Página inicial do site Centro-Oeste
Página inicial da seção Ferrovias do Brasil
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
    EFMM - Estrada de Ferro Madeira-Mamoré
Ponte de madeira em cavaletes na maquete de ferreomodelismo da Estrada de Ferro Pireneus-Paranã
Ok, você está certo! Esse tipo de ponte não foi feito para esconder lá atrás. Uma pequena locomotiva a vapor, antiga, também
contribuiria para melhor efeito visual. EF Pireneus–Paranã, interrompida em meados de 1986 (Foto: Alberto R. Cavalcanti)

Maquete de ferreomodelismo
Ponte de madeira em cavaletes

Flávio R. Cavalcanti

Essa ponte é tão fácil, que foi a primeira que fiz.

Para isso, foi decisiva a receita extremamente simples — duas páginas ½ A4 — divulgada pela Frateschi em seu Informativo do final de 1980 (IF-11).

Não ficou dramática, com certeza. Nada que se diga, "que fenômeno!". Para começar, devia estar na frente, quase na beira — e a paisagem deveria descer em direção ao visitante, formando uma espécie de anfiteatro, para o máximo de impacto.

Também ninguém precisa se diplomar engenheiro para perceber que a receita da Frateschi era tão simplificada, a ponto de conter alguns erros. Fosse mais exata e detalhada, porém, talvez inibisse o iniciante.

Fato é que a imponência da ponte de madeira em cavaletes engana, e muito. Nada mais fácil de construir e instalar.

Comecemos, então, por sua facilidade e simplicidade.

O cavalete

Esta é a peça básica de toda estrutura:

 
Diagrama para montagem de uma ponte de madeira para maquetes de ferreomodelismo, nas escalas N e HO
Desenho para escala N (1:160) — imprimir em 150 dpi.
Para escala HO (1:87), clique para abrir ampliação em nova janela
  
  • Duas colunas verticais suportam o peso do trem

  • Duas colunas inclinadas — uma para cada lado — suportando os movimentos laterais da passagem do trem

  • Várias traves horizontais, mantendo unidas as quatro colunas.

    • Para cada trave horizontal na frente das colunas, existe outra do lado de trás, formando um sanduíche

  • Várias traves diagonais, reforçando contra movimentos laterais

    • A cada trave inclinada para a direita (na frente), corresponde outra inclinada para a esquerda (na face de trás do cavalete). Em conjunto, formam um "X"

Montagem

O desenho ao lado tem 708 pixels de altura. Clique sobre ele com o botão direito do mouse e escolha salvar a figura como. Escolha um diretório.

  • O nome será cavaleteN.gif— você pode imprimi-lo em 150 dpi, e servirá de base para a montagem na escala N (1:160), usando varetas de balsa de 1,5 x 1,5 mm.

Para a escala HO, apenas clique normalmente no desenho ao lado, e se abrirá outra janela. Salve o desenho ampliado, com o botão direito do mouse.

  • O nome será cavaleteHO.gif — você pode imprimi-lo em 150 dpi, e servirá de base para a montagem na escala HO (1:87), usando varetas de balsa de 3 x 3 mm.

Fixe o papel sobre uma tábua de madeira macia.

Inicie a montagem pelas 2 colunas verticais, e em seguida as 2 colunas laterais, inclinadas para fora. Coloque-as sobre o papel, e use alfinetes de costureira / alfaiate para fixá-las na tábua, de leve. Não gaste força demais.

Sobre as 4 colunas, cole as traves horizontais da frente, com cola Aerobrás.

  • É uma cola amarelada, à base de solvente, específica para balsa (e madeiras em geral). Começa a secar em pouco tempo, fixando as peças e permitindo passar adiante sem muita perda de tempo — embora permita descolar, se necessário, durante muitos minutos.

  • Dê um período de 24 horas para a "cura" total da cola, antes de submeter o cavalete a algum esforço.

  • Caso não encontre cola Aerobrás na loja de ferreomodelismo, procure em lojas de aeromodelismo.

[ Tudo o que você queria saber sobre colas... ]

Em seguida, cole as traves diagonais da parte da frente do cavalete. Espere alguns minutos.

Retire os alfinetes, liberando o cavalete, e passe ao próximo cavalete.

Após preparar todos os cavaletes (de um lado), volte ao primeiro, para preparar o outro lado.

Fixe cada um, com alfinetes, com as traves horizontais e diagonais para baixo — e inicie a colagem das traves do lado oposto.

Ao final, cada cavalete deverá parecer com a figura abaixo:

  

 

Vista em perspectiva de um cavalete para ponte de madeira em maquete de ferreomodelismo

Cavaletes menores

Este é o cavalete de maior altura (24 cm), usado no ponto onde o vale é mais profundo.

Para as encostas, faça cavaletes sem as partes mais baixas: — Ao invés de 5 "módulos" de altura, apenas 4, ou 3, ou 2, ou 1, a contar do topo.

A Tabela à direita dá as medidas aproximadas do desenho original da Frateschi (IF-11), com as colunas laterais se afastando em um ângulo de 12 graus.

  
Comprimento
das traves horizontais
(HO)
Espaçamento vertical
(do topo
para baixo)
Comprimento
das traves diagonais
Comprimento
das colunas verticais
(com sobra inferior)
Comprimento
das colunas
inclinadas
40 mm
-
60 mm
-
-
60 mm
47 mm
77 mm
52 mm
53 mm
81 mm
94 mm
94 mm
99 mm
101 mm
102 mm
141 mm
113 mm
146 mm
149 mm
122 mm
188 mm
133 mm
193 mm
197 mm
143 mm
235 mm
-
240 mm
245 mm

As traves diagonais devem encostar na traves horizontais (acima e abaixo). Se quiser, corte as sobras das diagonais — com um estilete bem afiado — após a cura total da cola.

Deixe a sobra inferior das colunas verticais e inclinadas (laterais). Cada cavalete apóia-se sobre as pontas dessas 4 colunas — e não sobre a última trave horizontal inferior.

Pontes de madeira em cavaletes | Modos de usar | Detalhes | Variações | Tudo o que você queria saber...
Cortando varetas com a varilhadeira
 
 
    EFMM - Estrada de Ferro Madeira-Mamoré
   
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Doações | Política de privacidade