Centro-Oeste - Trens, ferrovias e ferreomodelismo
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
  
   
   
Ferrovias do primeiro plano proposto por Ramos de Queiroz
Ferrovias do primeiro plano proposto por Ramos de Queiroz

Bibliografia

• A Gretoeste: a história da rede ferroviária GWBR - 25 Abr. 2016

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• História do transporte urbano no Brasil - 19 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Batalhão Mauá: uma história de grandes feitos - 1º Dez. 2014

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

• A Era Diesel na EF Central do Brasil - 13 Mar. 2014

• Guia Geral das Estradas de Ferro - 1960 - 13 Fev. 2014

• Sistema ferroviário do Brasil - 1982 - 12 Fev. 2014

  

Ferreofotos

• Alco RSD8 Fepasa - 29 Fev. 2016

• G12 200 Acesita - 22 Fev. 2016

• “Híbrida” GE244 RVPSC - 21 Fev. 2016

• U23C modernizadas C30-7MP - 17 Fev. 2016

• C36ME MRS | em BH | Ferronorte - 14 Fev. 2016

• Carregamento de blocos de granito na SR6 RFFSA (1994) - 7 Fev. 2016

• G12 4103-6N SR6 RFFSA - 6 Fev. 2016

• Toshiba nº 14 DNPVN em Rio Grande - 25 Jan. 2016

• Encarrilamento dos trens do Metrô de Salvador (2010) - 14 Nov. 2015

• Incêndio de vagões tanque em Mogi Mirim (1991) - 9 Nov. 2015

• Trem Húngaro nas oficinas RFFSA Porto Alegre (~1976) - 21 Out. 2015

   

1874 - Planos Ferroviários
Plano Ramos de Queiroz (I)
"Esboço de um Plano de Viação Geral para o Império do Brasil"


 
Flavio R. Cavalcanti

O Plano Ramos de Queiroz refletiu, desde o primeiro esboço, a complexidade do debate político da década de 1870 — marcada pela chamada ilustração brasileira, republicanismo, americanismo, federalismo, liberalismo, abolicionismo, propriedade e divisão da terra, imigração, bitola métrica, mecanismos de captação de recursos, etc.

  • Onde Bahia e Pernambuco disputavam recursos para uma única linha (das duas do Plano Moraes), Ramos de Queiroz propõe 7 linhas até o médio São Francisco, atendendo 8 províncias e criando uma verdadeira rede de comunicações interiores no Nordeste — tentada, ainda hoje, com o projeto da Transnordestina.

  • Onde o Plano Moraes aproveitava 3 ferrovias de curto alcance (já em andamento), Ramos de Queiroz propõe pelo menos 7 ferrovias de penetração. Exceto pela orientação irregular, e pela comedida omissão de seu alcance futuro, comparam-se às 10 "paralelas" do Plano Rebouças — lançado no mesmo ano, e claramente voltado para a colonização do oeste.

Embora nem sempre a integração das ferrovias com a navegação fluvial seja explicitada no mapa, é visível na localização de estações ferroviárias em Carolina (Tocantins), Juazeiro e Pirapora (São Francisco), Cuiabá (rio Cuiabá), Mato Grosso (rio Guaporé), Corumbá (rio Paraguai), Guaíra e Santa Fé do Sul (rio Paraná) e Uruguaiana (rio Uruguai).

Aliás, isso é evidente pela ausência de ferrovias de orientação norte-sul.

A conexão de rios navegáveis na direção norte-sul, com ferrovias para oeste / noroeste, formaria uma rede cobrindo boa parte do território brasileiro.

É interessante observar:

  • o surgimento do projeto da EF Vitória a Minas;
  • a persistência do prolongamento da EF D. Pedro II / EF Central do Brasil até Pirapora;
  • as ligações de Santa Fé do Sul (SP) a Cuiabá (atual Ferronorte) e Corumbá (EF Noroeste / Novoeste); e
  • o avanço da EF Curitiba-Paranaguá para o Mato Grosso do Sul.

O tronco "Meridional Sul" fica posicionado para se prolongar pela navegação do rio Araguaia até Belém.

Planos ferroviários
1835: Plano Vasconcelos | 1838: Plano Rebelo | 1859: Plano Ottoni | 1869: Plano Morais | 1871: Carta itinerária | 1973: Plano Ewbank | 1874: Plano Ramos de Queiroz | 1874: Plano Rebouças | 1881: Plano Bicalho | 1882: Plano Bulhões | 1882: Plano Ramos de Queiroz (II) | 1886: Plano Rodrigo Silva | 1890: Plano da Commissão | 1912: Plano da Borracha | 1926: Plano Baptista | 1926: Plano Pandiá Calógeras | 1927: Plano Paulo de Frontin | 1932: Plano Souza Brandão | 1934: Plano Geral de Viação Nacional | 1947: Plano Jaguaribe | 1951: Plano Nacional de Viação | 1955: Comissão Pessoa | 1956: Plano Ferroviário Nacional | 1964: Plano Nacional de Viação | 1973: Plano Nacional de Viação
As ferrovias construídas (Dez. 2004) | PAC (Mar. 2009)
Legislação | Brasília nos planos ferroviários
Evolução da rede de estradas de ferro no Brasil
Ferrovias em 1870 | Ferrovias em 1890 | Ferrovias em 1910 | Ferrovias em 1930 | Ferrovias em 1954
Ferrovias até 2004 | Governos & evolução | Custo quilométrico | Imigração | Ferrovias & Estados | Ferrovias & navegação | Navegação | Rios e bacias | Rodovias
Produção da indústria ferroviária | Passageiros | Mercadorias | Bagagens e encomendas | Locomotivas | Vagões de carga | Vagões de passageiros
   

Ferrovias

Os “antigos” trens turísticos a vapor da RFFSA - 21 Nov. 2016

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

Acompanhe no FB

  

Busca no site
  
       
Ferrovias | Mapas | Estações | Locomotivas | Diesel | Vapor | Elétricas | Carros | Vagões | Trilhos Urbanos | Turismo | Ferreomodelismo | Maquetes ferroviárias | História do hobby | Iniciantes | Ferreosfera | Livros | Documentação | Links | Atualizações | Byteria | Mboabas | Brasília | Home
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade