.
075 054 Caixa do cilindro da bomba d’água do BairroTriângulo. - Em aço forjado medindo 1,40m.
076 055 Pistão da bomba d’água do bairro Triângulo - Em aço forjado - de forma cilíndrica - que servia para passar água para a caldeira pelo processo de recalentação.
  055 A Pistão de bomba
077 056 Cadeira do maquinista         - Estrutura em aço, com encosto acolchoado em napa, com uma base circular. Fixada na cabine do maquinista da locomotiva 16.
078 057 Injetor do sarilho americano de duas polegadas     - Em aço forjado. Fabricação americana, nº 08, marca Montor, fabricado por Nathan WFG. Co. Nova York.
079 058 Injetor de alavanca americana de 1’ e ½ . - Em aço forjado. De nº 7A, fabricado pela The Hancoch Inspirator, Boston, Massachussets. U.S.A. (Três exemplares).
080 059 Lubrificador de três ligações - Em aço forjado, Tipo Bull”s Eye, 3 F, nº 09. Fabricado pela Natan WFG. Co. Nova York. Usado na locomotiva do tipo mongo americana.
081 060 Válvula geral de distribuição de vapor - Em aço forjado. Utilizada na locomotiva, tipo mogo-americana.
082 061 Mancal dos tambores da lança do guincho G-3      - Em aço forjado. Peça de encaixe de forma cilíndrica.
083 062 Conjunto composto por um balde, uma motolia e um funil - Confeccionado em latão, de formatos cônicos, utilizados no depósito de óleo da E.F.M.M.
084 063 Um ventilador e um abajur de teto   - Ventilador de marca Westinghouse. Confeccionado em ferro e alumínio. Abajur com três bocas em louça, confeccionado em latão. Provavelmente utilizado na sala de jantar da casa do superintendente da E.F.M.M.
085 064 Conjunto composto por dois baldes, e um alguidar (sem o alguidar) - Confeccionado em ferro fundido.
086 065 Mossa para chapeamento de furação de esteios    - Em ferro com suporte em madeira. Comprimento de 0,54cm e largura de 1,31m.
087 066 Lubrificador    - Confeccionada em ferro e aço. Utilizado na serraria da E.F.M.M.
088 067 Cone    - Confeccionado em latão, tamanho 0,64cm. Utilizado na sinalização da garagem dos caminhões da E.F.M.M.
089 068 Expansão de locomotiva (barra de tração) - Em ferro. Utilizada nas locomotivas do tipo mongo-americana.
090 069 Pá        - Utilizada para retirar cinza do forno da locomotiva.
091 070 Barra de unha - Confeccionada em ferro forjado. Utilizada pelos trabalhadores da via permanente
092 071 Alavanca ponteiro       Descrição: Utilizada pelos trabalhadores da via permanente.
093 072 Rôdo   - Utilizado na limpeza do cinzeiro da locomotiva.
.094 073 Bitola (medidor de linha) - Utilizada para abitolar trilhos na via permanente.
095 074 Eixo dianteiro da cegonha     - Utilizado para acoplar as rodas das cegonhas.
096 075 Tenaz  - Utilizado para amenizar o fogo das fornalhas das locomotivas.
097 076 Garfo   - Utilizado para remover a serragem da serraria da E.F.M.M.
098 077 Marreta de linha         Descrição: Fabricação nacional. Utilizada para pregar grampos nas linhas.
099 078 Pá carvoeira - Utilizada para colocar carvão nas fornalhas das locomotivas.
100 079 Travador de serra circular - Utilizado nos serviços diversos no complexo ferroviário.
101 080 Travadores de agulhas de via permanente - Dois exemplares.
102 081 Balancim de sapata - Utilizada nos freios dos vagões.
103 082 Bitola paralela - Utilizada para bitolar as rodas das locomotivas e dos demais carros da linha ferroviária.
104 083 Regulador de macha da locomotiva - Tem a função de fazer a máquina se locomover.
105 084 Movedor de toras - Usado na serraria da E.F.M.M.
106 085 Gato - Utilizado para levantar tora nos guindastes
107 086 Veio de cegonha - Pertence ao conjunto de marcha da cegonha.
108 087 Engrenagem de cegonha - Puxava o eixo da cegonha.
109 088 Engrenagem de velocípede de linha - Rodava no eixo do velocípede de linha.
110 089 Pedaços de trilho com tala de junção com parafusos, porcas e arruelas
111 089 A Pedaços de trilho com tala de junção com parafusos, porcas e arruelas
112 089 B Pedaços de trilho com tala de junção com parafusos, porcas e arruelas
113 090 Tala de junção macho
114 090 A Tala de junção fêmea
115 091 Sapata ou tupin - Servia para segurar os trilhos nas curvas
116 092 Carretéis corrediços da porta do armazém B2.
117 092 A Carretéis corrediços da porta do armazém B2.
118 093 Braço do tambor de freio de vagão de carga - Peça componente do conjunto de freios.
119 094 Barra de mão Descrição:de virar contra-pino
120 095 Apito de locomotiva Descrição:
121 096 Encarrilhadeira americana - Em aço forjado. Utilizada para encarrilhar vagões e locomotivas quando saiam dos trilhos.
122 097 Encarrilhadeira inglesa - Em aço forjado. Tipo sapo. Servia para encarrilhar vagões e locomotivas quando saiam dos trilhos.
123 098 Sino - Confeccionado em bronze, com suporte em ferro maciço. Comprimento de 0,78cm e largura 0,57cm. Servia para lembrar aos passageiros os horários de chegada e partida dos trens.
124 098 A Sino - Confeccionado em bronze, com suporte em ferro maciço. Comprimento de 0,78cm e largura 0,57cm. Servia para lembrar aos passageiros os horários de chegada e partida dos trens.
125 099 Encarrilhadeira grega - Utilizada para encarrilhar guindaste.
126 100 Poste de linha telegráfica - D.C.T. Marechal Rondon. Ano de 1914.
127 101 Roda de vagão - Em aço forjado
128 102 Porta da caixa de fumaça - Pertencia a locomotiva de nº 03
130 103 Farolete - Acoplado nas laterais das locomotivas.
131 104 Lanterna à querosene - Utilizada pelo guarda-freio em manobras.
132 105 Lampião para sinalização - Indústria brasileira. Fabricado em 1920 e usada pelo guarda-freio em manobras.
133 106 Farol - Em cobre. Utilizado na sinalização do navio Francisco Sales e Madeira-Mamoré. Dois exemplares.
134 107 Lanterna elétrica - Em cobre, usado na sinalização de boreste e bombordo dos navios.
135 108 Placa de identificação - Em bronze maciço de nº 03
136 109 Placa de identificação - Em bronze maciço de nº 16
137 110 Placa de identificação - Em bronze maciço de nº 09
138 111 Placas de identificação da draga a vapor - Ano de 1912.
139 111 A Placas de identificação da draga à vapor - Ano de 1912.
140 112 Placa de identificação marca Baldwin - nº 33024. Ano 1908
141 113 Placa de identificação Baldwin - Nº 34004. Ano de 1909
142 114 Isolador de poste - Usado na linha telefônica e telegráfica.
143 115 Réplica da placa de identificação da locomotiva 03 - Descrição:
144 116 Armário - Confeccionado em pinho australiano, com divisórias. Utilizado para guardar bilhetes de passagens na Estação da E.F.M.M.
145 116 A Armário - Confeccionado em pinho australiano, com divisórias. Utilizado para guardar bilhetes de passagens na Estação da E.F.M.M.
146 117 Cabide - Confeccionado em madeira simples.
147 117 A Cabide - Confeccionado em madeira simples.
148 118 Conjunto de Cadeiras - Em madeira com assento revestida em couro, sendo duas sem suporte para o braço e uma com suporte. Três exemplares.
149 119 Móvel tipo aparador para guardar louças - Em madeira trabalhada. Pertencia às residências de funcionários graduados da E.F.M.M.
150 120 Panela de ferro - Utilizada pelos trabalhadores das frentes de construção da E.F.M.M
151 120 A Concha de ferro - Utilizada pelos trabalhadores das frentes de construção da E.F.M.M
152 121 (?)
153 122 Garrafões de porcelana - Fabricado em Amsterdã – Alemanha. Capacidade para um litro. Cor de cerâmica
154 122 A Garrafões de porcelana - Fabricado em Amsterdã – Alemanha. Capacidade para um litro. Cor de cerâmica
155 122 B Garrafões de porcelana - Fabricado em Amsterdã – Alemanha. Capacidade para um litro. Cor de cerâmica
156 123 Mangas de candeeiros -     15 brancas inteiras e duas quebradas. Tamanho pequeno.
157 123 A Mangas de candeeiros -  Cor verde
158 123 B Mangas de candeeiros -    Cor azul
159 124 Abajur de vidro com suporte de metal - Apenas o suporte foi identificado
157 125 Quadro da Santa Ceia - Em bronze. (prata sobre bronze)
160 126 Jogo de mesa - Mesa em madeira, com seis cadeiras em madeira entalhada, com assento e encosto em couro, em estilo neoclássico, muito em voga no final do século XIX e até meados do século XX. Com 1,93m de comprimento e 1,15m de largura. Pertencia ao escritório do diretor da E.F.M.M.
161 127 Caixa de fichário - Usada na Seção de Pessoal da E.F.M.M, em Porto Velho. Dois exemplares
162 128 Aferidor para analisar combustível Descrição:
163 129 Mangas de candeeiro - Em vidro, modelo alongado (04 exemplares, tipo tubo: com uma quebrada)
164 130 Garrafas de bebidas inglesas - Três (03) exemplares grandes
165 130 A Garrafas de bebidas inglesas - Sete (07) exemplares médios
166 130 B Garrafas de bebidas inglesas - quatro exemplares pequenos (cor branca)
167 131 Porta-carimbo (sem carimbo) Descrição:
168 132 Tijolo refratário - Usado para o revestimento das caldeiras como protetor de calor.
169 132 A Tijolo refratário - Usado para o revestimento das caldeiras como protetor de calor.
170 132 B Tijolo refratário - Usado para o revestimento das caldeiras como protetor de calor.  
171 133 Tijolo de carvão mineral - Usado no revestimento das caldeiras das máquinas à vapor. Três exemplares.
172 133 A Tijolo de carvão mineral - Usado no revestimento das caldeiras das máquinas à vapor.
173 133 B Tijolo de carvão mineral - Usado no revestimento das caldeiras das máquinas à vapor.
174 134 Lajota refratária Descrição:
175 134 A Lajota refratária Descrição:
176 134 B Lajota refratária Descrição:
177 135 Telha marcelesa (marcélias) (ou marselhesa) - (Tipo Francesa) datadas do ano de 1907.
178 135 A Telha marcelesa (marcélias) (ou marselhesa) - (Tipo Francesa) datadas do ano de 1907.
179 135 B Telha marcelesa (marcélias) (ou marselhesa) - (Tipo Francesa) datadas do ano de 1907.
180 135 C Telha marcelesa (marcélias) (ou marselhesa) - (Tipo Francesa) datadas do ano de 1907.
181 135 E Telha marcelesa (marcélias) (ou marselhesa) - (Tipo Francesa) datadas do ano de 1907.
182 136 Aparelho telegráfico, com linguagem Morse Descrição: 
183 137 Placa da Escola Superior de Guerra - Placa em bronze, datada do ano de 1982             Obs: Vitrine nº 01
184 138 Travessa de porcelana Descrição:              Obs: Vitrine   nº 01
185 139 Bandeja - Confeccionada em prata e bronze                                                                                                                  
186 139 A Bandeja - Confeccionada em prata e bronze
187 140 Tinteiro - Confeccionado em vidro, contendo uma caneta. Base em madeira.
188 141 Carimbo - Carimbos datados entre 1915 a 1936. Usados nos escritórios da administração da E.F. M.M.
189 141 A Carimbo - Carimbos datados entre 1915 a 1936. Usados nos escritórios da administração da E.F. M.M.
190 141 B Carimbo - Carimbos datados entre 1915 a 1936. Usados nos escritórios da administração da E.F. M.M.
191 141 C Carimbo - Carimbos datados entre 1915 a 1936. Usados nos escritórios da administração da E.F. M.M. Dez
192 141 D Carimbo - Carimbos datados entre 1915 a 1936. Usados nos escritórios da administração da E.F. M.M.
193 141 E Carimbo - Carimbos datados entre 1915 a 1936. Usados nos escritórios da administração da E.F. M.M. Dez unidades.
194 141 F Carimbo - Carimbos datados entre 1915 a 1936. Usados nos escritórios da administração da E.F. M.M.
195 141 G Carimbo - Carimbos datados entre 1915 a 1936. Usados nos escritórios da administração da E.F. M.M.
196 141 H Carimbo - Carimbos datados entre 1915 a 1936. Usados nos escritórios da administração da E.F. M.M.
197 141 I Carimbo - Carimbos datados entre 1915 a 1936. Usados nos escritórios da administração da E.F. M.M.
198 141 J Carimbo - Carimbos datados entre 1915 a 1936. Usados nos escritórios da administração da E.F. M.M.
199 142 Plaquetas e Botões. - Eram usados nos quepes dos funcionários de acordo com suas funções.
200 142 A Plaqueta - Era usada nos quepes dos funcionários de acordo com suas funções.
201 142 B Plaqueta - Era usada nos quepes dos funcionários de acordo com suas funções.
202 142 C Plaqueta - Era usada nos quepes dos funcionários de acordo com suas funções.
203 142 D Plaquetas - Era usada nos quepes dos funcionários de acordo com suas funções.
204 142 E Plaqueta - Era usada nos quepes dos funcionários de acordo com suas funções.
205 142 A2 Peça:Botão - Era usado nos quepes dos funcionários de acordo com suas funções.
206 142 A 3 Botão - Era usado nos quepes dos funcionários de acordo com suas funções.
207 142 A 4 Botão - Era usado nos quepes dos funcionários de acordo com suas funções.
208 143 Protocolo (junto com ata ou memorial) - Provavelmente usado no gabinete da superintendência da E.F.M.M.           Vitrine nº 03
  143 A Protocolo ( junto com ata ou memorial) - Provavelmente usado no gabinete da superintendência da E.F.M.M.
  143 B Protocolo ( junto com ata ou memorial) - Provavelmente usado no gabinete da superintendência da E.F.M.M.
209 144 Balacin da sapata de freio das locomotivas - Marca Siemens. Usado nas comunicações internas do Complexo Ferroviário de Porto velho.
300 145 Furador de papel - Descrição. Marca Super-Fur, nº 07.                 Vitrine nº 03
301 145 A Furador de papel - Marca Improved Hummer
302 146 Alicate de pressão - Usado para selar os vagões já carregados.             : vitrine nº 03
303 147 Telégrafo - Transmitia mensagens entre pontos distantes da via férrea por meio de códigos.         Vitrine nº 03
304 148  Uma base de Morse - Parte que compõe o aparelho de códigos.             Obs: vitrine nº 03
305 149 Calibradores de monômetro da locomotiva - Aparelho que calibravam os monômetros (pressão, água, ar comprimido) das caldeiras das locomotivas
306 150 Furador de papel - Marca Improved Hummer           Vitrine nº 03
307 151 Telefone de parede (junto com o telégrafo?) - De fabricação inglesa, do ano de 1910. Um exemplar (“manual”)
308 152 Telefone pé de bronze - de mesa. Descrição: Marca Siemens, de fabricação sueca, datado de 1920. Telefone
309 152 A Telefone pé de bronze - de mesa. . Descrição: Marca Siemens, de fabricação sueca, datado de 1920. Telefone
310 152 B Telefone pé de bronze - de mesa. Descrição: Marca Siemens, de fabricação sueca, datado de 1920. Telefone
311 153 Telefone portátil de mesa - Fabricação sueca, marca Siemens. (cinco exemplares?)
312 153 A Telefone portátil de mesa - Fabricação sueca, marca Siemens
313 153 B Telefone portátil de mesa - Fabricação sueca, marca Siemens
314 153 C Telefone portátil de mesa -  Fabricação sueca, marca Siemens
315 153 D Telefone portátil de mesa - Fabricação sueca, marca Siemens
316 154 Tripé de teodolito (?) - Em bronze. Utilizado para serviços topográficos.
317 154 A Tripé de teodolito (?) - Em bronze. Utilizado para serviços topográficos.
318 155 Aparelhos topográficos (Sete exemplares?) Descrição: Em bronze. Utilizado na demarcação do caminhamento dos trilhos no trecho Porto Velho/Guajará Mirim.
319 155 A Aparelhos topográficos (Sete exemplares?) Descrição: Em bronze. Utilizado na demarcação do caminhamento dos trilhos no trecho Porto Velho/Guajará Mirim.
320 155 B Aparelhos topográficos - Em bronze. Utilizado na demarcação do caminhamento dos trilhos no trecho Porto Velho/Guajará Mirim.
321 155 C Aparelhos topográficos - Em bronze. Utilizado na demarcação do caminhamento dos trilhos no trecho Porto Velho/Guajará Mirim.
322 155 D Aparelhos topográficos - Em bronze. Utilizado na demarcação do caminhamento dos trilhos no trecho Porto Velho/Guajará Mirim.
323 155 E Aparelhos topográficos - Em bronze. Utilizado na demarcação do caminhamento dos trilhos no trecho Porto Velho/Guajará Mirim.
324 155 F Aparelhos topográficos Descrição: Em bronze. Utilizado na demarcação do caminhamento dos trilhos no trecho Porto Velho/Guajará Mirim.
325 156 Bandeira brasileira - Fixada no lado direito das locomotivas.
326 157 Bandeira boliviana - Fixada no lado esquerdo das locomotivas.
327 158 Porta carimbo - Utilizado nos escritórios da E.F.M.M. Com cinco carimbos.
328 159 Prensa manual - Fabricação brasileira. Usado na tipografia da E.F.M.M.
329 160 Timão do navio Madeira-Mamoré - Em madeira de lei. Roda do leme que direcionava a embarcação.
330 161 Relógio de parede - Marca Reguladora. Painel do marcador de hora em algarismo arábico em alto relevo, com moldura em madeira e vidro.
331 162 Relógio de Ponto - Marca IBM. Industria brasileira. Com ponteiros e mostradores em bronze, em caixa de madeira. Utilizado no escritório da locomoção e controlava a entrada e saída dos funcionários da E.F.M.M.
332 163 Fichários - Marca A. Rizardi e Companhia Ltda. Tipos Guaranis, esmaltados e envernizados. Servia para identificar nome e número dos funcionários da E.F.M.M. Cada fichário tem capacidade para cinqüenta cartões. (Quatro exemplares ?).
333 163 A Fichários - Marca A. Rizardi e Companhia Ltda. Tipos Guaranis, esmaltados e envernizados. Servia para identificar nome e número dos funcionários da E.F.M.M. Cada fichário tem capacidade para cinqüenta cartões
334 163 B Fichários - Marca A. Rizardi e Companhia Ltda. Tipos Guaranis, esmaltados e envernizados. Servia para identificar nome e número dos funcionários da E.F.M.M. Cada fichário tem capacidade para cinqüenta cartões.
335 163 C Fichários - Marca A. Rizardi e Companhia Ltda. Tipos Guaranis, esmaltados e envernizados. Servia para identificar nome e número dos funcionários da E.F.M.M. Cada fichário tem capacidade para cinqüenta cartões.
336 164 Gerador de energia a vapor - Fornecia energia para o complexo ferroviário de Guajará-Mirim. Procedência americana. Ano 1912.
337 165 Espora (?) - Utilizado para subir em poste e outros serviços
338 166 Pilar que sustentava a estátua de Getúlio Vargas (do monumento) - Apenas o pilar, com a placa comemorativa para sua visita à Porto Velho, em 1940.
3889 167 Réplica da locomotiva nº 12 - Foi confeccionada em madeira e zinco pelos operários da E.F.M.M., no ano de 1964, para exposição na portaria do Prédio da Administração da E.F.M.M. Confeccionada em 1961.
340 168 Caixa de carimbo – porta carimbo - Utilizada na tesouraria da E.F.M.M. em Porto Velho. São tipos de letras e números feitos de antimônio
341 169 Estojo para números de carimbo - São tipos feitos em ferro. Fabricada pela J.B. Edmondson Manufature, Cheetham, Manchester, Inglaterra.
342 170 Carimbo de passagem - Em madeira, tendo estampado o nome da E.F.M.M.
343 171 Perfurador de catraca - Em aço maciço, marca Keystone. Utilizado para perfurar peça de ferro.
344 172 Broca - Em aço-diamante. Utilizada para perfurar peças de aço e ferro.   (tamanhos diferenciados).
345 172 A Broca - Em aço-diamante. Utilizada para perfurar peças de aço e ferro.
346 172 B Broca - Em aço-diamante. Utilizada para perfurar peças de aço e ferro.
347 172 C Broca - Em aço-diamante. Utilizada para perfurar peças de aço e ferro.
348 173 Alicate de selar e lacrar vagões (dois ?) - Marca Newtlosy
349 173 A Alicate de selar e lacrar vagões - Marca Newtlosy
350 174 Grampos para pregar dormente - Em aço forjado. Tipo “cabeça de cachorro”.
351 174 A Grampos para pregar dormente - Em aço forjado. Tipo “cabeça de cachorro”.
352 174 B Grampos para pregar dormente - Em aço forjado. Tipo “cabeça de cachorro”.
353 174 C Grampos para pregar dormente - Em aço forjado. Tipo “cabeça de cachorro”.
354 174 D Grampos para pregar dormente - Em aço forjado. Tipo “cabeça de cachorro”.
355 174 A I Grampos para pregar dormente - Em aço forjado. Tipo “asa de barata”.
356 174 B II Grampos para pregar dormente - Em aço forjado. Tipo “asa de barata”.
357 174 C III Grampos para pregar dormente - Em aço forjado. Tipo “asa de barata”.
358 175 Parafuso - Utilizado para prender talas de junção nos trilhos. Em aço forjado. Fabricado em Volta Redonda – RJ. Três exemplares.
359 175 A Parafuso - Utilizado para prender talas de junção nos trilhos. Em aço forjado. Fabricado em Volta Redonda – RJ.
360 175 B Parafuso - Utilizado para prender talas de junção nos trilhos. Em aço forjado. Fabricado em Volta Redonda – RJ.
361 176 Moitão - Utilizado para arrancar grampos em pontes e pontilhões. Em aço forjado. Fabricado em Volta Redonda-RJ.           Vitrine nº 06
362 176 A Moitão - Utilizado para arrancar grampos em pontes e pontilhões. Em aço forjado. Fabricado em Volta Redonda-RJ.
363 177 Porta-papel - Nº: 177 Descrição: Confeccionado em ferro. Fabricado pela The Sterling Arch File.           Vitrine nº 06  
364 178 Chave de grif de 8 polegadas - Em ferro. Tinha o cabo em madeira. Utilizada nos serviços de mecânica na oficina da E.F.M.
365 179 Estampa - Em aço forjado. Utilizada na seção da serraria da E.F.M.M., para cortar e estampar ferro. Procedência inglesa.
366 179 A Estampa - Em aço forjado. Utilizada na seção da serraria da E.F.M.M., para cortar e estampar ferro. Procedência inglesa.
367 179B Estampa - Em aço forjado. Utilizada na seção da serraria da E.F.M.M., para cortar e estampar ferro. Procedência inglesa.
368 179 D Estampa - Em aço forjado. Utilizada na seção da serraria da E.F.M.M., para cortar e estampar ferro. Procedência inglesa.
369 180 Placa de comemoração dos 100 anos da independência do Brasil - Peça em ferro resgatada em Abunã em 15.05.89, pelo senhor Luís de Codoy.           Vitrine nº 06
370 181 Leque regulador - Em bronze. Regulava as marchas da locomotiva mongo americana.
371 182 Suporte para gaxeta do cilindro da locomotiva. - Confeccionada em bronze.
372 183 Painel de monômetro - Peça em bronze. Marca Westinghouse, fabricada por Wilmerding. PA. USA. Utilizado para marcar a pressão, vapor e ar comprimido das locomotivas mongo-americana. Datada de 1909.         Vitrine nº 05
373 184 Painel com monômetro - Em bronze. Fabricado por Grecham & Grave, NY. Utilizado para marcar pressão e ar comprimido da locomotiva nº 04.
374 185 Caixa “L” - Em bronze. Em formato cilíndrico. Utilizada na instalação elétrica das locomotivas.
375 186 Abajur - Em latão e vidro. Utilizado na iluminação interna do carro de passageiro P-55. 
376 187 Manômetro - Em bronze. Fabricação americana. Servia para medir a temperatura dos motores dos autos de linha.
377 188 Copo (válvula de pressão de locomotiva) - Em bronze. Servia para lubrificação dos mancais das locomotivas.
378 189 Braço para injetor - Em bronze 
379 190 Molde para o puxavante das locomotivas mongo-americana.
380 191 Bronze meia-cana - Utilizado nas rodas auxiliares das locomotivas mongo-americana. Funcionava como molde
381 192 Agulha da injetora - Em bronze
382 193 Cadeado com corrente - Utilizado para trancar diversos veículos. Em aço.
383 194 Balança - Com seis pesos em metal. Acompanha um porta-peso, datado de 1958. Capacidade para pesar até dois quilos. Marca Conteville. Servia para pesar correspondência na Estação de Porto Velho.
384 194 A Balança - Com seis pesos em metal. Acompanha um porta-peso, datado de 1958. Capacidade para pesar até dois quilos. Marca Conteville. Servia para pesar correspondência na Estação de Porto Velho.  
385 195 Um molde do T (“Tê”) de 150mm, com três saídas d’água - Usado na fundição para confeccionar peça de ferro original. Em madeira australiana.  
386 196 Molde da roda para vagão tipo grego - Em madeira australiana. Ano 1940.
387 197 Molde da engrenagem tipo vertical oitavada do pinhão da G-3 - Em madeira australiana. Duas unidades.
388 198 Molde da engrenagem tipo circular para o eixo dianteiro da Cegonha - Em madeira australiana.
389 199 Molde de um peso Y. - Para saída de vapor da caldeira estacionária. Em madeira australiana.
390 200 Molde do tubo condutor de escape das caixas de fumaça das locomotivas mongo-americana - Em madeira australiana. De 1909.
391 201 Molde das grelas móvel - Em madeira australiana. Duas unidades.
392 202 Molde da base do apito de locomotiva - Em madeira australiana.
393 203 Molde para o cobre das rodas matrizes das locomotivas mongo-americana. - Em madeira australiana
394 204 Molde para base do freio do tambor dos guindastes - Em madeira australiana.
395 205 Molde para grelha fixa utilizada nas locomotivas 15 e 16. - Em madeira australiana.
396 206 Molde do pedal de freio dos guindastes - Em madeira australiana.
397 207 Molde de um compressor para bombear ar comprimido. - Em madeira australiana
398 208 Molde para um prato de pinhão do carro de passageiro - Em madeira australiana.
399 209 Molde de caixa de mancal para vagões de carga. - Em madeira australiana.
400 210 Molde para regulador do controle de guindastes - Em madeira australiana.
401 211 Molde de cabeçote para atracar embarcações - Em madeira australiana.
402 212 Molde de peças do Navio Madeira-Mamoré - Em madeira australiana. (Oito unidades).
403 212 A Molde de peças do Navio Madeira-Mamoré - Em madeira australiana.
404 212 B Molde de peças do Navio Madeira-Mamoré - Em madeira australiana.
405 212 C Molde de peças do Navio Madeira-Mamoré - Em madeira australiana.
406 212 D Molde de peças do Navio Madeira-Mamoré - Em madeira australiana.
407 212 E Molde de peças do Navio Madeira-Mamoré - Em madeira australiana.
408 212 F Molde de peças do Navio Madeira-Mamoré - Em madeira australiana.
409 212 G Molde de peças do Navio Madeira-Mamoré - Em madeira australiana.
410 213 Molde de cachimbo para descarga de vapor da planta elétrica do Navio Madeira-Mamoré
411 214 Macaco de rosca tipo americano - Utilizado para suspender locomotivas e vagões. Marca: Burrows. Fabricado por Topping Brothers. NY. USA. Em aço forjado.
412 215 Turbina a vapor - Utilizada para iluminação das locomotivas e vagões. Funcionava na locomotiva 19. Em aço forjado. Marca The Pyle National. De 1941.
413 216 Gerador à Vapor - Em aço forjado. Tipo S, nº 01. Iluminava o depósito da Estação da Vila de Abunã, durante o período de 1914 a 1940. Resgatado pelo sr. Evaristo de Melo em 1994.
414 217 Tesoura - Em aço forjado. Utilizada para cortar chapa de até 3/8 de espessura.
415 218 Registro de freio a ar comprimido - Em aço forjado. Funcionava no carro de passageiro S-33. Marca Fressimbra. Resgatado pelo sr. Evaristo de Melo, em 1998.
416 219 Injetor - Tipo alemão, em formato cilíndrico. Em aço forjado. Comprimento de 0,53 cm, largura 0,41cm, com espessura de 2 polegadas. De 1936. Servia para alimentar com água as caldeiras. Pertencia a locomotiva 19.
417 220 Trilho com dormente com quatro pregos de linha representando uma reta. - Em aço forjado.
418 221 Trilho com dormente com prego e sapatas, demonstrando uma curva. - Em aço forjado.
419 222 Caixa de indicador de água - Em bronze. Encontra-se sem o vidro. Era fixada na caldeira da locomotiva Nº 01.
420 223 Talas de junção tipo francesa Descrição: Datada de 1912.
421 223 A Talas de junção tipo francesa Descrição: Datada de 1912
422 223 B Talas de junção tipo francesa Descrição: Datada de 1912
423 224 Placa de identificação dos vagões - Em ferro. Fabricado por Fábrica Nacional de Vagões S/A
424  225   Molde de pinhão de bogue de locomotiva - Em madeira australiana.
425 226 Molde do mancal da roda traseira de locomotiva - Madeira australiana.
426 227 Molde do balancim de truk de vagão - Resgatado pelo sr. José Evaristo de Melo, ex-ferroviário da E.F.M.M.
427 228 Mini torno horizontal mecânico - Em ferro. Fabricado por Pratt & Whitny. Connecticut, USA.
428 229 Engrenagem circular oitavada - Em aço forjado. Usada nos pinhãos dos guindastes.
429 230 Tubo de escape das locomotivas mongo-americana (?) - Em ferro fundido. Datado de 1909.
430 231 Desandador macho - Em aço forjado. Servia para abrir rosca em porcas e parafusos.
431 231 A Desandador macho - Em aço forjado. Servia para abrir rosca em porcas e parafusos.
432 232 Pedal de freio da cegonha - Em aço.
433 233 Braço injetor de locomotiva mongo-americana - Em aço.
434 234 Martelo de ar comprimido para arrebite - Em aço forjado
435 235 Prato de pinhão de vagão de carga - Fabricado em ferro.
436 236 Cortador de tubo - Em ferro
437 237 Braço do cilaic da locomotiva 19 - Em aço forjado. Servia para acionar os movimentos das locomotivas.
438 238 Molas de tração - Em aço forjado. Utilizado nas locomotivas mongo-americana.
439 238 A Molas de tração - Em aço forjado. Utilizado nas locomotivas mongo-americana.
440 238 B Molas de tração - Em aço forjado. Utilizado nas locomotivas mongo-americana.
441 238 C Molas de tração - Em aço forjado. Utilizado nas locomotivas mongo-americana.
442 239 Balança de carro “truk” de vagão americano - Em ferro. Datado de 1914.
443 240 Macaco de linha tipo americano - Em aço forjado. Ano 1876. Servia para levantar as linhas e trocar dormente.
  240 A Macaco americano
444 241 Motor à gasolina acoplado com máquina de solda (sem a máquina de solda) - Estrutura de ferro fundido. Servia para prestar socorro às máquinas ao longo das linhas. Fabricado por Lincoln Welder, Ohio. USA. Comprimento 2,17m, largura 0,60cm, altura 1,07m. (sem a máquina de solda).
445 242 Torno de fazer rosca interna em tubo galvanizado - Em aço e ferro fundido. Marca The Reliance. Fabricado por The Foot Burt Co. Cleveland, USA.
456 243 Haste de gaveta de cilaic de locomotiva mongo-americana - Nº: 243 Descrição: Em ferro e aço.
447 244 Relógio de parede - Com painel marcador de horas em algarismo arábico e moldura de alumínio e bronze. Marca silco.
448 245 Relógio de parede - Com painel marcador de horas em algarismo arábico e moldura em madeira e bronze. Marca Silco. (sem vidro)
449 246 Relógio de parede - Com painel marcador de hora em algarismo arábico, com moldura em ferro e bronze. Com 0,60 cm de circunferência. (sem vidro)
450 247 Passes de passagem (conjunto de 60 de 1ª classe) 60 exemplares. Descrição:  Dados aos agentes credenciados pela diretoria da E.F.M.M. Primeira Classe.             Vitrine nº 06
 451 248 Bilhete de passagem - Utilizado pelo usuário do transporte ferroviário no trajeto de Porto Velho à Guajará Mirim. Segunda Classe.
452 249 Macaco de linha - Utilizado para levantar a linha para substituir os dormentes. Fabricado em 1881.
453 250 Patesca - Utilizado para deslocar o trole do plano inclinado. Puxava os três troles.
454 251 Pistão do cilindro do guindaste nº 03 -
455 252 Balisa para serviços topográficos - Usada na construção da E.F.M.M.
456 253 Máquina de datilografia - Usada na Seção de Pessoal da E.F.M.M.
457 254 Máquina calculadora - Utilizada nos serviços da tesouraria, topografia e contadoria e outros. Sendo duas de Marca Brusviga Maschinenwerke, fabricada pela Grime, Natalis & Co. Berlin, Alemanha. Duas de marca Original Odhner, Gotenborg, Alemanha. Uma de marca Protective, fabricada pela Check Whiter Inc. Beerkman, St, New York City. Uma de marca não identificada. Em ferro e bronze, com base confeccionada em madeira. Seis exemplares.          
458 254 A Máquina calculadora - Utilizada nos serviços da tesouraria, topografia e contadoria e outros.
459 254 B Máquina calculadora - Utilizada nos serviços da tesouraria, topografia e contadoria e outros
460 254 C Máquina calculadora - Utilizada nos serviços da tesouraria, topografia e contadoria e outros
461 254 D Máquina calculadora - Utilizada nos serviços da tesouraria, topografia e contadoria e outros
462 254 E Máquina calculadora - Utilizada nos serviços da tesouraria, topografia e contadoria e outros.
463 255 Máquina calculadora - Utilizada nos escritórios das estações ao londo das linhas. Sendo uma da marca Madas, fabricado pela H.W.Egli, Ingenieurs – Constructeurs, Zurich, Suissa. Uma de marca Remington, USA. Outra da marca Comptometer, Chigaco, USA. Em ferro e bronze. (Três exemplares ?).*-
464 255 A Máquina calculadora+ - Utilizada nos escritórios das estações ao londo das linhas
465 255 B Máquina calculadora - Utilizada nos escritórios das estações ao londo das linhas. Sendo uma da marca Madas, fabricado pela H.W.Egli, Ingenieurs – Constructeurs, Zurich, Suissa. Uma de marca Remington, USA. Outra da marca Comptometer, Chigaco, USA. Em ferro e bronze.
466 256 Jogo de mesa para reunião - Mesa em madeira australiana, formato redondo, com quatro cadeiras, em madeira australiana trabalhada, com assento e encosto revestido com tecido tipo cetim.
467 257 Furador de trilhos - Utilizado nos serviços ao longo da Ferrovia
468 258 Cabo de chave de catraca - Utilizado nos serviços da Ferrovia.
469 259 Chave de roda - Utilizado nos serviços de manutenção dos caminhões da E.F.M.M..
470 260 Tenaz - Utilizado nos serviços da ferraria. Para pegar  as peças de ferro em alta temperatura.
471 261 Prateleira - Confeccionada em madeira trabalhada, composta por três portas, sendo duas portas nas extremidades em vidro e madeira, e uma porta central com entalhe de madeira. Utilizada nas residências dos funcionários graduados da E.F.M.M.
472 262 Petisqueiro - Em madeira trabalhada, com 2,30m de altura por 1,0m de largura e 0,40cm de fundo. Utilizada nas residências dos funcionários graduados da E.F.M.M.
473 263 Válvulas de registro de vapor quatros ? Descrição: Tem a função de controle do vapor da caldeira da locomotiva. De 2 ¹/²”. Três unidades. Fabricada por Consolidated Safety Co. Nova York. USA. 1917.
474 264 Engrenagem de velocípede de linha (?) -
475 265 Planta geral de Porto Velho - Elaborada na escala 1:2000. Em 15 de outro de 1917.
Estrada de Ferro Madeira-Mamoré - EFMM
Cronologia | Tratado de Petrópolis | Fotos da construção | Panorâmica de Porto Velho
A Ferrovia do Diabo | Álbum do MIS | Documentação X destruição | Fotos de 1983
Mapas: 1970 | 1969 | 1965 | 1954 | Estações em 1960 | Abertura dos trilhos | 1910 | 1907
Acervo do Museu | Ferrovias da Amazônia

Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade