Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
Porta com postigo de vidro da Miniaturas Artesanais, disposta em frente à cabine de sinalização ferroviária da Atlas para comparação
Porta com postigo de vidro da Miniaturas Artesanais, disposta em frente à cabine de sinalização ferroviária da Atlas para comparação.
Observe a textura, presente apenas na folha da porta; e a largura excessiva da moldura

  

Para uma história do ferreomodelismo no Brasil
Porta com postigo
Miniaturas Artesanais


 

Considerando a pobreza de recursos com que se deve ter havido a Miniaturas Artesanais — e o alto custo do aço e do trabalho envolvidos na confecção de um único molde para injeção de plástico, frequentemente comentados em debates de ferreomodelistas na internet —, a qualidade de mini peças como sua porta com postigo de vidro podia se considerar muito boa.

O que a foto (acima) mostra é que houve intenção de dar textura à folha da porta, mas não à moldura. O resultado não foi nenhuma brastemp, com certeza. Talvez fosse melhor que não tivesse tentado. A qualidade do plástico utilizado na injeção também não parece nenhuma maravilha — a cor varia como num caldo mal mexido, e mesmo as superfícies que deveriam ser lisas apresentam irregularidades como um bolo meio embolotado.

Quanto ao projeto, pode ter sido um erro desenhar a porta para encaixar sobre o exterior das construções. Não há como disfarçar o exagero que é a moldura, exibida do lado de fora das construções. Talvez fosse melhor desenhá-la para encaixar por dentro (como algumas das janelas pequenas da Miniaturas Artesanais), podendo então exibir apenas uma moldura fina, em relevo. Em todo caso, dificilmente as construções artesanais seriam mais "finas" do que as portas e janelas injetadas em plástico.

Com toda certeza, os artesãos Minnie e Luís Carlos não eram projetistas, nem ferramenteiros metalúrgicos, nem injetores. Eis a curiosidade que fica: — A quem encomendaram essa linha de produtos, quem desenhou, quem realizou os moldes, quem pagou, quem injetava?

Porta com postigo da Miniaturas Artesanais, para maquete de ferreomodelismo, comparada às janelas da torre de sinalização ferroviária da Atlas
Porta com postigo de vidro da Miniaturas Artesanais, disposta em frente à cabine de sinalização ferroviária da Atma para comparação
Porta com postigo de vidro da Miniaturas Artesanais, disposta sobre uma base em frente à cabine de sinalização ferroviária da Atma para comparação.
Observe a grande diferença de largura do vão, embora a altura seja praticamente igual.
À esquerda, observe as portas da cabine de sinalização ferroviária da Atlas
Miniaturas Artesanais
Porta com postigo | Porta com postigo e frontão | Porta maciça | Janelas
Cerca para jardim | Escada externa para sobrado | Portões de garagem | Portão duplo de ferro batido
As "estruturas" injetadas em plástico | Catálogo 1985 | No catálogo Centro-Oeste 1987 | O fim dos moldes (1988)
O catálogo da Miniaturas Artesanais - 1985
Orientação ao ferreomodelista | Escalas no ferreomodelismo | Grama, pedras, massa para o relevo
Árvores e arbustos para o cenário | Postes e automóveis para maquete | Estruturas para maquete | Construções decorativas
Marcas da história do ferreomodelismo brasileiro
Metalma | Erka | A bitola O brasileira | Estrela | Atma | Frateschi | Pioneer | Modeltrem / Hobbylândia | Miniaturas Artesanais
MR Custom | LAF | Phoenix | GM Paint | Minitec | Herpa | MRZ Decais | Pinto Family | Decais do Carlão | Hobbytec
Produtores em atividade | Lojas e serviços
Publicações da história do ferreomodelismo brasileiro
Manual Atma CA | Manual Atma CC | Sport Modelismo | EFOM | Informativo Frateschi | Apontamentos
Ferrovias para você construir | Estatutos da SBF | Catálogos Frateschi | Esporte Modelismo | Centro-Oeste
Catálogo Miniaturas Artesanais | Catálogo Model / Hobbylândia | Catálogo History | Ferrovia | Revista Ferroviária
Revista Brasileira de Ferreomodelismo | Informativo AFRJ | Escala Dupla | Escala UMM | Composição
Dormente de Ferro | Taipin | Dormente de Ferro | Trem de Ferro | SD40-2 | Jornal do Ferreomodelista
Guindastes ferroviários no Brasil | ABC do Ferreomodelismo | Como divulgar o hobby?
Publicações marcam períodos de expansão | Centro-Oeste inaugura sua tipografia eletrônica | Publicações listadas até 1991

Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade